Publicidade:

10 carros clássicos baratos que vale a pena comprar

Os clássicos podem ser uma grande dor de cabeça de manter, mas se bem estimados, estes carros clássicos baratos podem valer muitos euros daqui a uns anos.

10 carros clássicos baratos que vale a pena comprar
Estes carros vão valorizar nos próximos anos

Comprar um automóvel é uma necessidade e é, por norma, um investimento sem qualquer retorno futuro. Mas alguns carros podem revelar-se um grande investimento a longo prazo, como é o caso dos carros clássicos baratos.

Comprar um carro clássico é considerada uma excentricidade para a maior parte das pessoas. Aliás, os carros mais caros do mundo são clássicos, sendo que o título de carro mais valioso pertence a um Ferrari 250 GTO de 1962, avaliado em mais de 50.000.000€!

Existem alguns critérios para um carro ser considerado clássico ou apenas um “carro velho”, nomeadamente a sua raridade (quantos exemplares foram produzidos e quantos ainda existem), a potência do motor e a relevância da marca na indústria automóvel. Por incrível que pareça, o estado de conversação não é um fator que influencie muito o preço dos clássicos, uma vez que a mecânica destes automóveis é considerada bastante simples, e restaurar estes carros clássicos é um processo relativamente barato, sendo até o negócio de algumas pessoas. Desde que esteja funcional e não demonstre sinais de maus tratos, os carros clássicos podem valer tanto ou quase como um carro em perfeitas condições.

Os clássicos fazem parte da história dos automóveis, e embora alguns destes automóveis que lhe vamos apresentar ainda não sejam considerados para já clássicos, na verdadeira ascensão da palavra, serão daqui a alguns anos seguramente, e se quiser juntar qualquer um destes exemplares à sua garagem, aconselhamos vivamente a que se apresse antes que os valores disparem. Fique a conhecer 10 futuros carros clássicos baratos.

10 carros clássicos baratos

1. Porsche 924

Este Porsche é um dos “mal amados” da marca de Estugarda, pois não é considerado por muitos um verdadeiro Porsche. Inicialmente, este carro foi um projeto que a Porsche comprou à Volkswagen, sendo que esta fez parte de todo o desenvolvimento do carro, até à parte final. Tanto que a configuração usada por este Porsche (tração traseira e motor dianteiro) ia totalmente contra a ideologia da marca, que era apologista de que a posição ideal de um motor é na parte traseira do veículo.

Este que inicialmente foi projectado como um carro topo de gama para a Volkswagen, foi depois comprado por 50 milhões de euros pela Porsche, e dentro da gama da marca, era o mais barato da altura, tendo sido vendidos mais de 150.000 exemplares. É certo que o motor é “apenas” um 2L de 120 cavalos, mas um Porsche será sempre um Porsche, e se hoje podemos comprar este carro por pouco mais de 10.000€, daqui a apenas alguns anos este valor deverá duplicar, pois este automóvel está às portas de ser considerado um verdadeiro clássico.

 

2. Fiat 600

Este é o “irmão maior” do pequeno Fiat 500. Embora possa não ser tão pequeno e tão atraente como o 500, este carro é sempre bem recebido por onde quer que passe, e não há ninguém que não ache “fofo” um pequeno carro italiano.

Este carro foi extremamente popular nos anos 70, mas infelizmente a oferta em Portugal não é muita. Felizmente, de momento a procura também não, pelo que os preços não são muito altos. É possível comprar um destes carros por cerca de 6.000€. Pela história e pela importância, a tendência deste valor é para subir.

 

3. Mercedes 300D

Estes carros são ainda extremamente populares no continente africano, e é para lá que estão a ser vendidos todos os exemplares, pelo que a oferta na Europa começa a ser escassa, e os preços começam a subir.

Conhecidos como infalíveis e indestrutíveis, estes carros são capazes de fazer mais de 1.000.000 de quilómetros, e têm a reputação de ter uma manutenção extremamente barata. Praticamente “é só mudar o óleo e andar”, como dizem alguns proprietários deste modelo no nosso país. Este carro era conhecido por estar bem à frente da concorrência na sua época, estando equipado com 4 travões de disco, ar condicionado, teto de abrir, estofos em pele, ABS, cintos traseiros. É um verdadeiro clássico em potência.

Os preços oscilam entre os 5.000 e os 8.000 euros, mas caso esteja interessado num destes carros, aconselhamos a investir talvez mais alguns euros e comprar um modelo recheado de extras e bem estimado, pois esses não tarda valem o dobro do dinheiro!

 

4. Volkswagen Corrado

Este carro não é particularmente vulgar. Apenas foram vendidas menos de 100.000 unidades em todo o mundo. Baseado no Golf (um dos carros mais vendidos do mundo), o Corrado, com o seu estilo coupé, era esteticamente mais bonito e também mais potente do que o modelo em que era baseado, para além de estar apetrechado com mais extras e alguma tecnologia de ponta na altura, como um spoiler traseiro que se retrai automaticamente ou controlo de estabilidade e controlo de tração.

Este carro passou desapercebido durante alguns anos, mas está novamente em voga, e exemplares deste modelo podem ser encontrados à venda por 7.500€.

 

5. Toyota MR2

Este carro é considerado um dos mais divertidos de sempre para conduzir. A potência não era excessiva, mas o peso também não, e este carro mexia-se, e bem! Lançado em meados dos anos 80, era também considerado um modelo extremamente bonito na altura, e o facto de o preço original não ser muito alto tornou-o extremamente popular.

Este “mini-ferrari” japonês praticamente manteve o seu preço desde que foi comprado até aos dias de hoje (considerando a inflação), e são vendidos por preços próximos dos 9.000€!

 

6. Volkswagen Carocha

O Carocha é um clássico que dispensa apresentações. Foi o carro mais vendido de sempre na história do automobilismo, e extremamente popular entre as massas. Hoje em dia, a procura por este carro é cada vez maior, e os preços só têm tendência a subir.

O motor 1300 de cilindrada e 68 cavalos é dono de um som inconfundível, e hoje em dia, passear pelas ruas com este carro dá-nos algum estatuto. Por enquanto, os preços pedidos em Portugal rondam os 8.000€, mas é provável que enquanto acaba de ler este artigo os preços continuem a subir…

 

7. Peugeot 205 GTI

Considerado um “pocket racket”, como dizem os ingleses, ou traduzindo, um foguetão de bolso, pela sua potência e pequenas dimensões. Este carro é considerado o pai dos utilitários desportivos, onde se incluem alguns dos carros mais populares do mundo. O Peugeot 205 GTI tinha um motor 1.6 a gasolina de 115 cavalos, suficientes para fazerem com que este carro superasse os 200 km/h de velocidade máxima.

Apreciado por qualquer amante de automóveis, este carro é encontrado à venda por valores próximos de 10.000€, mas à medida que os anos vão passando, os valores também vão subindo.

 

8. Renault 5 GT Turbo

Tal como a Peugeot tinha o 205 GTI, este carro foi a proposta da Renault para fazer frente ao rival francês. O Renault 5 GT Turbo pode não ter tido a mesma visibilidade que o Peugeot quando foi lançado. Apesar da potência ser equivalente, a roupagem não era a mesma, e o Renault 5 GT Turbo não era tão bonito. Ainda assim, este carro é considerado uma das melhores criações de sempre da Renault, e exemplares bem estimados são encontrados à venda por valores também próximos de 10.000€.

 

9. Citröen 2CV

O 2CV é um dos melhores Citröen de sempre e é sem dúvida o carro francês mais popular de sempre. Ao longo dos 42 anos de produção (de 1942 até 1990) foram vendidos exatamente 5.144.961 exemplares. A Citröen criou este carro para ser uma afronta ao sucesso do Carocha, e queria um carro que fosse económico, confortável, fiável e robusto, que fosse capaz de transportar 4 pessoas e um saco de batatas de 50kg (estas eram as promessas da Citröen).

O 2CV também ganhou fama mundial por ter feito parte de alguns dos maiores êxitos do cinema entre os anos 60 e 80. Estes carros são agora clássicos muito procurados, e podemos encontrar alguns à venda no nosso país, com os preços pedidos a rondarem os 8.000€.

 

10. Land Rover Serie III

Os Land Rover são carros indestrutíveis, e este carro foi provavelmente um dos responsáveis por ter dado essa reputação à marca britânica. Este Land Rover é totalmente despojado de luxos.

Não tem qualquer curva “bonita”, é totalmente quadrado e com a mecânica toda visível. Não tem a mínima preocupação com luxos, não tem sequer ar condicionado, nem tem um potente motor V8, mas os 72 cavalos são suficientes para fazer este carro ultrapassar qualquer que seja o obstáculo. E é isso que torna este carro tão especial, e o tornará num futuro clássico.

É tudo aquilo que os carros não são mais hoje em dia, e os 13.000€ pedidos em média por este carro serão uma pechincha daqui a uns anos.

 

Veja também: 

Marvin Tortas Marvin Tortas

Licenciado em Ciências da Comunicação, homem do Norte, apaixonado por carros e com experiência em desporto automóvel. A seguir a mamã e papá, as palavras Ferrari, Mercedes, Audi e Fiat foram respetivamente as 3ª, 4ª, 5ª e 6ª palavras do seu vocabulário.

Também lhe pode interessar: