Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Sofia Ramos
Sofia Ramos
25 Jul, 2018 - 11:17

Visitar Turim: tudo sobre a nova cidade de Cristiano Ronaldo

Sofia Ramos

Se vai visitar Turim, quem sabe não se cruza com Cristiano Ronaldo? Saiba o que ver, o que fazer e onde comer nesta cidade do norte de Itália.

Visitar Turim: tudo sobre a nova cidade de Cristiano Ronaldo

Com quase um milhão de habitantes, Turim fica no norte de Itália, sendo conhecida por ser a cidade de duas grandes marcas italianas: a FIAT e a Juventus. Mas assim que visitar Turim, verá que a capital do Piemonte, no sopé dos Alpes Italianos, é muito mais do que isso.

Ainda que os negócios da família Agnelli – a quem pertence tanto a marca automóvel como o clube de futebol – tenham um forte impacto na cidade, a verdade é que Turim tem uma história rica e um património artístico e cultural admiráveis, para além da sua bonita envolvente natural. De seguida, descubra as principais atrações, as atividades a não perder e o que deve provar na cidade de Turim onde, quem sabe, poderá cruzar-se com CR7.

As dicas essenciais para quem vai visitar Turim

Quando ir

A melhor época para visitar Turim (Torino, em italiano), é de abril a outubro, quando as temperaturas são mais amenas e convidativas. No verão, o termómetro poderá rondar os 30º C. Estando no norte de Itália, os invernos são bastante rigorosos, com frio e queda de neve.

As temperaturas baixas não são necessariamente más, se gostar de desportos de inverno. Sauze d’Oulx, Sestriere e Courmayeur são três estâncias na região de Turim onde poderá praticar ski, snowboard e outras atividades que exigem neve.

Como chegar

Se for diretamente de Portugal para Turim, aconselhamos que voe numa companhia aérea low-cost até Bérgamo e daí vá de comboio ou autocarro para Turim: são 182 km de distância. Se preferir, pode fazer este percurso com um carro alugado, mas lembre-se de que para além da gasolina, vai com certeza ter de desembolsar dinheiro para o estacionamento. Turim é uma cidade relativamente pequena e poderá andar quase sempre a pé.

O que ver

Sendo uma cidade com mais de 2000 anos, por onde passaram diferentes povos incluindo os pioneiros celtas, Turim guarda tesouros históricos de beleza e importância assinaláveis. Sabia que foi a primeira capital de Itália, declarada em 1861? Nos seus passeios pela cidade, não deixe de conhecer e visitar as seguintes atrações:

1. Palácio Real

palacio real turim

Serviu de residência aos nobres da Casa de Sabóia. Trata-se de um edifício com mais de três séculos, situado bem no coração da cidade. Durante a visita poderá maravilhar-se com as salas de baile e os aposentos majestosos e imaginar a vida elegante e faustosa daquelas épocas.

2. Torre Littoria

Construído entre 1933 e 1934 com o intuito de albergar o quartel-general do Partido Nacional Fascista de Mussolini (o que nunca chegou a acontecer) foi o primeiro arranha-céus da cidade, com um estilo de arquitetura racionalista e materiais inovadores para a época. Com uma presença indissimulável, em plena via Giovanni Battista Viotti, o prédio já teve várias alcunhas, incluindo “o telemóvel”.

3. Catedral de Turim

catedral turim

De dimensões e aspeto modesto, esta é a principal igreja católica da cidade, datando do século XV. O templo é famoso por acolher o Santo Sudário – lençol de linho onde Cristo terá sido embrulhado após a crucificação, e outrora pertencente à Casa de Sabóia. Este achado não está, no entanto, disponível ao público. Na Igreja de São Lourenço poderá ser apreciada uma cópia.

4. Mercado de Porta Palazzo

Com mais de 1000 vendedores, é um dos maiores mercados ao ar livre da Europa. Fruta, legumes, queijos, enchidos e não só: há também bancas de roupa, artigos para a casa, produtos de higiene e muito mais. Aos sábados, o mercado ganha ainda mais animação, com o mercado “das pulgas”: velharias, antiguidades e artigos em 2ª mão. Fica na Piazza della Repubblica.

5. Palazzo Madama

palazzo turim

Acolhe o acervo do Museu Cívico de Arte Antiga, mas o próprio edifício reveste-se de grande interesse artístico. Fica bem no centro de Turim, na Piazza Castello, e na verdade é um complexo de dois edifícios: o Palácio Madama, de estilo barroco, e a Casaforte degli Acaja, um edifício medieval. Fazem parte do conjunto das Residências de Sabóia, classificadas pela UNESCO como Património Mundial da Humanidade.

6. Museu Egípcio

De portas abertas desde 1824, é o museu sob a temática egípcia mais antigo do mundo, sendo considerado o mais importante a seguir ao museu egípcio do Cairo. Em exposição permanente estão cerca de 6.500 peças, incluindo alguns dos tesouros mais singulares daquela civilização, havendo sempre mostras temporárias (incluídas no bilhete). Biblioteca, loja e bar são espaços que encontrará neste museu, instalado num palácio da Via Accademia delle Scienze.

7. Museo Nazionale del Cinema

Um museu muito pouco museu, do ponto de vista do significado tradicional da palavra. Instalado num dos edifícios mais marcantes de Turim, Mole Antonelliana, o Museu Nacional do Cinema revela detalhes deliciosos da história mundial da Sétima Arte, com óbvio destaque para o cinema italiano. Não deixe de fazer a viagem no elevador panorâmico dos anos 60 e assim apreciar a paisagem do alto deste edifício neoclássico.

8. Estádio e Museu da Juventus

juventus

A viagem à cidade que ficará ligada para sempre à carreira de Cristiano Ronaldo não ficará completa sem uma passagem pela Juve (ler “iuve”). E se já ouviu os jornalistas chamarem ao clube de “Vecchia Signora”, nós explicamos-lhe porquê.

Tal deve-se ao facto da família Agnelli ter comprado a Juventus, em 1923, quando esta atravessava uma grave crise financeira. Na altura, os aristocratas abastados da cidade, nos quais se incluíam os Agnelli, eram conhecidos como os “velhos senhores” e a expressão acabou por se colar também à equipa de futebol.

A Juventus Football Club é o maior emblema do futebol italiano, com mais títulos e taças alcançadas. Uma história recheada de emoção, que poderá conhecer ao visitar o Allianz Stadium e o Museu. São apenas 20 minutos de carro desde o centro histórico da cidade ao coração do clube também apelidado de “bianconero” (alusão às cores do equipamento).

9. Museo dell’Automobile di Torino

Sabia que a sigla FIAT vem de “Fabbrica Italiana Automobili Torino”? Pois é, a centenária marca italiana, a que hoje em dia se juntam muitas outras numa enorme empresa multinacional, nasceu em Turim em 1899, pelas mãos de Giovanni Agnelli.

A cidade desenvolveu-se ao ritmo da indústria automóvel e este Museu faz-lhe o tributo merecido de uma forma atrativa e entusiasmando os visitantes, sobretudo os apaixonados pelo mundo automóvel. Só carros expostos, são quase 200. Se visitar Turim, não perca a oportunidade de conhecer museu fundado em 1932.

O que fazer

Para além das visitas que já sugerimos, há uma série de experiências a não perder ao visitar Turim, desde logo as ligadas à irresistível gastronomia italiana.

1. Provar a Nutella original

A receita na base da famosa Nutella nasceu em Turim. O creme de chocolate e avelãs dá pelo nome original de gianduia e consiste em 70% de chocolate e 30% de avelãs, fruto de um racionamento de cacau imposto por Napoleão no início do século XIX. Os bombons mais famosos estão na chocolataria Guido Gobino, na Via Lagrange.

2. Beber um Bicerin

bicerin

Estando no Norte, as pessoas de Turim vivem invernos rigorosos. Para ajudar a combater o frio e oferecer um conforto indulgente aos seus clientes, o café Al Bicerin, fundado desde 1763, inventou uma bebida quente feita com café, chocolate e espuma de leite, batizada com o nome do local: bicerin, que em piemontês significa “copo pequeno”.

Hoje pode degustar-se esta bebida, que foi elogiada por vários ilustres ao longo do tempo, como Picasso, Ernest Hemingway ou Umberto Eco, em vários pontos da cidade. Sugerimos, no entanto, que a saboreie no clássico Al Bicerin, na Piazza della Consolata.

3. Visitar o Caffé Fiorio

O Caffé Fiorio um dos mais antigos da cidade, a funcionar desde 1780 na via Pó. Para além deste espaço histórico, que vale a pena espreitar, hoje em dias há várias gelatarias Fiorio na cidade. O gelado mais pedido é, compreensivelmente, o de gianduia, para muitos o melhor gelado da cidade.

4. Caminhar ao longo do rio Pó

turim

Com uma extensão de 652 km, o Pó é o maior rio italiano, atravessando as regiões do Piemonte, da Lombardia e do Veneto, desaguando no Mar Adriático. Com as suas seis pontes, é um elemento fundamental da paisagem de Turim e merece que se passeie ou pedale, ao longo das suas margens.

Visitar Turim: onde comer

Del Cambio
Se procura alta cozinha e tem um bom orçamento para refeições – ainda que não tão generoso como o de CR7 – o Del Cambio é uma das melhores opções, ostentando uma Estrela Michelin.

Mollica
Para refeições rápidas e económicas, o Mollica é considerado um dos melhores restaurantes de Turim.

50 Teglie
Procura pizzas? O 50 Teglie é um dos mais recomendados para este prato incontornável da cozinha italiana.

Visitar Turim: onde dormir

Starhotels Majestic
Hotel de 4 estrelas muito central, o Starhotels Majestic fica 200 m da estação ferroviária Porta Nova. Quartos confortáveis e bem decorados. O pequeno-almoço é buffet, mas veja se está incluído no preço.

Bamboo EcoHostel

Descontraído e com uma filosofia de turismo sustentável, o Bamboo oferece uma ótima relação qualidade-preço. O pequeno-almoço faz parte das tarifas e inclui produtos biológicos. Não está no coração histórico de Turim, mas está bem servido de autocarros.

Apartamento Cozy Central

Este apartamento acolhe até 4 pessoas e tem wi-fi gratuito. Está bem situado, a poucos minutos a pé do mercado Porta Palazzo. Próximo fica também o “Quadrilátero Romano”, zona com bares e restaurantes.

E onde vai dormir Ronaldo?

Por último, dizemos-lhe onde Cristiano Ronaldo irá morar, caso queira tentar a sorte de avistar o craque quando visitar Turim. O bairro residencial Borgo Po é o mais elegante e exclusivo da cidade e será aqui que o craque português irá viver, numa luxuosa mansão que já foi de Zinedine Zidane. Terá como vizinhos outros jogadores da Juventus e membros da família Agnelli.

Veja também: