Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Helena Peixoto
Helena Peixoto
21 Jan, 2020 - 11:52

Saiba como escolher as melhores suculentas para jardins caseiros

Helena Peixoto

Se adora uma casa recheada de plantas mas que tem pouco jeito para elas, vamos dar-lhe uma sugestão que vai adorar: suculentas para jardins caseiros.

suculentas para jardins caseiros

Pronto para construir um espetacular jardim em casa? Conheça algumas plantas suculentas para jardins caseiros e meta mãos à obra. É bem mais fácil do que imagina!

E sabia que, apesar de todos os cactos serem considerados suculentas, nem todas as variedades de suculentas são, na verdade, catos? Pois é: estas meninas são consideradas as primas dos reis do deserto.

Pequenas, gordinhas e sem espinhos, as suculentas não são difíceis de cuidar. Se adora plantas, mas acaba sempre por as deixar murchar, esta pode ser a melhor opção para si. Mas não deve achar que pelo facto de optar por suculentas para jardins caseiros, não precisa de fazer nada com elas em termos de manutenção!

9 PLANTAS SUCULENTAS PARA JARDINS CASEIROS QUE MAIS PARECEM OÁSIS

À procura de sugestões de plantas lindas e fáceis de manter? Escolha estas suculentas para jardins caseiros

Echeverias

Estas são as jóias da coroa das suculentas para jardins caseiros. Formadoras de rosetas, as Echeverias são de fácil trato e têm uma imensidão de cores diferentes, podendo ser facilmente encontradas em viveiros. Ou seja, dão-se bem em estufas e em jardins em climas amenos.

Sedum

Estas suculentas para jardins caseiros são de baixo crescimento e excelentes para cobrir o solo, escondidas entre rochas e nas paredes. Por isso, não precisam de muitos cuidados e resistem a oscilações de temperatura.

Aeonium

As rosetas carnudas do aeonium vêm num arco-íris de cores, desde o amarelo limão ao castanho profundo e precisam de pouca água para prosperar. Com as suas formas ousadas e o seu hábito de crescimento ereto, são uma escolha natural entre as suculentas para jardins caseiros.

Agave

Certamente já ouviu falar nesta alternativa saudável ao açúcar. Pois bem, o extrato de agave vem de uma suculenta! Seja o agave azul para produção de tequila à agave de alcachofra ornamental, estas suculentas ficam bem em qualquer jardim.

Com formas particularmente deslumbrantes estas plantas ficam muito bem em muros e sebes e não precisam de muita manutenção, apenas os cuidados básicos.

Kalanchoe tomentosa

Também conhecida como orelha de gato, esta suculenta para jardins caseiros é originária de Madagáscar, possui folhas carnosas cobertas por pelos finos e brancos, o que lhe confere um aspeto aveludado.

Na ponta das folhas, é possível verificar umas marquinhas a vermelho, tornando-a bem exótica e apelativa. Em termos de cuidados especiais, deve ter em mente que esta planta precisa de muito muito sol: pelo menos 4 horas diárias!

Dudleya

As rosáceas carnudas da maioria das variedades de dudleya são cobertas por um pó calcário que lhes dá a aparência de serem cobertas com açúcar em pó. Para evitar que este pó seja lavado, estas espécies de suculentas devem ser cultivadas em áreas protegidas de fortes chuvas, como em áreas cobertas, mesmo à janela.

Senécio Azul

O seu nome técnico é senecio serpens G.D.Rowley, é uma planta originária da África do Sul, possui uma altura de cerca de 30 centímetros, com folhas verde-azulado, carnosas, lineares e cilíndricas. Assim, são fáceis de manter desde que lhes proporcione um clima ameno e, cereja no topo do bolo, estas suculentas têm flor!

Aloe

Estas suculentas estão disponíveis em variadíssimas formas e tamanhos, desde pequenas miniaturas até verdadeiras árvores. Muito vistosas e apelativas, estas suculentas para jardins caseiros precisam de tão pouca água que até no deserto conseguem sobreviver!

Crassula

Terminamos a lista de suculentas para jardins caseiros com um tipo de suculenta proveniente da África do Sul. Existem versões com e versões sem flor e algumas apresentam padrões geométricos semelhantes a tranças.

Desde que o seu solo seja drenante, as crassulas não precisam de muita água ou outros cuidados.

Como cuidar de suculentas para jardins caseiros

Garanta que as suculentas para jardins caseiros que escolheu vão viver uma vida longa e próspera seguindo estas dicas bem simples e fáceis de implementar:

  • Cultive as suculentas em vasos com furos para o escoamento da água e/ou num solo de boa drenagem;
  • Evite solos muito húmidos, já que os mesmos podem levar ao apodrecimento das raízes;
  • Não abuse na rega. Faça-o de 10 em 10 ou 15 em 15 dias e, mesmo assim, faça-o de forma doseada. As versões mais pequenas mini podem até ser regadas recorrendo a um conta-gotas;
  • Caso verifique que as folhas estão a ficar amarelas é sinal que estão com água a mais. Tire a prova dos 9 colocando um dedo na terra para aferir a sua humidade. Se ficar com uma pasta moldável na mão, é porque tem água a mais;
  • As suculentas gostam muito de claridade, preferencialmente exposição solar direta! Algumas das variedades de suculentas até mudam de cor depois de muitos dias com sol, faça a experiência;
  • Caso prefira manter as suas suculentas dentro de casa, deve garantir que as coloca junto de uma janela: o sol é vida;
  • Ao regar as suculentas, nunca o faça diretamente nas folhas; prefira despejar a água diretamente na terra e no substrato para que hidrate a planta sem a encharcar. Além disso, tenha em conta estas especificidades para as diferentes fases da planta:
    • Suculentas em fase de desenvolvimento: borrife-as com água a cada dois a quatro dias. Faça um calendário de rega e siga-o à risca;
    • Suculentas adultas: com a ajuda de um regador, hidrate a terra da suculenta. Deixe a terra secar completamente, antes de a voltar a encher de água.;
    • Suculentas desidratadas: consegue perceber facilmente a desidratação da suculenta quando as folhas superiores estão secas e quebradiças. Nestes casos, deve borrifar levemente as suculentas com água durante cinco dias, até verificar que elas se readaptaram a uma rotina de rega contínua. No entanto, cuidado para não as saturar com água!
Veja também