Publicidade:

10 passos para fazer a sua candidatura ao ensino superior

A escolha do curso é uma das decisões mais importantes da sua vida profissional. Saiba como fazer a sua candidatura ao ensino superior.

10 passos para fazer a sua candidatura ao ensino superior
10 passos para fazer a sua candidatura ao ensino superior

Se está nos seus planos fazer uma candidatura ao ensino superior, fique com as nossas sugestões.

Candidatura ao Ensino Superior: 10 coisas que precisa de saber


candidatura

1. Informe-se!

Toda a informação de que necessita acerca do Ensino Superior está no website da DGES – Direcção Geral do Ensino Superior. Aqui, encontra uma lista exaustiva dos cursos existentes em Portugal, das faculdades em que são leccionados, das médias de acesso, das provas de ingresso, entre outras informações imprescindíveis para planear a sua candidatura a uma Universidade ou a um Instituto Politécnico públicos.

2. Peça a sua senha para candidatura online

A candidatura ao Ensino Superior é feita online. Para tal, necessita de uma senha de acesso. É, claro, no site da DGES que a deve solicitar! Aqui encontrará as instruções detalhadas para o pedido da senha. Deverá preencher um formulário com indicação do email para onde será enviado um documento a imprimir e certificar pelo GAES – Gabinete de Acesso ao Ensino Superior – da sua escola.

3. Descubra o gabinete de acesso ao ensino superior mais perto de si

Procure o GAES mais próximo de si e contacte essa entidade para certificar o formulário. Só depois de feita esta certificação é que receberá a senha de acesso para fazer a sua candidatura ao ensino superior online.

4. Escolha os cursos a que pretende candidatar-se

Irá preencher o formulário de candidatura indicando seis pares curso/instituição de ensino, por ordem de preferência. É-lhe difícil escolher? Não deixe esta decisão para o momento de preencher o formulário de candidatura! – Faça uma pesquisa antecipada dos cursos que mais lhe interessam, para não se enganar no momento de decidir.

No “Índice de Cursos” da DGES, encontra todos os dados relativos às formações superiores ao dispor em Portugal.

5. Procure os testes e ferramentas de orientação que pode usar

A DGES apresenta-lhe um “Assistente de Escolha de Cursos” que pode orientar a sua navegação pelo site e por toda a informação que este contém.

Nem sempre o nome do curso transmite com exatidão quais as suas saídas profissionais. Sugerimos que visite os sites das faculdades onde os cursos de interesse são leccionados para ver em detalhe os seus planos de estudos e as profissões a que o curso dá acesso.

Se estes recursos não forem suficientes para ajudá-lo a tomar uma decisão, talvez necessite de integrar um processo de Orientação Vocacional com o psicólogo da escola.

6. Saiba o que são provas de ingresso

As provas de ingresso são os exames nacionais que tem obrigatoriamente de fazer, e aos quais deve ter uma nota mínima de 9,5 valores, para poder candidatar-se a um determinado curso. As notas que terá nestes exames têm um peso de 35% a 50% no cálculo da sua média de candidatura ao ensino superior! Correspondem, portanto, às disciplinas-chave para que possa aceder aos cursos da sua preferência.

Atenção! Há faculdades que exigem que os candidatos obtenham na prova de ingresso uma nota mínima superior a 9,5. Fique atento!

7. Calcule a sua média de ensino secundário

Para fazer a sua candidatura ao Ensino Superior deverá solicitar na sua escola a ficha ENES. Desta constam todas as notas necessárias à sua candidatura.

Atenção: de acordo com a sua área de formação do Ensino Secundário, a média é calculada de forma diferente!

Uma vez obtidas as notas dos exames nacionais e calculada a média do Ensino Secundário, já pode obter a sua nota de candidatura.

8. Não se esqueça dos pré-requisitos

O curso da sua preferência pede a confirmação de que tem os pré-requisitos exigidos para a frequência do mesmo? Se sim, verifique se são do tipo A ou B, recolhendo a documentação necessária, a entregar apenas no acto da matrícula no curso.

9. Verifique as condições de candidatura às universidades privadas

A candidatura ao ensino superior através do site da DGES só é feita para o Ensino Superior Público. Caso pretenda candidatar-se a uma entidade privada, deve entrar em contacto com a entidade em causa para saber quais os prazos e as condições de candidatura.

10. Bolsa de estudos, vai precisar?

Caso pretenda obter uma bolsa de estudos, deverá assinalar essa opção no formulário de candidatura da DGES. Receberá os dados de acesso à plataforma de candidatura à bolsa, e só então deverá submeter a documentação exigida para o efeito. Esta documentação será depois encaminhada para a instituição de ensino onde ficar colocado.

Veja também:

Catarina Reis Catarina Reis

Consultora de carreira com mais de 10 anos de experiência, possui formação superior em Gestão de Recursos Humanos e Psicologia. É naturalmente curiosa, desenvolvendo múltiplos projetos paralelos que envolvem a Fotografia, a Música, o Marketing Digital e o Cinema.