Publicidade:

Devemos, ou não, usar cotonetes para os ouvidos?

Sabia que nunca devemos usar cotonetes para os ouvidos? É verdade, o uso de cotonetes pode ser extremamente prejudicial. Descubra porquê!

Devemos, ou não, usar cotonetes para os ouvidos?
46% dos portugueses usa cotonetes para limpar os ouvidos

O uso de cotonetes para os ouvidos é uma prática muito comum entre a população portuguesa. Estudos recentes mostram que quase metade dos portugueses que limpam os ouvidos o fazem recorrendo aos cotonetes. Mas será que o uso de cotonetes para os ouvidos é recomendado pelos especialistas? Vamos descobrir!

Qual a importância da cera nos ouvidos?


Antes de mais, importa perceber que a cera é natural e necessária e que se a temos é por algum motivo. De facto, em quantidades normais, a cera serve como agente de autolimpeza, protegendo e lubrificando o ouvido. Por outro lado, a ausência de cera pode provocar sensação de comichão e de orelhas secas.

A cera funciona como uma espécie de lubrificante natural que atua como barreira protetora, impedindo que a sujidade e objetos estranhos entrem no tímpano. Esta função protetora é de grande importância já que o tímpano (membrana extremamente fina que separa a parte do ouvido que está aberta para o exterior do ouvido médio) é extremamente delicado e pode facilmente sofrer uma perfuração.

Devemos usar ou não usar cotonetes para os ouvidos?

Devemos usar ou não usar cotonetes para os ouvidos?


A resposta entre os especialistas é unânime: não! O ouvido é uma área muito sensível e delicada, com a qual devemos ter um cuidado especial, evitando a utilização de cotonetes.

A utilização de cotonetes para os ouvidos pode danificar seriamente os ouvidos e, nos casos mais extremos, afetar a capacidade auditiva:

a) utilizar cotonetes na limpeza dos ouvidos acarreta um grande risco de traumatismo e acidentes;

b) o uso de cotonetes empurra a cera ainda mais para o fundo do ouvido causando a formação de um tampão de cera;

c) os possíveis danos causados pela introdução de cotonetes nos ouvidos são vários: feridas na pele do canal auditivo; perfuração do tímpano; sintomas como hemorragias, dor, zumbidos, vertigens e perda auditiva.

Mas então, como podemos limpar, de forma segura, a cera dos ouvidos?


Como vimos, não é conveniente introduzir nenhum objeto no canal auditivo, nomeadamente cotonetes, quer em adultos, quer em crianças. O ouvido tem um sistema de autolimpeza que expulsa a cera para o exterior. No entanto, quando a cera se acumula, os ouvidos podem ser lavados com uma toalha ou um pano, mas apenas à superfície.

Para a remoção e diluição da cera, existem produtos adequados à venda nas farmácias. Contudo, quando estão presentes estes problemas relacionados com a acumulação excessiva de cera nos ouvidos é aconselhável que a remoção da cera seja feita por um médico especialista (otorrinolaringologista), que dispõe dos instrumentos adequados para o efeito.

Veja também:

Ana Graça Ana Graça

Mestre em Psicologia, pela Universidade do Minho, com a dissertação “A experiência de cuidar, estratégias de coping e autorrelato de saúde”. Especialização (Pós-Graduada) em Neuropsicologia Clínica, Intervenção Neuropsicológica e Neuropsicologia Geriátrica. Membro efetivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses, com especialidade em Psicologia Clínica e da Saúde e Neuropsicologia. Além da Psicologia. é apaixonada por viagens, leitura, boa música, caminhadas ao ar livre e tudo o que traga mais felicidade!