Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
André Freitas
André Freitas
28 Out, 2020 - 15:25

Quando deve mudar o óleo da caixa de velocidades?

André Freitas

Para saber quando mudar o óleo da caixa de velocidades é necessário estar atento ao desempenho do seu carro e efetuar algumas verificações ao longo do tempo. Saiba qual o procedimento correto.

Caixa manual

Apesar de não ser de conhecimento geral, é necessário e fundamental mudar o óleo da caixa de velocidades.

De forma a precaver situações de maior embaraço, é preciso acompanhar o desempenho do seu veículo e certificar-se de que os níveis de óleo da caixa de velocidades se mantêm de acordo com o expectável.

Os componentes de desgaste do automóvel requerem uma manutenção atenta e cuidada para garantir a longevidade do veículo e a máxima segurança em todas as viagens.

Todas as reparações ou substituições têm o intuito de aumentar o tempo de vida útil do automóvel.

Deste modo, torna-se necessário executar certas substituições e reparações, sendo que estar atento ao desempenho do veículo e saber quando mudar o óleo da caixa de velocidades são das mais importantes.

O óleo da caixa de velocidades acaba por se deteriorar ao longo do tempo. Para evitar que a limpeza e respetiva lubrificação das peças não se seja comprometida, é necessário mudar o óleo com regularidade.

Só desta forma se garante uma correta manutenção da caixa de velocidades.

Tendo em conta os aspetos acima mencionados, tome nota das especificações mais importantes deste processo.

Mudar de óleo da caixa de velocidades: o que precisa de saber

caixa de velocidades automática

1. Sinais de alerta

É extremamente necessário estar atento a determinados aspetos que podem ditar a necessidade de mudança do óleo da caixa de velocidades:

  • a cor do óleo está mais escura;
  • existência de espuma à superfície;
  • cheiro a queimado;
  • existência de partículas de metal, plástico, aço ou areia.

Para além dos fatores mencionados acima, convém mudar o óleo da caixa de velocidades se ouvir ruídos durante a transmissão, ou se for difícil alternar entre as velocidades.

2. Quando devo mudar o óleo da caixa de velocidades?

A periodicidade de mudança de óleo não é a mesma para todos os veículos. Aliás, mesmo para o mesmo veículo, esta mudança depende bastante do tipo de condução realizada por parte do utilizador.

De acordo com o estimado por parte de especialistas, a substituição do óleo da caixa de velocidades deve ser realizada a cada 20 mil quilómetros percorridos pelo veículo. 

Se realmente atingir a etapa em que a mudança é necessária, esta deverá ser realizada por um técnico especializado, de forma a evitar erros durante o procedimento e arriscar a que ocorram danos na caixa de velocidades, no futuro.

mudar o óleo da caixa de velocidades em 10 passos

óleo no reservador de água radiador

Após demonstrar os principais sinais de alerta e a altura indicada para realizar a mudança, é necessário saber a melhor forma de mudar o óleo da caixa de velocidades.

1. Procedimento antes da mudança de óleo

Nunca se deve colocar o motor em funcionamento se o veículo não tiver óleo na caixa de velocidades pois pode gerar danos na caixa de velocidades.

2. Escoar o óleo

O primeiro passo desta mudança consiste em remover todas as guarnições e tampas necessárias da parte inferior da carroçaria.

O óleo deverá ser escoado para um recipiente (deverá ser usado o bujão no fundo do cárter da caixa de velocidades). Caso o óleo cheire a queimado ou contenha fragmentos de metal, significa que a caixa está danificada.

3. Remoção do cárter do óleo

Cárteres de óleo metálicos

Neste caso, apenas é necessário mudar o filtro do óleo e o anel de vedação.

Inicialmente, é necessário desapertar os parafusos do cárter do óleo (na sequência especificada pelo fabricante do veículo para evitar a deformação do cárter). 

Depois, remova o filtro velho e limpe eventuais resíduos de óleo do cárter e do íman permanente.

Por fim, instale o filtro e o anel de vedação novos de acordo com o binário de aperto especificado.

Cárteres de óleo em plástico

Como possuem o filtro de óleo e anel de vedação já integrados, é necessário substituir na totalidade.

4. Instalação do cárter do óleo e do bujão de escoamento

Deverão ser utilizados parafusos novos para instalar o cárter do óleo e um vedante novo para o bujão. Mais uma vez, o binário de aperto especificado deve ser respeitado.

5. Colocar óleo da transmissão

Esta será talvez a parte mais importante do processo por exigir mais cuidados.

A quantidade é bastante importante, pois se for superior ou inferior ao recomendado, em caso de se verificarem temperaturas elevadas, a caixa de velocidades pode danificar-se.

O óleo deve ser colocado no bujão de enchimento até sair pelo orifício de enchimento.

É importante não usar aditivos que alterem a composição química do óleo.

6. Colocar o motor em funcionamento

O motor deve ser deixado a funcionar com o carro parado e com a embraiagem pressionada. Depois, será necessário engatar as mudanças.

A rotação do motor deve ser mantida a 2000 rotações por minuto durante 30 segundos de forma a que o conversor de óleo seja enchido com óleo.

7. Verificar a temperatura do óleo

A temperatura deve estar entre 30°C e os 35°C. O motor deve aquecer ou arrefecer para regular a temperatura do óleo.

8. Verificar o nível de enchimento do óleo

Após atingir uma temperatura entre os 30°C e os 35°C, é necessário verificar o nível de óleo novamente.

Caso não esteja a sair óleo pelo orifício de enchimento, significa que a quantidade de óleo não é suficiente. Neste caso, é necessário voltar a encher.

10. Verificação final

Após verificar que saem algumas gotas de óleo pelo orifício, o bujão de enchimento pode ser fechado e apertado.

Após todos estes procedimentos, a troca estará concluída.

Conclusão

Para evitar danos irreversíveis na caixa de velocidades, a verificação e substituição do óleo torna-se numa tarefa essencial.

Embora esta manutenção deva ser realizada por um profissional especializado, é necessário ter noção dos principais sinais de alerta, assim como noções básicas do próprio procedimento.

Não se esqueça de mudar o óleo da caixa de velocidade sempre que necessário. Para que não se esqueça deste componente, vigie-o com frequência.

Veja também