Publicidade:

Médias de acesso ao ensino superior: 7 coisas que deve saber

Vai candidatar-se a um curso superior? Saiba como apurar as médias de acesso ao ensino superior e onde obter informação sobre os cursos do seu interesse.

Médias de acesso ao ensino superior: 7 coisas que deve saber
Em que consistem as médias de acesso ao ensino superior?

Se pretende prosseguir estudos para lá do 12.º ano, é conveniente estar a par de como se apuram as médias para aceder aos seus cursos superiores de sonho – para que, ao longo de todo o ano letivo, possa estar ciente da meta que precisa de alcançar. Nós damos uma ajuda no cálculo das médias de acesso ao ensino superior.

Médias de acesso ao ensino superior: 7 coisas que deve saber


As médias de acesso ao ensino superior não são mais do que um cálculo entre a classificação final obtida no final do ensino secundário e as provas de ingresso (exames de acesso ao ensino superior), específicas para cada curso.

A classificação final do secundário e as provas de ingresso valem, cada uma delas, uma percentagem diferente, definidas por cada universidade, consoante o curso em que se pretende ingressar.

medias de acesso ao ensino superior

1. Vagas e acesso ao ensino superior

No ano passado houve quase 51 mil vagas no ensino superior público, o que representou um aumento de 150 em relação a 2016. Mais de metade das vagas (56%) foram abertas nas universidades, com o ensino politécnico a ter reservadas 22.414 vagas.

2. Áreas de estudo mais concorridas

A área de medicina deixou de estar isolada na pole position dos cursos com médias mais altas, sendo esse posto agora ocupado também pelas áreas de engenharias.

3. Como calcular a média final do secundário?

A média final do ensino secundário apura-se calculando a média aritmética simples das notas finais de todas as disciplinas, exceto a de Educação Física (esta só conta como média se pretendemos frequentar um curso superior relacionado com desporto).

É importante referir que a média do secundário é calculada de forma diferente, consoante o curso do secundário. Pode informar-se junto do diretor de turma sobre a forma correta de calcular a sua média.

4. Guia geral de exames

Em cada ano, cada instituição de ensino superior divulga quais os exames nacionais do ensino secundário que podem ser utilizados como provas de ingresso no ensino superior.

Deve consultar o Guia Geral de Exames para saber como se inscrever nos exames nacionais do ensino secundário.

5. Em que situações é que a nota não permite a entrada na faculdade?

As instituições de ensino superior exigem uma classificação mínima nos exames realizados como provas de ingresso, fixada num valor igual ou superior a 95 pontos, na escala de 0 a 200. As classificações mínimas exigidas para acesso a cada curso são divulgadas nos Guias Digitais da Direção Geral do Ensino Superior.

Só podem concorrer a um curso os estudantes cuja nota seja igual ou superior a essa classificação mínima. O peso da prova de ingresso e da média do secundário variam de curso para curso, por isso, convém informar-se perante a instituição na qual pretende ingressar.

6. Exemplo prático de como calcular as médias de acesso ao ensino superior

Se a sua média final do secundário for de 13,4 e a instituição de ensino superior lhe atribuir um peso de 70%, deverá multiplicar 134 por 0,7. O resultado apurado seria de 93,8.

Se o exame nacional que conta como prova de acesso ao ensino superior tiver peso de 30%, deverá multiplicar a nota que obteve nesse exame por 0,3. Se a nota do exame for de 14, multiplicamos 140 por 0,3. O resultado será 42.

Então, para obtermos a média de acesso ao ensino superior temos que somar os dois valores obtidos, ou seja: 93,8 + 42. A média de acesso ao ensino superior será 135,8.

7. Como saber qual a média do curso que me interessa mais?

Com a recente reconfiguração do site da Direção Geral do Ensino Superior, tornou-se um pouco mais difícil aceder às informações básicas sobre o acesso aos cursos do ensino superior em Portugal. Se consultar o índice de cursos, encontrará, para cada um deles, informação atualizada sobre as médias de acesso, provas de ingresso, bem como contactos diretos para poder questionar a instituição de ensino para ficar bem informado.

Preparado para ingressar no ensino superior?

Veja também:

Catarina Reis Catarina Reis

Consultora de carreira com mais de 10 anos de experiência, possui formação superior em Gestão de Recursos Humanos e Psicologia. É naturalmente curiosa, desenvolvendo múltiplos projetos paralelos que envolvem a Fotografia, a Música, o Marketing Digital e o Cinema.