Publicidade:

Anúncios chegam ao WhatsApp já em 2020

Não é uma alteração unânime para os utilizadores, mas a verdade é que o WhatsApp vai passar a ter anúncios de publicidade como o Instagram e Facebook.

Anúncios chegam ao WhatsApp já em 2020
A aplicação vai passar a ter publicidade

O WhatsApp é um dos serviços mais utilizados hoje em dia em todo o mundo por permitir conversas gratuitas entre utilizadores. Depois de ser comprado pelo Facebook, foram várias as alterações anunciadas e a mais recente é a inclusão de anúncios publicitários na aplicação.

A publicidade chega também ao WhatsApp


whatsapp

Quando foi lançado, uma das promessas do WhatsApp baseava-se no facto de ser tão diferente de outras publicações, sobretudo por não ter espaço para publicidade – que, de resto, se encontra atualmente espalhada por toda a Internet.

No entanto, a promessa inicial não se manteve, até porque tudo indica que os anúncios chegam à aplicação em 2020. A notícia foi confirmada pelo Facebook, atual detentor do serviço de conversas, na sua Marketing Summit anual – que, este ano, aconteceu em Roterdão.

Ao contrário do que acontece em apps como o Instagram ou Facebook, onde anúncios são incluídos no feed de notícias e nas stories, no WhatsApp isso só acontecerá no último caso. Mas não procure pelas histórias do WhatsApp porque não as encontrará – o seu nome é “status“, aos quais já deverá ter acesso na app.

Anúncios no status do WhatsApp

anuncios no whatsapp

Fonte da Imagem: Matt Navarra (Twitter)/Divulgação

A funcionalidade foi incluída em 2018 e foi introduzida como forma de aproximação entre todas as aplicações detidas pelo Facebook (nas quais o Instagram também se inclui). Como as stories já existiam em ambas, que permitem que o utilizador partilhe conteúdo que se mantém online durante 24 horas, a mesma estratégia foi aplicada ao serviço de comunicação.

No WhatsApp, chamam-se “status” e basicamente permitem tudo aquilo que as outras apps permitem: adicionar vídeos ou fotografias e acrescentar texto com diferentes cores. Todos os seus contactos podem ver o que publicou que, por sua vez, desaparece um dia depois de ser postado.

Se é utilizador do Instagram ou Facebook sabe que, atualmente, são adicionados anúncios de empresas e marcas entre as histórias dos seus amigos. Sem que os peça, esses surgem de forma automática e baseados nas suas preferências de pesquisa e no histórico que fica guardado no seu dispositivo.

Publicidade chega em 2020

A notícia já foi confirmada pelo Facebook e não agradou à maior parte dos utilizadores, que vêm esta funcionalidade como um abuso de privacidade. Esta é, no fundo, uma estratégia adotada por Zuckerberg para garantir um maior lucro através do WhatsApp.

Esta nova funcionalidade junta-se a outras que provavelmente não conhece, mas nem por isso foi tão bem recebida. No entanto, o utilizador não será obrigado a visualizar o anúncio ou assistir ao mesmo até ao final (no caso de ser um vídeo).

Tal como acontece nas outras aplicações, também no caso do WhatsApp será possível passar o anúncio à frente através de “mais um” toque no ecrã ou, então, através de um deslize da direita para esquerda no caso de ter mais do que uma publicidade para ver. Neste caso, guie-se pela barra situada no topo de dispositivo, que lhe indica quantos anúncios faltam.

Outras novidades a caminho

Uma das novidades anunciadas prende-se com o WhatsApp for Business, funcionalidade que, entretanto, deixou de ser gratuita. Entre outras funções, esta modalidade do serviço de comunicação permite que mais pessoas participem em diferentes conversas e que a relação entre empresas e clientes seja muito mais próxima.

Na conferência que aconteceu em Roterdão, o Facebook anunciou também que o WhatsApp for Business vai receber novas formas de formatação de mensagens que, até aqui, não existiam – o que pode ser uma grande vantagem em termos profissionais para aqueles que têm este serviço como primordial.

Outra das novidades a caminho prende-se com a partilha de ligações. Até aqui, é possível partilhar uma ligação da Internet ou de outra app diretamente no WhatsApp. O recetor pode, depois, clicar na mesma e ser redirecionado para a página de origem.

A partir de agora, essas ligações serão acompanhadas de mais informação. No caso de enviar a uma pessoa a localização de um restaurante, essa poderá abrir a ligação e ter acesso a mais informações úteis sobre o mesmo, como a ementa ou fotografias associadas ao espaço – tudo isto sem haver redirecionamento, ou seja, sem sair do WhatsApp.

Segurança mantém-se

Apesar da novidade dos anúncios publicitários não ter sido muito bem recebida pelos utilizadores por poder dar lugar a falhas de segurança, a verdade é que estamos perante um dos poucos serviços que usa encriptação de alto nível.

Por outras palavras, isto significa que é muito difícil que alguém aceda às suas conversas como poderia fazer através de outra app. Assim sendo, este serviço, que também permite que tenha duas contas em simultâneo, deverá garantir que esse grau de privacidade se estenda, também, aos novos anúncios publicitários, já confirmados para 2020.

Veja também:

Luísa Santos Luísa Santos

Licenciada em Ciências da Comunicação - Jornalismo, Mestre em Multimédia, cantora sem diploma nas horas livres. Trabalha atualmente em Marketing e Comunicação, é viciada em redes sociais e fervorosa adepta do desenrasque.