Publicidade:

Os travões do carro chiam? Saiba como acabar com o ruído

Quando os travões do carro chiam, a condução pode tornar-se insuportável, para não dizer embaraçosa. Conheça algumas das causas do problema e as soluções.

Os travões do carro chiam? Saiba como acabar com o ruído
As razões podem ser muitas e há soluções para todas elas

Quando os travões do carro chiam a condução pode tornar-se um momento embaraçoso. Sobretudo se estivermos numa fila de trânsito e os travões do nosso carro estiverem a fazer barulho, é quase imediata a reação dos outros condutores.

Não importa qual seja o modelo do nosso carro, todos eles têm travões que funcionam sob o mesmo mecanismo, e todos eles estão sujeitos a desgaste, sendo que mais tarde ou mais cedo, se não forem alvo de manutenção e inspeção periódicos, acabarão por chiar.

Antes de mais, é importante percebermos o funcionamento dos travões: nos carros atuais são acionados através de um sistema hidráulico que comprime umas pastilhas sob um disco que gira à velocidade das rodas do carro, transformando a energia cinética em energia térmica através do atrito. Daí, devido às altas temperaturas e às forças de atrito enormes a que os travões são sujeitos, estes elementos são alvo de um desgaste muito rápido.

Ao contrário dos carros mais antigos, nos quais eram utilizados químicos cancerígenos, como o amianto, por exemplo, os calços atuais são feitos sobretudo de materiais mais abrasivos como o grafite e pó de ferro fundido, para garantir mais segurança na hora de travagem. Mas sendo mais abrasivos, isso significa que têm um desgaste mais rápido, por isso é importante verificar de quando em vez o estado dos seus travões para evitar que façam barulho.

Mas há imensos motivos para os seus travões fazerem barulho. E nós vamos dizer-lhe quais poderão ser e o que deve fazer.

Os travões do carro chiam. E agora, o que faço?

os-travoes-do-carro-chiam

1. Pastilhas de travão gastas

Este é o motivo mais comum quando os travões do carro chiam. Os novos calços têm um pequeno objeto de metal saliente que, quando a pastilha tem apenas entre 2 a 3mm de grafite, esse objeto começa a tocar no disco, fazendo esse som para o avisar que as pastilhas estão a ficar gastas e será uma boa solução trocá-las. Nestes casos, deverá mudar as pastilhas dos travões.

2. Discos de travão gastos

Os discos vão-se desgastando por causa da fricção entre as pastilhas e o disco. O atrito causado pode criar uma superfície irregular que faz os travões chiar. Pode tentar retirar o disco do seu carro e lixar a superfície. Se o barulho desaparecer, estará solucionado o seu problema, mas será apenas uma solução provisória. Quando isto acontecer, pondere mudar os discos do seu carro.

3. Sujidade entre as pastilhas de travão e o disco

Os travões do carro chiam. Pode ser terra, sal, pedras… Basicamente qualquer elemento que seja suficientemente pequeno e capaz de se intrometer entre o seu disco e as pastilhas de travão. Vai causar atrito, danificando o disco e as pastilhas, e fará barulho de cada vez que utilizar os travões. Discos e pastilhas de menor qualidade estão mais sujeitas a serem afetadas pelos elementos da estrada.

Se desconfiar que esta possa ser a causa do problema, faça uma visita ao seu mecânico e peça para desmontar o sistema de travagem e limpar com uma escova os discos, as pastilhas e as pinças, para remover toda a sujidade.

4. Ferrugem

Os travões, devido à amplitude térmica a que trabalham e a estarem expostos a todo o tipo de condições atmosféricas, são bastante propícios a ficarem enferrujados, sobretudo se viver numa zona mais perto do mar e deixar o seu carro parado por longos períodos de tempo. A ferrugem também será um elemento perturbador que cause atrito e fará com que a superfície de contacto entre os calços e o disco não seja uniforme, provocando um ruído irritante.

Se se aperceber de que a ferrugem está a corroer o metal do disco, este deverá ser mudado o mais rapidamente possível para garantir a sua segurança.

5. Pinças de travão gastas

Os suportes das pinças que seguram os calços dos seus travões são compostas por muitas partes móveis, que garantem uma máxima eficiência na travagem, independentemente da velocidade a que vá ou da direção da roda, e que se ajustam automaticamente ao disco à medida que o calço for ficando gasto.

Sendo um elemento móvel, que garante o normal curso das pastilhas de travão, é normal que ressinta mais a fatiga do uso e fique danificado com alguma facilidade. É um componente barato e fácil de mudar. As melhores pastilhas de travão trazem estas pinças para que sejam mudadas sempre que muda as pastilhas. É um elemento que deve ter em consideração sempre que escolher um novo jogo de calços. Portanto, neste caso, deverá mudar as pinças de travão.

6. Discos de travão torcidos

Os seus discos de travão podem estar empenados e a girar numa trajetória elíptica. Isto pode dever-se a pequenos toques dados com a roda em passeios, passar com o carro sobre buracos, ou até mesmo ferrugem na parte metálica que faz a conexão entre o eixo do carro e o disco de travão. O facto de o disco não girar de forma perfeita e sem irregularidades faz com que toque noutras partes metálicas, causando o irritante som.

Neste caso, deverá visitar o mecânico para corrigir o curso dos discos, ou então, substituir por um conjunto novo.

7. Falta de lubrificação

Como qualquer parte móvel do seu carro que tenha contacto directo com outra peça metálica, esta vai causar atrito e fricção. Para diminuir essa fricção, todas as partes móveis dos seus travões devem estar lubrificadas. Nas lojas de peças para automóveis existem vários lubrificantes para os travões. Se os travões do carro chiam por esta razão, deve usar lubrificante nas partes móveis das pinças, mas nunca entre o disco e a pastilha de travão. O que fazer? Comprar lubrificante e aplicar nas pinças de travão, ou levar o carro ao mecânico para que ele lhe faça isso.

Veja também:

Marvin Tortas Marvin Tortas

Licenciado em Ciências da Comunicação, homem do Norte, apaixonado por carros e com experiência em desporto automóvel. A seguir a mamã e papá, as palavras Ferrari, Mercedes, Audi e Fiat foram respetivamente as 3ª, 4ª, 5ª e 6ª palavras do seu vocabulário.

Também lhe pode interessar: