Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Catarina Milheiro
Catarina Milheiro
12 Dez, 2019 - 10:39

A Maior Lição do Mundo: o programa para as escolas

Catarina Milheiro

Saiba quais são os objetivos do programa da UNICEF para as escolas, intitulado de “A Maior Lição do Mundo”.

A Maior Lição do Mundo

A Maior Lição do Mundo é uma iniciativa internacional que incentiva os jovens a reduzir a desigualdade.

Ou seja, através dos jovens e crianças, esta iniciativa pretende clarificar a consciencialização do papel que cada um deve ter na sociedade, chamando a atenção para uma cidadania mais ativa e contribuindo para um mundo menos desigual, mais seguro e mais sustentável.

A Maior Lição do Mundo é uma iniciativa do “Projeto Everyone”, à qual se associam organizações como a UNICEF e a UNESCO, assim como diversas personalidades a nível mundial.

Tendo em consideração a agenda global da Organização das Nações Unidas (ONU) até 2030, os representantes dos 193 estados-membros aprovaram, na Assembleia-Geral, em setembro de 2015, 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), com metas bastante claras e orientadas para um modelo de governação global.

Claro está que, este modelo de governação global é ajustado às prioridades de cada país. No entanto, tem como finalidade a melhoria da condição de vida das populações, a erradicação da pobreza, a proteção do ambiente e a promoção da prosperidade.

E para que estes objetivos sejam concretizados, não basta que estejam somente envolvidos os agentes decisores. É também necessário que se contemple o envolvimento dos cidadãos, especialmente das camadas mais jovens, tendo em conta que a comunidade escolar é o ponto de partida para a divulgação, incentivo e inspiração da nova agenda global.

A MAIOR LIÇÃO DO MUNDO EM PORTUGAL: OBJETIVO E VALORES ASSOCIADOS

crianças e ambiente

Promovida em Portugal pelo Comité Português para a UNICEF e pela Direção Geral de Educação, A Maior Lição do Mundo pretende reunir esforços para desenvolver esta iniciativa e envolver o maior número de crianças a viver em Portugal.

Desta forma, é então lançado o desafio às escolas, uma vez que o grande objetivo de A Maior Lição do Mundo é incentivar os alunos e professores a desenvolver projetos que estimulem comportamentos ambientalmente sustentáveis e mobilizem a comunidade escolar para a resolução de problemas a nível local. 

E para que seja possível apoiar a elaboração de projetos e a abordagem das temáticas relacionados com o desenvolvimento sustentável, como são as alterações climáticas, foram desenvolvidos planos de aulas e outro tipo de materiais pedagógicos como:

  • Um vídeo de animação e um livro de banda desenhada;
  • Planos de aula, que poderão ser adaptados consoante a idade e o nível de educação e ensino;
  • Recursos adicionais de apoio aos docentes (planos de aula sobre temas específicos dos ODS, outros filmes e imagens, …).

Como já referimos, a agenda que vai orientar o desenvolvimento das sociedades nos próximos 15 anos é composta por 17 objetivos, sendo eles:

  1. Erradicar a pobreza;
  2. Acabar com a fome;
  3. Vida saudável;
  4. Educação de qualidade;
  5. Igualdade de género;
  6. Água e saneamento;
  7. Energias renováveis;
  8. Trabalho digno e crescimento económico;
  9. Inovação e infraestruturas;
  10. Reduzir as desigualdades;
  11. Cidades e comunidades sustentáveis;
  12. Produção e consumo sustentáveis;
  13. Combater as alterações climáticas;
  14. Oceanos, mares e recursos marinhos;
  15. Ecossistemas terrestres e biodiversidade;
  16. Paz e justiça;
  17. Parcerias para o desenvolvimento.

Estes novos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), focalizam-se nas pessoas, nos direitos humanos e na resposta às crescentes desigualdades sociais, englobando ainda questões centrais como a segurança, a paz, e as alterações climáticas.

Como se pode verificar, trata-se de uma agenda ambiciosa, que deverá ser implementada por todos os países nos próximos 15 anos.

A quem se destina esta iniciativa

A Maior Lição do Mundo é uma iniciativa que destina dar a conhecer a crianças dos 3 aos 18 anos, de forma lúdica e interativa, os novos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Desde o pré-escolar até ao secundário, qualquer escola pode desenvolver uma iniciativa com vista aos ODS.

Esta iniciativa começa no início de cada ano letivo e as escolas interessadas devem promover uma sessão de abordagem com a presença de alunos e professores, onde se debatem as ideias a desenvolver ao longo do ano letivo e de acordo com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável selecionados, fomentando um trabalho de continuidade.

Dependendo do projeto educativo, existe a flexibilidade das escolas trabalharem com os alunos outras temáticas relacionadas com os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

Além disto, os trabalhos não têm limite de alunos participantes e podem ainda ser apresentados na presença de um formulário próprio e nas mais variadas formas. Textos, reportagens, jogos didáticos, postais, exposições e trabalhos multimédia são alguns dos exemplos dos suportes onde os alunos poderão expressar as suas vontades de mudar o mundo e tornar este planeta mais sustentável e equilibrado.

Onde já está implementada em Portugal

Ao longo do último ano letivo foram submetidos inúmeros trabalhos, sendo que a UNICEF selecionou os 15 que melhor definem e refletiam a temática pedida, indo ao encontro da agenda global e com vista às boas práticas.

Estes trabalhos foram divididos por faixas etárias e resultaram na seleção de 5 trabalhos por categoria:

  • Na categoria pré-escolar – o Colégio Paulo VI, em Gondomar, envolveu 23 crianças da sala dos 4 anos. Abordando o tema “Um por todos e todos por um”, este grupo trabalhou competências na defesa dos direitos das crianças e no desenvolvimento mais sustentável, favorecendo o trabalho com as famílias e a comunidade local;
  • Na categoria de 1º e 2º ciclos – a Academia de Música e Belas Artes Luísa Todi, em Setúbal, trabalhou o bullying com cerca de 22 alunos do quarto ano. O projeto  de nome “Estás a olhar para onde?!?: Agir contra o Bullying” levou à concretização de um jogo de tabuleiro, desenvolvido em contexto educação para a cidadania, obrigando a uma reflexão acerca da violência verbal, física e emocional.
  • Na categoria de 3º ciclo e secundário – o Agrupamento de Escolas em Constância, trabalhou com 31 alunos do 11º ano e 20 alunos do 12º ano, em pleno exercício de cidadania ativa. Desenvolveram uma atividade de reflexão em volta dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, conseguindo ainda formular propostas de melhoria a implementar na escola, bem como iniciativas contributivas para a sustentabilidade do planeta. Tendo em conta o tipo de atividade proposta e realizada, o envolvimento da comunidade escolar tornou-se fundamental para a disseminação das ideias, com recurso a metodologias ativas e tendo como referências a Estratégia Nacional de Educação Para a Cidadania e o Referencial Aprender com a Biblioteca Escolar.
Veja também