David Afonso
David Afonso
30 Nov, 2023 - 10:08

Vai alugar um carro estas férias? Saiba os cuidados a ter

David Afonso

Se está a pensar alugar um carro para as férias ou para um fim de semana de passeio, saiba todas as situações a que deve estar alerta.

viagem de férias após alugar um carro

Se tem por hábito alugar um carro durante as férias, então sabe que existem cláusulas muito específicas no contrato de aluguer de qualquer veículo e que requerem que tenha alguns cuidados extra.

No entanto, o aluguer pode ser uma solução para quem procura não só uma viatura para uma viagem de aventura e descoberta, mas também para quem tem uma família numerosa e precisa de espaço para acomodar toda a gente.

A verdade é que até uma autocaravana pode alugar para as suas férias, criando uma nova experiência que, certamente, todos vão adorar.

Mas se está mesmo a pensar alugar carro estas férias, lembre-se também que há alguns cuidados a ter para que não acabe com um peso extra na carteira.tenha em atenção estes estes seguintes cuidados.

Alugar um carro: cuidados a ter

homem a analisar carro

Como já referimos, alugar carro é uma excelente opção para quem quer conhecer uma região, onde a rede de transportes não existe ou é bastante cara.

Nas férias em família, o conforto de ter o próprio carro compensa os custos de uma fraca rede de transportes.

Contudo, nada como evitar despesas e dores de cabeça antes e depois deste processo. Para o fazer, existem cuidados a ter com carros alugados que devemos ter em conta. Os principais são:

Pesquisa e análise

Para não ficar às escuras no mercado do rent-a-car, nada como pesquisar diferentes empresas e comparar condições, documentos necessários e preços.

E porquê? Porque por vezes podem existir extras escondidos, bem como cláusulas que não surgem na informação online.

Podem também, por exemplo, existir taxas extra pelo levantamento no aeroporto, idade do condutor e até pela entrega do automóvel.

Cobertura do seguro

Depois de definir os prós e os contras de todas as agências de rent-a-car, avance para o pedido de aluguer.

Ao assinar o contrato, verifique novamente as coberturas de seguro. Em caso de acidente, esta será sempre uma arma para futuros reembolsos.

Por norma, compensam seguros de acidentes pessoais, que é a única forma de cobrir custos no caso de acidente no transporte de passageiros além do condutor. Se possível, opte então por um seguro completo.

O que fazer em caso de acidente

Este é outro dos cuidados a ter com carros alugados muito importante. A salvaguarda é fundamental em casa de uma situação menos positiva.

O conselho a seguir será sempre, no momento em que fica com o carro, aponte os respetivos pontos de contacto.

Assim, assegura que tem sempre um contacto disponível para falar quando se vir numa situação mais complicada.

Revisão Inicial

Antes de sair da agência, o melhor mesmo é fazer um pequeno test-drive. Verifique sempre as condições do carro (interior, exterior, pneu suplente, estado das luzes, etc.) e ao entregar o carro peça sempre uma fotocópia do estado do veículo para se defender em caso de litígio.

Não aceite um “já sabemos que estava assim com esse risco, não se preocupe”.

O automóvel tem de estar coberto por um seguro de responsabilidade civil, contratado pela empresa. Daí a importância de verificar o estado do carro quando lhe é entregue.

Levantamento e entrega do carro

Assegure-se de que o modelo contratado está disponível. Caso contrário, a empresa deve apresentar um da mesma gama ou superior, sem cobrar mais por isso.

Por outro lado, para a entrega certifique-se que tudo fica registado e saiba qual o posto de entrega. Antes de devolver, tenha em atenção o estado do carro. Até pode tirar fotos ou fazer um vídeo, para comprovar que o deixou em boas condições.

Além destes cuidados mais gerais, e antes de tomar qualquer decisão, deve ter em conta ainda os seguintes pontos:

  • Características da viatura: garanta que todos os extras estão presentes. Não se contente com uma gama inferior à que escolheu;
  • Combustível: entrega do veículo com o depósito cheio. Certifique-se que fica logo estabelecido à partida e fica registado na altura de assinar o contrato;
  • Modalidades da caução: quantia e prazos de pagamento;
  • Condições de cancelamento da reserva: por norma, as letras pequenas ajudam neste ponto;
  • Penalizações: consequências definidas pela empresa;
  • Método de pagamento: existem empresas que obrigam a pagar taxas pela forma de pagamento escolhida;
  • Preços: apesar de todas as informações anteriores podem existir empresas com preços finais mais atrativos;
  • Excesso de carga: por norma, tem um custo à parte. Se vai precisar de assentos elevatórios ou de cadeiras de bebé, faça as contas ao custo do aluguer;
  • Número de quilómetros: tenha atenção ao tipo de contrato que faz com a agência. Por vezes, o número de quilómetros pode ser limitado.

Muito sucintamente, o que deve fazer quando aluga um carro é salvaguardar letra a letra para ficar com tudo registado.

Veja também

Artigos Relacionados