Publicidade:

Os 7 lugares mais perigosos do mundo

A Natureza é bela, mas será que não devemos suspeitar de tanto encanto? Conheça locais fascinantes, mas que também são os lugares mais perigosos do mundo.

Os 7 lugares mais perigosos do mundo
Fique a par de locais encantadores mas muito perigosos

Nem todos os lugares mais perigosos do mundo são escuros e sombrios como nos filmes que víamos enquanto crianças.

A Natureza oferece paisagens deslumbrantes, mas serão todas elas inofensivas para a espécie humana? Desde desertos a ilhas paradisíacas, a beleza exterior pode ser enganadora.

Conheça os 7 lugares mais perigosos do mundo

Vale da Morte, Califórnia, Estados Unidos da América

vale da morte califórnia Fonte: Max Pixel

O Vale da Morte situa-se no Deserto de Mojave, na Califórnia, EUA e mantém o recorde da maior temperatura já registada no nosso planeta, sendo ela de 56°C.

O nome não lhe foi atribuído aleatoriamente, aliás, ao permanecer sob o sol ardente e exposto ao calor abrasador do Vale da Morte, ficará rapidamente desidratado e apenas poderá viver por 14 horas.

O local é tão quente, mas tão quente, que muitos dos visitantes levam consigo ovos, que ao serem colocados no chão quente, permitem cozinhar ovos estrelados no asfalto!

Ilha Queimada Grande (A Ilha das Cobras), Brasil

Este é um dos lugares mais perigosos do mundo onde se fala português, aliás, onde se falaria o português, caso fosse uma ilha habitada!

A Ilha da Queimada Grande está localizada a cerca de 35 quilómetros do litoral de São Paulo, no Brasil, e é uma ilha desabitada e de acesso proibido e restrito.

Esta ilha brasileira é reconhecida como um dos lugares mais perigosos da Terra, por estar recheada de cobras das mais venenosas do mundo, da espécie Bothrops. Investigadores estimam que existam cerca de 5 cobras por metro quadrado a viver nesta ilha.

Deserto de Danakil, Eritreia, Etiópia e Djibuti

deserto danakil Fonte da imagem: Max Pixel

O Deserto de Danakil situa-se no nordeste da Etiópia, no sul da Eritreia e em grande parte do Djibuti.

Conhecido como o “inferno na Terra”, é um dos lugares mais perigosos do mundo, além do mais seco, tendo temperaturas que frequentemente atingem os 50°C.

Além destas temperaturas elevadíssimas, ainda apresenta inúmeros vulcões ativos e geiseres que expelem gases tóxicos mas, ainda assim, conseguem ser motivo suficiente para atrair os mais valentes aventureiros.

Elephant Kingdom, Chonburi, Tailândia

Outro dos lugares mais perigosos do mundo consiste numa herdade de crocodilos na Tailândia, apelidada de Elephant Kingdom, cujo proprietário arrenda um pequeno espaço numa jangada semi-fechada para que os turistas vejam os crocodilos.

A segurança desta jangada é questionável, uma vez que é feita de madeira fina assente sobre barris de plástico.

As pessoas entram no recinto e recebem varas de pesca para alimentar os crocodilos, mas há quem vá longe demais e provoque estes animais, colocando carne fresca em frente deles e puxando-a para cima enquanto os crocodilos esfomeados tentam alcançá-la.

Monte Washington, Nova Hampshire, Estados Unidos da América

Monte Washington Fonte: Visual Hunt / Nicholas Erwin

O Monte Washington, localizado no estado americano de Nova Hampshire, é um dos picos mais mortíferos do mundo.

Com 1917 metros de altitude, mantém o recorde mundial dos ventos mais rápidos na superfície da Terra, sendo que a maior velocidade registada é de 327km/h. Mas desengane-se se acha que os ventos fortes são a única preocupação nesta área, pois são as temperaturas baixíssimas e contínuas (até aos -40°C) que fazem de Monte Washington um dos lugares mais perigosos do mundo.

Atente que as cargas que o corpo humano experiencia no cume do Monte Washington podem ser comparadas às que experimentaria no pico do Monte Everest.

Vulcão Sinabung, Indonésia

Vulcão Sinabung Fonte da imagem: Visual Hunt / m.jacobs

O Vulcão Sinabung é um dos vulcões mais ativos da ilha indonésia de Sumatra. As erupções são frequentes e deixam as cidades e aldeias próximas completamente cobertas de lava e cinzas, deixando milhares de pessoas sem-abrigo nem forma de sustento.

Na explosão de fevereiro de 2016, a erupção deu origem a uma nuvem de gás vulcânico mortal, além de projetar pedras e cinzas.

Este é outro dos lugares mais perigosos do mundo, onde ninguém sabe o que irá acontecer no dia de amanhã.

Atol de Bikini, Ilhas Marshall

À primeira vista esta ilha parece um paraíso, mas o Atol de Bikini, nas Ilhas Marshall,  foi o lar de inúmeros programas de testes nucleares, o que tornou esta ilha num local radioativo.

Os seus habitantes foram obrigados a abandonar as casas e, ainda nos dias de hoje, permanece como um local perigoso para organismos vivos, sendo que o nível de radiação anormalmente alto registado neste lugar pode causar o cancro, entre outras doenças.

Veja também: