Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Luísa Santos
Luísa Santos
15 Fev, 2019 - 14:59

SSD vs HDD: quais são as diferenças?

Luísa Santos

No duelo SSD vs HDD é necessário ter em conta várias características. Quais as principais diferenças entre estes discos? Saiba tudo neste artigo.

SSD vs HDD: quais são as diferenças?

São vários os parâmetros que podem ser comparados e analisados no duelo SSD vs HDD. O que distingue um tipo de disco do outro? Será a velocidade de leitura, a capacidade de armazenamento ou ambos? Haverá mais características a ter em conta? Explicamos-lhe tudo.

SSD vs HDD: a definição

pc

Em primeiro lugar, e se nunca ouviu falar nestes termos (se são totalmente desconhecidos para si), deve saber que ambos se referem a discos de armazenamento de um computador. Podem ser utilizados de forma individual, mas também em conjunto.

O HDD chegou primeiro. O Hard Disk Drive sempre equipou todo e qualquer computador, desde os modelos de secretária até aos portáteis. Ainda hoje o HDD é utilizado, sobretudo em dispositivos que se inserem numa gama mais média e que são, muitas vezes, apelidados de computadores budget, isto é, mais baratos que outros mais potentes.

Como principal função, este disco é responsável pelo armazenamento de memória do seu computador, até mesmo quando o desliga. O mesmo não acontece com a memória RAM, por exemplo, considerada uma memória de arranque, necessária para a abertura de novos programas e correto funcionamento do computador como um todo.

Por sua vez, um SSD faz, na sua essência, exatamente o mesmo que um HDD. Também conhecido por Solid State Drive, este género de disco armazena, igualmente, toda a informação guardada no computador até mesmo quando o seu sistema está desligado. Então, se ambos servem o mesmo propósito, o que os distingue?

SSD vs HDD: as diferenças

laptop

A principal diferença que opõe estes dois tipos de disco reside na velocidade de escrita/leitura. Isto significa que um SSD é mais rápido a responder do que um HDD, não fosse ele ter surgido bem mais tarde (no final do ano 2000, mais precisamente).

Por norma, um SSD tem menos espaço de armazenamento do que um HDD. No entanto, falamos de discos mais pequenos (em tamanho) e leves, mais rápidos na resposta e com memória (mais do que) suficiente para levar a cabo as suas tarefas diárias.

Ainda assim, de ano para ano essa capacidade tem aumentado a olhos vistos, ficando um SSD equipado com memória de sobra. Outra das grandes diferenças no duelo SSD vs HDD é a forma de funcionamento.

Enquanto que um HDD funciona com base em discos giratórios ou pequenas bandejas, às quais recorre para ler e escrever informação, o mesmo não acontece num SSD, que recorre a armazenamento eletrónico numa memória não volátil – sobretudo por isso, são discos relativamente mais pequenos do que os HDD.

Hoje em dia, ambos coexistem e isso acontece porque, apesar de próximos ao nível de funcionamento, servem propósitos diferentes, que em muito têm a ver com as necessidades que o utilizador precisa de ver respondidas. Por isso, se está à procura de um novo computador e não compreende a diferença de preços com a qual se depara, saiba como o escolher com base no disco de armazenamento.

Como escolher entre um SSD e um HDD

laptop

Em primeiro lugar, deve pensar naquilo que precisa enquanto utilizador, isto é, qual a utilização que vai dar a um computador, o que vai fazer com ele – se só vai navegar na Internet e usar programas menos pesados e procura alguma memória para armazenar fotografias/vídeos e documentos; ou se precisa de um computador com resposta mais eficiente e mais rápido na leitura e escrita.

Após responder a essas questões, a conclusão será mais óbvia para si. Um HDD é, ainda hoje, um bom disco. Está normalmente presente em dispositivos de gama média, mais baratos que outros topos de gama, e é suficiente para quem só precisa de concretizar tarefas diárias simples e pouco pesadas.

Por outro lado, se necessita de usar programas pesados em simultâneo, procura velocidade de abertura e fecho de programas e eficiência de desempenho geral, então deve optar por um SSD. Saiba que, por ser um disco equipado com uma tecnologia muito mais recente, é consideravelmente mais caro quando comparado com um HDD.

Mas existe ainda um terceiro caso que deve ser considerado. Suponhamos que é um profissional de edição de vídeo e/ou fotografia (ou está em vias de ser), talvez queira considerar ainda a opção de ter um computador com dois discos (que também existem).

Nestes modelos, ambos os discos coexistem, sendo o SSD usado para arranque e para potenciar o máximo desempenho do computador e, por sua vez, o HDD para armazenar ficheiros, documentos e outro género de informações (como fotografias ou vídeos, por exemplo).

No caso desta última situação, estes computador são ainda mais caros, mas são vistos como um bom investimento a longo prazo, uma vez que muito dificilmente irá precisar de substituir componentes e substituir discos por falta de memória ou rapidez, por exemplo.

Veja também: