Publicidade:

6 dicas para evitar o cansaço mental

O cansaço mental tem efeitos bastante negativos para a produtividade e criatividade no trabalho. Conheça as nossas dicas para evitar e recuperar a energia.

6 dicas para evitar o cansaço mental
Técnicas para aplicar no dia a dia

O cansaço mental e a falta de energia levam a uma quebra na produtividade profissional e, até, à falta de motivação geral. A exaustão mental pode ser o resultado de hábitos de vida pautados pelo stress, pela má alimentação, por défices de vitaminas e nutrientes, e por determinadas patologias mentais – como a ansiedade ou a depressão.

Aconselhamos a que esteja atento aos sinais e sintomas, e que consulte um médico ou profissional de saúde mental quando considerar que a sua situação esteja a sair de controlo – falamos, por exemplo, de situações de depressões e casos de esgotamento. Olhe pela sua saúde mental, que é tão importante quanto a saúde física.

Cansaço mental: sintomas


O cansaço mental pode ter efeitos especialmente negativos na vida profissional e/ou académica, prejudicando o rendimento e criando dificuldade em realizar até as tarefas mais simples do quotidiano. Isto tem, claro, impacto negativo, nas relações laborais e pessoais.

ALT cansaço mental

Os sintomas mais comuns de cansaço mental são:

  • dificuldades de concentração;
  • dores no corpo;
  • cansaço físico;
  • dificuldades em memorizar informações;
  • alterações de humor – sobretudo, se forem repentinas;
  • falta de energia generalizada;
  • dificuldade para adormecer/dormir;
  • alterações de apetite;
  • encarar pequenas tarefas do dia a dia com dificuldade.

O combate ao cansaço mental (e também ao físico), começa por estabelecer uma rotina de hábitos saudáveis e, claro, respeitá-la. É importante que vá introduzindo mudanças nos seus hábitos aos poucos.

Falamos de, por exemplo, respeitar as horas de sono, praticar algum exercício físico (andar mais a pé, subir as escadas em vez de apanhar o elevador) e praticar uma alimentação saudável. Sob indicação médica, a toma de vitaminas e suplementos alimentares pode, também, ser uma ajuda.

É importante que determine a causa deste estado psicológico: é algo temporário? É algo mais permanente? Tem origem num projeto profissional, ou em algo pessoal que está a ter repercussões noutras áreas? Tente identificar a origem do seu cansaço mental de uma forma lógica e racional, pois ele pode estar na origem de outro problema de saúde.

Combater o cansaço mental: 6 sugestões para melhorar o dia a dia


ALT meditation

1. Melhorar a dieta

É um facto: a alimentação rica em gorduras e açúcares não vai ter efeitos positivos na sua saúde. Uma alimentação moderada e variada, com frutas, vegetais e proteínas é a mais indicada. Aposte no consumo de alimentos naturais, ricos em vitaminas e nutrientes que o seu corpo precisa.

2. Não consumir café ou bebidas alcoólicas antes de ir para a cama

Basicamente, deve evitar bebidas e alimentos estimulantes antes de dormir, para deixar o cérebro fazer o reset tão necessário. De manhã, vai sentir os efeitos positivos de uma noite bem dormida.

Poderíamos, ainda, acrescentar à esta lista mais um hábito a evitar: olhar para ecrãs (tv, telemóvel, tablet e computador) antes de adormecer.

3. Praticar exercício físico

Para alguém que sofre de cansaço mental, aconselha-se a prática de exercício físico de forma moderada: 30 minutos, três vezes por semana. Vai aumentar os seus níveis de energia física e mental, além de promover a função cognitiva do cérebro.

4. Praticar técnicas de relaxamento e redução de ansiedade

Passeios e atividades ao ar livre, praticar yoga, praticar mindfulness, manter um diário, colorir… Guarde 15 minutos do seu dia para uma atividade que vai descontrair o seu cérebro e que tem efeitos garantidos no combate à ansiedade.

5. Organizar as prioridades pessoais e profissionais

Se quer combater o cansaço mental, tem de deixar o perfeccionismo de lado. Avalie de forma objetiva as suas prioridades a nível pessoal e profissional: o que é mais urgente, o que pode delegar a outros e o que pode esperar para ser resolvido. Escreva uma lista de tarefas dividida nestes três grupos.

Lembre-se: tentar fazer tudo sozinho/a, e ao mesmo tempo, tem consequências devastadoras na perceção mental da vida e das nossas prioridades.

6. Procurar ajuda

A sugestão que o obriga a identificar a causa para o seu problema. Não tenha medo de conversar sobre o que causa estas dificuldades e o cansaço mental, quer seja com um colega de trabalho, um superior, um amigo, a cara metade ou um psicólogo. A ajuda profissional, aliás, é bastante indicada e pode ajudá-lo a lidar racionalmente com o problema. Não descure da sua saúde mental, um esgotamento tem consequências difíceis de ultrapassar.

Veja também: