ebook
GUIA DO REGRESSO ÀS AULAS
Prático e Descomplicado
Teresa Campos
Teresa Campos
15 Abr, 2021 - 10:59

Testes rápidos à COVID-19: quanto custam e como funcionam

Teresa Campos

Os testes rápidos à COVID-19 já se encontram à venda em farmácias, espalhadas um pouco por todo o país. Fique a saber tudo sobre eles.

homem a fazer autoteste de covid-19

Os testes rápidos à COVID-19 já estão à venda em algumas superfícies, mas nem todas as pessoas sabem como eles funcionam, os seus preços e o que fazer perante um resultado positivo.

Convém, desde já, explicar que estes testes constituem apenas uma alternativa de testagem à COVID-19, não substituindo os testes PCR que continuam a ser feitos, quer a título particular, quer por indicação do Serviço Nacional de Saúde, em caso de suspeita de infeção pelo novo coronavírus.

Contudo, os testes rápidos à COVID-19 podem ser uma opção viável para quem quer ou precisa de saber, num curto espaço de tempo, se está ou não infetado com o Sar-Cov-2. Explicamos-lhe como tudo funciona e, ainda, onde pode comprar estes testes e a que preços. Tome nota!

Testes rápidos à COVID-19: perguntas e respostas

Os testes rápidos à COVID-19 permitem obter o resultado num período curto de tempo. Além disso, podem ser adquiridos nas farmácias e realizados pelo próprio, em casa, sem necessidade da intervenção de terceiros.

Para já, os únicos testes rápidos à COVID-19, autorizados pelo Infarmed para uso da população em geral, são de antigénio, fabricados pela SD Biosensor e comercializados, no nosso país, pela Roche.  Eles possibilitam um procedimento mais simples e prático e, ao mesmo tempo, menos invasivo (embora também menos sensível do que o dos testes PCR).

Onde comprar?

Os testes rápidos à COVID-19 já estão disponíveis nas farmácias e em parafarmácias, como a parafarmácia Bem- Estar do Pingo Doce, o espaço Saúde e Bem-Estar da Auchan e a Wells do Continente.

Qual o preço?

Neste momento, nas farmácias e em algumas parafarmácias, já é possível comprar um teste ou um conjunto de 25 testes rápidos à COVID-19. O preço ronda os 6.99€ a unidade, podendo poupar cêntimos ou mesmo euros, se optar pelos packs de 25 testes.

Eis alguns dos preços, atualmente, praticados:

  • Pingo Doce: 169,75€ (pack de 25 testes);
  • Auchan: 6,99 (unidade) e 169,75€ (pack de 25 testes);
  • Wells (Continente): 6,99€ (unidade) e 125€ (pack de 25 testes).
homem e mulher veem resultado do teste à covid

Como fazer os testes rápidos à COVID-19?

Este teste, ao contrário do PCR, requer apenas amostras da zona nasal interna, daí vir acompanhado por uma zaragatoa de menor dimensão que deve ser introduzida nas fossas nasais para colher as amostras. Contudo, antes de utilizar, deve ler atentamente e seguir as instruções de uso que acompanham a embalagem do teste.

Os testes podem ser realizados em adultos e crianças. Porém, só podem ser vendidos a indivíduos com mais de 18 anos de idade. Os resultados ficam disponíveis 10 a 30 minutos, após a recolha da amostra.

Mulher em casa em isolamento profilático
Veja também COVID-19: isolamento passa de 14 para 10 dias

O que fazer depois de saber o resultado do teste?

Se estiver sintomático ou tiver tido contacto com alguém com COVID-19, deve sempre comunicar o resultado do teste à linha SNS24 (808 24 24 24).

Caso não esteja sintomático, nem tenha tido contacto com alguém com COVID-19, mas o resultado do teste tenha sido positivo ou inconclusivo, então deve contactar a linha SNS24 (808 24 24 24) ou preencher o formulário eletrónico (a ser disponibilizado em https://covid19.min-saude.pt/).

Finalmente, se não estiver sintomático, não tiver tido contacto com alguém com COVID-19 e o resultado do teste for negativo, então basta comunicar o resultado através do formulário eletrónico (a ser disponibilizado em https://covid19.min-saude.pt/), para efeitos estatísticos.

Veja também