Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Fernanda Silva
Fernanda Silva
17 Jun, 2016 - 09:00

Ministério da Saúde garante mais 338 médicos de família até julho

Fernanda Silva

O objectivo do Governo é dar resposta a mais de 600 mil utentes que vivem nas regiões com maior carência de médicos de família.

Ministério da Saúde garante mais 338 médicos de família até julho

{%%affiliation_html_713%%} O Ministério da Saúde abriu 338 vagas para contratar jovens médicos de família. O concurso, que já foi publicado em Diário da República, vai decorrer rapidamente. Os especialistas devem começar a trabalhar em julho.

A cada um destes novos médicos de família vai ter atribuída uma lista de 1900 utentes. No total, devem dar resposta a 642.200 doentes inscritos nos centros de saúde.

Cerca de metade do total das vagas é para a zona de Lisboa e Vale do Tejo. Só nesta região há mais de 700 mil utentes sem médico. Os Agrupamentos de Centros de Saúde (ACES) com mais vagas a preencher são o de Sintra (19 vagas), do Alto Tâmega (17), do Estuário do Tejo, de Loures-Odivelas e do Algarve II Barlavento (todos com 15 vagas). Depois são necessários 14 clínicos nos ACES do Pinhal Litoral, de Almada Seixal, do Arco Ribeirinho, da Arrábida e do Algarve I Central.

A este concurso podem concorrer todos os médicos com grau de especialista na área de Medicina Geral e Familiar que não tenham uma relação jurídica de emprego por tempo indeterminado com serviços do Estado.

O Governo acredita que vai ser possível atribuir médicos de família a todos os portugueses até ao final da legislatura.

Consulte o despacho publicado em Diário da República com todas as vagas aqui.

Veja também: