Ana Graça
Ana Graça
15 Nov, 2021 - 11:00

Vitamina C: já ingeriu a dose recomendada hoje?

Ana Graça

A vitamina C é um nutriente essencial, que não pode ser produzido pelo nosso organismo. Importa, então, conhecer quais os alimentos ricos em vitamina C.

Laranjas como fonte de vitamina c

Atribuímos o nome de vitamina C ao ácido ascórbico, substância que em excesso pode provocar complicações de saúde, como por exemplo formação de pedras nos rins ou distúrbios gastrointestinais, e cuja carência pode estar na origem da fragilidade capilar, de hemorragias, de fadiga, mal-estar ou do escorbuto.

A importante função das vitaminas

As vitaminas são nutrientes indispensáveis ao bom desenvolvimento e funcionamento do nosso corpo, no entanto, o nosso organismo não tem a capacidade de as sintetizar (pelo menos à grande maioria delas), daí que tenhamos que assegurar a sua ingestão através da alimentação ou da suplementação.

São essenciais para a nossa vitalidade e estão envolvidas em inúmeros processos, desde a formação de ossos e tecidos, à proteção do sistema imunitário e à transferência e armazenamento de energia. Para além disso, cada vitamina desempenha funções específicas e o excesso de determinada vitamina não compensa de maneira alguma a carência de outra vitamina.

Podemos dividir as vitaminas em 2 grandes grupos.

1. Vitaminas lipossolúveis (solúveis em gordura / lípidos): vitamina A, D, E, K;

2. Vitaminas hidrossolúveis (solúveis em água): vitamina C e vitaminas do complexo B.

A importância da vitamina C

Como vimos, todas as vitaminas são importantes e cada uma desempenha funções específicas e relevantes, e a vitamina C não é exceção.

A vitamina C é fundamental ao nível da

  • produção e manutenção do colagénio;
  • manutenção da integridade dos vasos sanguíneos;
  • correta absorção do ferro;
  • ação antioxidante;
  • combate às infeções;
  • dentes e gengivas saudáveis;
  • cicatrização dos tecidos;
  • síntese de várias hormonas e neurotransmissores importantes;
  • metabolismo do ácido fólico.

carência de vitamina C pode trazer inúmeras consequências negativas para a saúde e alguns dos sintomas do seu défice são: pele seca; dor corporal generalizada; fadiga; exaustão; irritabilidade; dificuldades de cicatrização; enfraquecimento e queda de cabelo; infeções recorrentes.

15 alimentos ricos em vitamina C

alimentos ricos em vitamina c

Não há dúvidas de que as melhores fontes de vitamina C são os legumes e a fruta, que devem fazer parte da nossa alimentação diária.

Veja 15 fontes ricas em vitamina C, que são fáceis de incluir na dieta alimentar:

  1. couve-flor;
  2. tomate;
  3. morangos;
  4. kiwis;
  5. brócolos;
  6. acerola;
  7. pimento;
  8. batata;
  9. goiaba;
  10. papaia;
  11. melão;
  12. hortaliças e legumes de folha verde;
  13. laranja;
  14. limão;
  15. clementina.

Suplementos vitamínicos

A maioria das pessoas consegue obter a quantidade necessária de vitamina C através da adoção de uma alimentação saudável, rica em fruta e legumes. No entanto, quando o organismo não é capaz de obter as vitaminas de forma natural, a suplementação, quando recomendada pelo médico, pode ajudar.

Suplementos vitamínicos são produtos de venda livre, disponíveis sob a forma de comprimidos convencionais, efervescentes e mastigáveis, xaropes, pós, granulados, cápsulas, gotas e ampolas, tomados como complementos à alimentação. O objetivo principal da toma de suplementos passa por corrigir deficiências nutricionais que possam existir.

O uso de suplementos com vitaminas e minerais é cada vez mais frequente, no entanto, alguns estudos têm mostrado que os grandes consumidores destes suplementos são pessoas com um estilo de vida mais saudável, mais preocupadas e informadas e que, por isso, poderão estar a consumidor estes suplementos sem necessidade da suplementação.

Apesar da generalidade das pessoas obter a dose diária necessária através de uma alimentação variada e equilibrada, habitualmente os médicos recomendam que as mulheres aumentem a ingestão de vitamina C durante a gravidez, bem como no período de lactação. Os suplementos de vitamina C podem também ser recomendados num período pós-operatório ou durante o tratamento de feridas superficiais, contribuindo para a cicatrização e para a prevenção de infeções.

Veja também