Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Isadora Freitas
Isadora Freitas
30 Abr, 2018 - 11:41

Aldeias do Xisto de Góis: 4 lugares plenos de beleza e tradição

Isadora Freitas

As Aldeias do Xisto de Góis são quatro lugares de uma beleza singular onde poderá celebrar as tradições da região e abraçar actividades felizes e variadas.

Aldeias do Xisto de Góis: 4 lugares plenos de beleza e tradição

São quatro as Aldeias do Xisto de Góis, no distrito de Coimbra, que integram o grupo da Serra da Lousã: Aigra Nova, Aigra Velha, Pena e Comareira. Parte de um cenário de uma beleza natural extraordinária, estas aldeias são espaços onde as tradições da região permanecem vivas e onde a tranquilidade do campo se cola à pele (e à alma) de quem as visita. Faça-se à Região Centro e descubra as singularidades destas aldeias com construções em xisto e gentes de uma simpatia genuína e contagiante.

As 4 Aldeias do Xisto de Góis

1. Aldeia do Xisto de Aigra Nova

Aldeias do Xisto de Góis

Fonte: ADXTUR-Danilo Pavone

Construída à base de xisto e dividida em três pequenas ruas, Aigra Nova fica situada no concelho de Góis. São várias as hortas, o gado e as actividades que irá encontrar nesta aldeia serena, que promete levá-lo a celebrar, de forma activa, as tradições da região. Visite o Ecomuseu das Tradições do Xisto, com vários núcleos que o farão regressar às raízes, e espreite ainda a loja de Aigra Nova, onde encontrará uma vasta selecção de produtos e sabores genuínos.

2. Aldeia do Xisto de Aigra Velha

Aldeias do Xisto de Góis

Fonte: ADXTUR-Danilo Pavone

Sendo a Aldeia do Xisto que se encontra a maior altitude, Aigra Velha é uma aldeia próxima dos cumes da belíssima Serra da Lousã onde se sentirá em plena comunhão com a natureza. Rodeada por terrenos agrícolas e uma vasta área de pastoreio, é uma aldeia com História e várias histórias, como as de caravanas de comerciantes que pernoitavam na aldeia. Perca-se por entre as casas de xisto, aninhadas numa paisagem verdejante, e aproveite para visitar o Parque Florestal da Oitava e a Ribeira da Pena.

3. Aldeia do Xisto da Pena

Aldeias do Xisto de Góis

Fonte: ADXTUR-Danilo Pavone

Plena de construções que conjugam o xisto com o quartzito e guardada por um castanheiro com séculos de História, a Pena é uma das quatro aldeias pertencentes à Rede das Aldeias do Xisto de Góis. Erguida ao longo de um promontório, a aldeia, que faz da água da ribeira um dos seus maiores tesouros, parece desafiar, de forma sublime, a gravidade. O casario estende-se num equilíbrio que aparenta ser frágil mas que, na verdade, faz da Pena uma aldeia de uma beleza singular. Não muito longe, irá encontrar os Penedos de Góis, que alcançam o seu ponto mais alto aos 1040 metros, de onde se podem avistar a Serra da Estrela e a Serra do Açor.

4. Aldeia do Xisto da Comareira

Aldeias do Xisto de Góis

A Comareira, feita de casas que se aninham carinhosamente umas nas outras, é a mais pequena da rede e o ponto de partida perfeito para explorar a região. Soalheira e com uma paisagem que inspira serenidade, é uma Aldeia do Xisto a não perder no concelho de Góis. Aproveite para se refugiar numa das casas de campo que aqui se encontram e abrace, sem pressa, a tradição e a natureza que tornam a Comareira tão especial. Verá que a simpatia das gentes locais é ímpar e, até, contagiante.

Caminho do Xisto das Aldeias de Góis: uma experiência a não perder

Aldeias do Xisto de Góis

Para conhecer, de forma activa, as quatro Aldeias do Xisto de Góis, sugerimos que parta num percurso pedestre circular que as une atarvés de uma vereda tradicional. Com 9,2 quilómetros, este Caminho do Xisto poderá ter início em vários pontos mas, ao partir de Aigra Nova, irá subir o caminho antigo, passando pela Fonte dos Bois, onde hoje em dia os pastores ainda levam os rebanhos a beber água. Segue-se a aldeia de Aigra Velha e, depois, a Ribeira da Pena, onde, com sorte, poderá vislumbrar uma lontra.

Ao percorrer uma levada pela ribeira abaixo, chegará à Aldeia da Pena, que se encontra junto ao Penedo da Abelha, conhecido pelas suas paredes de escalada. De seguida, irá subir a encosta, passando por formações rochosas de grande interesse, e, uma vez no topo, em dias de céu limpo, poderá avistar a Serra da Estrela. Segue-se uma descida feliz e descontraída até à Aldeia do Xisto da Comareira, onde poderá respirar fundo no miradouro e absorver a paisagem. Para regressar a Aigra Nova, basta voltar a subir. Prometemos: serão quatro horas de puro deslumbre.

Onde ficar

Ninho da Coruja, Casa de Campo da Comareira

Aldeias do Xisto de Góis

“No topo da serra com vista para o mundo”, o Ninho da Coruja é um estúdio no piso superior da Casa de Campo da Comareira onde encontrará uma cozinha equipada, uma sala, um quarto com cama de casal e uma casa de banho. Com uma energia saudável e inspiradora, é o sítio ideal para ficar quando à descoberta das Aldeias do Xisto de Góis.

Preço por noite (2 hóspedes, pequeno-almoço incluído): 60€ Ver alojamento em bookinxisto.com/pt >>

Prado do Corço, Casa de Campo da Comareira

Aldeias do Xisto de Góis

Já no rés do chão da Casa da Comareira, o Prado do Corço é um quarto de casal com casa de banho privativa e um terraço onde os visitantes são presenteados com uma vista de cortar respiração.

Preço por noite (2 hóspedes, pequeno almoço incluído): 45€ Ver alojamento em bookinxisto.com/pt >>

Toca da Raposa, Casa de Campo da Comareira

Aldeias do Xisto de Góis

A Toca da Raposa é também um quarto de casal com casa de banho privativa e um terraço com uma vista soberba. Simples e comóda, é perfeita para quem procura recuperar energias no campo, seja ao contemplar a paisagem ou ao provar as várias delícias servidas de manhã.

Preço por noite (2 hóspedes, pequeno almoço incluído): 45€ Ver alojamento em bookinxisto.com/pt >>

Veja também: