Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Catarina Reis
Catarina Reis
29 Mai, 2018 - 12:13

Áreas com menos saída profissional: saiba quais são

Catarina Reis

O fim do ano letivo está aí à espreita, assim como as provas nacionais. É a pensar nisso que apresentamos neste artigo as áreas com menos saída profissional.

Áreas com menos saída profissional: saiba quais são

Se vai escolher um curso, deve estar bem informado sobre quais as áreas com menos saída profissional. Não que este fator deva ser o único a ter em conta no momento de escolher – acreditamos que deve orientar-se pelos seus interesses e talentos. Mas informação nunca é demais!

Vai escolher um curso? Saiba quais são as áreas com menos saída profissional

areas com menos saida profissional

Numa altura em que os indicadores referem que a taxa de desemprego em Portugal está progressivamente a diminuir, as considerações sobre os níveis de empregabilidade dos diferentes cursos continuam a influenciar decisivamente as escolhas dos jovens no fim do 12.º ano. Mesmo estando a atravessar um momento de otimismo e crescimento, convém distinguir as áreas que serão apostas seguras em termos de empregabilidade daquelas que apresentam o risco de oferecer fracas oportunidades de trabalho.

Riscar algumas áreas da lista por terem fraca empregabilidade poderá ser o primeiro passo para se focar nas que lhe interessam.

Aspetos a ter em conta na escolha dos cursos

É chegada aquela altura do ano em que os pensamentos dos estudantes se direcionam para a escolha das suas áreas de estudos pós-secundárias.  Apesar de esta escolha não ser definitiva, pois é sempre possível mudar de curso, reveste-se de grande importância e responsabilidade. Por isso, nunca é demais recomendar aos jovens que invistam no seu autoconhecimento, contactando o psicólogo escolar ou outros serviços de consulta psicológica vocacional e de carreira.

Na verdade, há muitos mais fatores a ter em conta do que apenas a informação sobre as áreas com menos saída profissional: os talentos, competências, interesses e ambições de cada um!

Ver 4 dicas para saber como escolher o curso superior >>

Quais são então as áreas com menos saída profissional?

Aqui lhe apresentamos as áreas menos procuradas no mercado de trabalho.

  • Educação: a educação é atualmente a área que apresenta reduzidas saídas profissionais, registando no total o valor de 8,6% de taxa de desemprego.
  • Belas Artes: seguidamente temos a área das artes, com 7,6% de taxa de desemprego. Tal não é uma surpresa, visto que se trata de um setor ainda fortemente negligenciado pelas entidades estatais, ainda consumido por um grau de precariedade alto;
  • Humanidades (e Línguas): embora a lista de saídas profissionais nesta área seja muito numerosa, passando pelos vários setores da ciência da informação, comunicação em todas as suas múltiplas vertentes, direito, jornalismo (entre outras), a verdade é que as estatísticas indicam que existe um nível baixo de saídas profissionais;
  • Banca:  a reputação do setor da banca tem sofrido duros golpes; por essa razão e como consequência da crise económica mundial, o setor atravessa um período de reestruturação, com centenas de postos de trabalho em risco de desaparecer;
  • Ciências Sociais: as ciências sociais com saídas profissionais ao nível dos cuidados pessoais, como a psicologia, a educação social, o serviço social têm registado baixos níveis de empregabilidade. Estes profissionais ainda se debatem pela conquista do seu espaço no mercado de trabalho.

Veja também: