Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Catarina Reis
Catarina Reis
19 Abr, 2018 - 09:35

Usar tatuagens e piercings no trabalho: sim ou não?

Catarina Reis

Em que medida usar tatuagens e piercings no local de trabalho poderá influenciar as suas relações interpessoais e, por consequência, a sua carreira?

Usar tatuagens e piercings no trabalho: sim ou não?

Como se comporta, o que veste, como se penteia, o seu tom de voz e forma de estabelecer contacto visual –  tudo isto é determinante na formação de uma primeira impressão sobre si. Falta saber se usar tatuagens e piercings pode ser um fator promotor ou bloqueador do seu sucesso em contexto de trabalho. Opiniões pessoais à parte, vamos descobrir tudo sobre este assunto.

Tatuagens e piercings no local de trabalho: aconselhável ou a evitar?

As tatuagens e piercings são, como a escolha de outros acessórios e peças de vestuário, um manifesto de personalidade e do estilo individual de cada pessoa. E, tal como outros elementos que compõem a imagem pessoal, afetam muito a perceção dos colegas de trabalho sobre si. Até que ponto esta é mais uma escolha pessoal e quais são os limites em ambiente de trabalho?

tatuagens e piercings

Mudança de mentalidades em relação às tatuagens e aos piercings

Vamos por partes: o debate já não é novo e embora no mundo ocidental o preconceito relativamente ao uso de tatuagens e piercings tenha vindo a diminuir, particularmente porque o seu uso é cada vez mais comum, ainda é preciso ter algum cuidado para não se ser afetado negativamente no contexto de trabalho.

Cuidados a ter

Nada o impede de fazer uma tatuagem ou um piercing, no entanto, se pondera fazer ou já fez, atente a algumas destas ideias para preservar a sua imagem em contexto laboral:

  • use tatuagens ou piercings que possam ser escondidos pela roupa ou removidos em determinadas situações, como numa entrevista de emprego;
  • pondere se se pretende candidatar a funções, empresas e setores mais conservadores ou mais criativos;
  • saiba de antemão se o trabalho implicará seguir regras de higiene apertadas, e/ou se implica o contacto direto com o público.

Lembre-se que, por vezes os colegas de trabalho e superiores não se opõem ao uso de tatuagens e piercings, no entanto, se os clientes e fornecedores da empresa se situarem num setor mais conservador, deverá ter o cuidado de os esconder.

piercing

É legal usar tatuagens e piercings no trabalho?

Sim. A lei não expressa nada em contrário. Apenas constitui crime se houver algum tipo de discriminação associada ao seu uso. Estamos a falar, por exemplo, em casos em que um diretor promova um empregado em detrimento de outros com base no facto de não ter tatuagens ou piercings.

O impacto negativo das tatuagens e dos piercings depende do grau de ostentação

O grau de ostentação tem a ver essencialmente com a parte visível das tatuagens e dos piercings. É fácil perceber que usá-los em partes do corpo que facilmente possam ser cobertas por roupa não vai trazer propriamente grandes males ao mundo.

E numa entrevista de emprego?

Para evitar mal entendidos, o que aconselhamos é abordar esse assunto de forma direta com o entrevistador. Perguntar-lhe como é que a empresa vê o facto de haver alguém com tatuagens e piercings e mostrar-se disponível para cobrir as tatuagens com roupa, se tal for necessário.

Veja também: