Publicidade:

Truques para guardar a carne cozinhada no frigorífico

Muitas vezes as refeições de carne acabam por sobrar. Aprenda todos truques para conseguir conservar melhor a carne cozinhada no frigorífico.

Truques para guardar a carne cozinhada no frigorífico
Dicas e cuidados a ter com a carne cozinhada

Para conseguir guardar a carne cozinhada no frigorífico durante mais tempo e mantendo todas as suas qualidades, esteja atento às dicas e sugestões que lhe fazemos para guardar as sobras de pratos de carne.

Guardar carne no frigorífico: dicas a ter em conta


carne assada

De facto, o frigorífico é muito útil para conseguirmos guardar as sobras das refeições para que possam ser consumidas mais tarde, mas nem sempre sabemos muito bem em que parte do frigorífico podemos guardar esses restos.

Em primeiro lugar, deve ter a temperatura do seu frigorífico regulada corretamente: isso significa que deve estar sempre entre os 0ºC e os 3ºC, para que existam as condições ótimas para preservar os alimentos. Em caso algum o seu frigorífico deve apresentar temperaturas negativas nem superiores a 5ºC, pois isso significaria o comprometimento das qualidades dos alimentos lá guardados.

Dicas para guardar carne cozinhada

  • Sempre que tem sobras de refeições de carne deve guardá-las em recipientes herméticos e bem lavados.
  • Não deve colocar os alimentos ainda quentes no frigorífico, especialmente porque isso fará aumentar a temperatura do frigorífico e obrigará o motor a trabalhar mais para diminuir a temperatura (isso aumenta o consumo energético).
  • Deixe arrefecer os alimentos e só depois tape o recipiente onde os guardou.
  • Todas as carnes cozinhadas devem sempre ficar na parte superior do frigorífico, onde a temperatura é mais baixa.
  • As carnes cozinhadas não devem ficar guardadas no frigorífico mais de 3 dias – esse é o tempo para que consiga consumir esses restos com todas as qualidades originais.
  • Depois desse tempo a qualidade dos alimentos fica comprometida.
  • Evite abrir demasiadas vezes o frigorífico, isso fará com que a temperatura seja mais variável, o que pode prejudicar os alimentos.
  • Não misture alimentos no recipiente. Se as sobras são compostas por vários alimentos, opte por um recipiente para cada um deles. Assim poderá também usá-los mais facilmente em separado se assim o desejar.
  • Se acha que não vai usar as sobras de carne cozinhada tão cedo, é preferível congelar imediatamente. Assim, poderá guardar durante mais tempo.
  • Nunca guarde alimentos, especialmente os cozinhados, sem estarem tapados no frigorífico. Além de perderem as qualidades, caso se estraguem podem mesmo contaminar os restantes alimentos do frigorífico.

Seguindo estas dicas e cumprindo os tempos que apresentamos, sabemos que terá armazenado os seus alimentos com toda a segurança e poderão ser reutilizados da forma que mais lhe agradar ou convier: transformados em novos pratos, ou apenas aquecendo e consumindo os alimentos.

Por fim, não se esqueça que é fundamental que o seu frigorífico esteja limpo para conseguir cumprir a função de preservar os alimentos que lá são guardados. Por isso, faça uma limpeza a fundo pelo menos uma vez a cada três meses, usando água e bicarbonato de sódio, detergente da louça ou produtos próprios para a higienização do frigorífico. No fim, limpe todas as superfícies com um pano limpo e húmido.

Veja também: