Publicidade:

8 dicas para fazer uma poupança radical

Descubra algumas estratégias para fazer uma poupança radical. Não vai ser fácil, mas se esse é o objetivo, ficará contente com os resultados.

8 dicas para fazer uma poupança radical
As estratégias para conseguir uma poupança radical

Já não sabe como e onde poupar? Pois é, nos tempos que correm, nem sempre é fácil poupar e, por isso, vamos mesmo ter de usar a coragem e a determinação para fazer uma poupança radical.

Como? Teremos de abrir mão de alguns hábitos, fazer alguns ajustes no orçamento, cortar aqui e ali… Conheça algumas sugestões já a seguir.

Como fazer uma poupança radical: 8 estratégias


1. Faça um orçamento mensal

orçamento familiar

Comece por fazer um orçamento familiar mensal, porque irá ajudar a perceber onde está a gastar o seu dinheiro, a eliminar categorias de despesas (TV cabo ou internet, por exemplo) e permitirá ajustar os seus gastos e, eventualmente, poupar, precavendo assim os imprevistos.

2. Mantenha o essencial, corte o dispensável

Seria muito difícil viver sem água e luz, mas pode pensar em acabar com algumas despesas de televisão, internet, telefones e telemóveis. No caso dos telefones e telemóveis poderá também reduzir o número de dispositivos e ainda fixar um valor limite para cada elemento da família.

Dê prioridade ao convívio em família, à leitura, etc. para compensar e substituir alguns hábitos mais dispendiosos (como aquele canal pago de desporto, por exemplo).

3. Elimine hábitos

fumar

Pode ser muito difícil, mas se tem, por exemplo, o hábito de fumar sabe o que isso representa em termos de despesa no final do mês e também o que representa em termos de saúde. Com força e determinação poderá estar a poupar duplamente: dinheiro e saúde.

Mas a par de deixar de fumar, há os jogos e as apostas, entre outros hábitos bem frequentes como tomar o pequeno-almoço e almoçar sempre fora; não partilhar boleias para o trabalho, entre outros.

4. Faça as refeições em casa

Tomar o pequeno-almoço em casa e preparar marmitas e snacks saudáveis para levar para a escola ou emprego vai ajudá-lo a poupar substancialmente.

Poupará ainda mais se fizer listas de compras para o supermercado para evitar comprar mais do que precisa (e evitar os desperdícios) e se planificar as refeições semanais de acordo com as promoções.

5. Rentabilize o vestuário que tem

organizar armario

Antes de ir às compras só porque a estação mudou ou porque há saldos, vasculhe o seu guarda-roupa e armários e veja o que ainda tem que nunca usou, o que pode aproveitar e combinar, por exemplo.

De certeza que vai encontrar peças de que já nem se lembrava e que poderão fazer com que não gaste dinheiro ou gaste menos.

6. Cancele subscrições e inscrições

Quem nunca pagou ginásio sem lá ir? Ou quem deixou por ler as revistas que continua a receber e a pagar? Pois é, pode praticar desporto fora do ginásio, ao ar livre ou em casa e pode e deve cancelar todas as subscrições e inscrições que não utiliza (ginásio, revistas, quotas de clubes e coletividades, entre outras).

De forma fácil, e provavelmente sem interferir no seu dia-a-dia, poderá poupar algum dinheiro se prestar atenção a estas situações.

7. Compre apenas o que consegue pagar

cartão crédito

Antes de comprar, pense se precisa realmente do que vai comprar. Evite novas prestações que vão pesar no orçamento mensal, bem como a utilização do cartão de crédito para não correr riscos de contrair mais despesas ou mesmo dívidas.

8. Repense a utilização de carro próprio

Ter um automóvel implica uma série de despesas: aquisição, manutenção, seguro, combustível, portagens, entre outras. Por isso, deve pensar se precisa de mais do que um carro na família, bem como se tem mesmo de o utilizar.

Principalmente se vive numa grande cidade, pode usar os transportes públicos e, independentemente do local onde vive, pode sempre optar pela partilha de carro.

Veja também:

O E-Konomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro e não é responsável pelos produtos apresentados. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se quiser sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].