Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
João Abreu
João Abreu
27 Nov, 2018 - 00:00

Animais no motor do carro: o que fazer e quais os perigos

João Abreu

Os pequenos compartimentos são locais ideais para obter proteção do frio e vento, por isso é frequente encontrar animais no motor do carro. Saiba o que fazer.

Animais no motor do carro: o que fazer e quais os perigos

Pode parecer algo absurdo, mas na verdade com a chegada de dias frios e chuvosos, o motor do seu carro acaba por tornar-se num refúgio perfeito para pequenos animais de rua, como ratos e gatos, se abrigarem. O inverno é a altura do ano em que deve estar mais atento a este fenómeno e procurar tomar algumas medidas preventivas, caso encontre animais no motor do carro.

 Para que esta situação não seja prejudicial nem para o seu veículo, nem para os animais, conheça os perigos inerentes a este “alojamento indesejado” e saiba como proceder.

Animais no motor do carro: saiba como proceder

gato no interior do carro

Quais os perigos de ter animais no motor do carro?

Ao passo que no verão o problema é o oposto – os animais abrigam-se na sombra do seu carro ou junto às rodas, locais aos quais também deve prestar especial atenção -, no inverno, o problema pode ser um tanto mais grave, uma vez que pode conduzir a desfechos tristes e trágicos.

No inverno, o calor do motor do carro torna-o num abrigo atrativo, por ser um local quente e de fácil acesso nos dias mais frios, quer para felinos, quer para outros animais. O problema é que este “abrigo improvisado” pode ser perigoso, quer para o seu motor, quer para os próprios animais, podendo traduzir-se muitas vezes na morte do animal, que pode ser vadio, mas também pode ser seu ou de algum dos seus vizinhos.

Em alguns casos, o simples facto do condutor virar a chave na ignição, pode provocar a morte do animal – pelo movimento da correia -, assim como pode, simultaneamente, causar danos no motor.

Para que o seu dia não fique estragado, nem saia traumatizado duma situação deste género, há uma lista de tarefas que deve colocar em prática para se precaver.

O que fazer se tiver animais no motor do carro: 6 medidas

Antes de saber o que fazer se tiver animais no motor do carro, importa perceber se efetivamente tem animais no motor do mesmo. Para tal, siga as seguintes indicações:

  1. Levante o capot do carro e faça uma vistoria: se possível, abra o capot do carro antes de o colocar em funcionamento e faça uma pequena vistoria para averiguar se há animais no motor do carro;
  2. Bata no capot, de forma a afugentar possíveis “moradores”: se, por algum motivo, não lhe for possível verificar diretamente por dentro do capot do carro, quer por mau tempo ou outra questão, como medida de precaução, dê umas quantas palmadas no capot. O barulho poderá ser fulcral para assustar e expulsar os “moradores”;
  3. Buzine antes de iniciar a condução: uma “buzinadela” reforça a tarefa de afugentar animais que estejam no motor do carro;
  4. Abra e feche repetidamente o capot: a melhor forma de expulsar um animal deste compartimento é a combinação entre o barulho e a movimentação resultantes da abertura e fecho do capot. O animal ficará assustado e sairá por si mesmo;
  5. Analise o painel de instrumentos: fique sempre atento às luzes do painel de instrumentos do seu carro, nomeadamente aos ícones do airbag, travões e ABS. Estes sinais podem indicar que algum tubo ou fio foi atacado ou desviado do sítio;
  6. Chame pelo seu amigo de 4 patas: se por norma guarda o carro na garagem de sua casa e tem animais domésticos como cães ou gatos que sejam de pequeno porte, então pode eventualmente chamar por eles, certificando-se que estão em segurança e, assim, partir para a sua viagem tranquilamente.

Como evitar ter animais no motor do carro em 3 passos

O frio das ruas torna o calor do motor do seu carro num local aconchegante e apelativo. Contudo, se não quer ter visitantes de 4 patas ou outros, perceba como pode evitar que o seu veículo atraia animais.

  • Limpe frequentemente o interior do seu carro: aspire pequenas migalhas e deite fora restos de comida ou, mesmo, embalagens vazias de comida com algumas migalhas que tenham sobrado, pois o simples cheiro a comida atrai bichos, quer sejam insetos, quer sejam animais de pequeno porte;
  • Se na sua garagem – ou onde quer que guarde o carro – armazenar ração animal, certifique-se sempre que deixa as embalagens e caixas fechadas. Assim como se costuma deixar um prato com ração perto do seu carro para os seus animais domésticos, verifique sempre que este fica vazio e sem nenhum resto de comida que possa atrair outros bichinhos para junto do seu carro;
  • Feche bem a sua garagem, de forma a ficar 100% certo de que nenhum animal lhe possa ter acesso.

Veja também: