Publicidade:

16 maneiras de ter menos plástico em casa e ser mais amigo do ambiente

Se quer ter menos plástico em casa, nós temos a solução. Aliás, 16 soluções que prometem reduzir e muito a presença deste material no seu lar.

16 maneiras de ter menos plástico em casa e ser mais amigo do ambiente
Privilegie o cartão e o vidro, ao invés do plástico

Ter menos plástico em casa é uma medida que todos devíamos tomar, para bem da nossa saúde e da saúde do ambiente. Reduzir no uso deste material é urgente e, para tal, deixamos-lhe ficar algumas sugestões, muito simples de pôr em prática e que garantem que, em pouco tempo, consegue ter menos plástico em casa, sem que para isso tenha de modificar muitos dos seus hábitos diários. Assim, tome nota destes 16 truques tão importantes.

16 dicas super úteis para quem quer ter menos plástico em casa


1. Evite o uso de palhinhas

Ou, pelo menos, reutilize-as. Contudo, o ideal é mesmo não as utilizar e beber pelo copo aquele sumo ou refrigerante de que tanto gosta. Afinal, este é um hábito sem o qual consegue, perfeitamente, passar.

Descubra 7 motivos para não usar palhinha de plástico >>

2. Use sacas de pano ou reutilize as de plástico

Quando for às compras, leve sempre algumas sacas de pano consigo ou, no caso de se esquecer e ter de comprar sacas de plástico, não as deite fora quando chegar a casa. Reutilize-as, nem que seja para colocar o lixo.

 

3. Não coma pastilhas elásticas

Sim, é verdade. As pastilhas elásticas possuem, entre os seus componentes, uma percentagem de plástico que, além de prejudicial para a Natureza pode, em alguns casos, ser tóxico para os consumidores, caso o controlo de segurança e qualidade do seu fabricante não seja o melhor. Vá reduzindo o consumo, até já não ter vontade de mascar.

4. Prefira produtos em caixas, ao invés de garrafas de plástico

Muitas vezes, encontramos o mesmo produto em embalagens ora de cartão, ora de plástico. Por que não começar a optar sempre pelo cartão e reduzir nas garrafas e embalagens de plástico? Uma medida bem simples e eficaz, não acha?

5. Compre a granel

Sempre que possível, adquira o arroz, o feijão e outros grãos e cereais a granel, pois assim evitará a aquisição desses mesmos produtos, mas em embalagens plásticas. Além disso, muitas vezes o preço dos alimentos vendidos a granel compensa bastante.

6. Privilegie produtos em recipientes de vidro

É normal evitarmos o vidro por ele se partir com mais facilidade. Porém, a verdade de além de ser mais higiénico e amigo da Natureza, o vidro garante um armazenamento mais seguro dos alimentos, já para não falar que é mais duradouro e capaz de ser reutilizado para diferentes fins.

 

7. Reutilize copos e garrafas

Sabia que anualmente mais de 1,5 milhões de toneladas de plástico são utilizados para a produção de garrafas de água? A solução é simples. Sempre que acabar o conteúdo de uma garrafa, reutilize-a voltando a encher com água, por exemplo.

8. Não acumule recipientes de plástico

Tente ter o mínimo essencial de recipientes de plástico para armazenar a sua comida e transportá-la. Evite acumular os seus recipientes, com o que traz por empréstimo de casa de outras pessoas e, ainda, com aquelas que traz com as sobras do restaurantes. Se possível, use recipientes de vidro para guardar a comida.

9. Utilize fósforos

São precisos muitos anos para a Natureza absorver totalmente um isqueiro, dada a grande quantidade de plástico que possui. Por essa razão, escolha algo mais sustentável, como fósforos.

10. Evite congelados

Pois, as embalagem dos alimentos congelados contêm sempre bastante plástico. Portanto, é fundamental reduzir o seu consumo e privilegiar, sempre que possível, os produtos frescos, bem mais saudáveis.

11. Use bem os descartáveis

Os objetos descartáveis, como os copos, pratos ou talheres de plástico, são uma boa opção, que permite poupar água na lavagem da loiça, mas só é uma poupança eficaz se, durante a refeição ou o evento, gastar apenas um copo ou prato e não estiver, constantemente, a gastar novos descartáveis.

12. Opte por fraldas de pano

Acredita que, anualmente, são gastos mais de 80.000kg de plástico em fraldas descartáveis só nos EUA? Portanto, retorne às fraldas de pano e verá que, além de mais ecológico, é muito mais amigo da pele do seu bebé.

 

Descubra aqui tudo sobre as fraldas reutilizáveis >>

13. Faça os seus sumos naturais

Não compre os tradicionais sumos de laranja, engarrafados em recipientes de plástico e recheados de corantes e conservantes. Faça o seu próprio sumo em casa, fazendo uso de fruta fresca. É mais saudável e ainda evita o uso do plástico.

14. Aposte em bolsas térmicas

Há disponíveis em vários tamanhos, cores e formatos. Portanto, se vai fazer um piquenique, opte por estas bolsas de pano para levar a sua merenda ao invés de sacas ou outros objetos de plástico. Algumas incluem, ainda, copos e talheres reutilizáveis para reduzir o consumo de plástico.

 

15. Reduza nos detergentes

Grande parte das tarefas de limpeza domésticas podem ser feitas com produtos como bicarbonato de sódio e vinagre. Por essa razão, poupe nos químicos, assim como nas embalagens de plástico que sempre lhes servem de recipiente.

Saiba como fazer detergente em casa >>

16. Flores e mais flores (mas naturais)

Evite as flores artificiais, por mais jeito que lhe possam dar na decoração da casa. Estes são produtos que usam e abusam de plástico e, concordemos, nunca substituem as plantas naturais – nem o prazer de ir comprá-las ao mercado todas as semanas e criar diferentes arranjos.

Quando conseguir ter menos plástico em casa, verá como se sente melhor e como isso irá tornar mais saudáveis algumas das suas rotinas diárias. Ter uma atitude ecológica, é obrigação de todos e a única forma de tornar o nosso planeta mais sustentável. Por essa razão, comece já hoje a ter menos plástico em casa e partilhe com os seus filhos e netos estas dicas tão importantes para um futuro mais verde.

Veja também:

Teresa Campos Teresa Campos

Licenciada em História da Arte e Mestre em História da Arte Portuguesa, vê na escrita um meio de fazer uma das coisas que mais gosta: comunicar!

Limpeza e Arrumação