ebook
Ebook Finanças (s)em Crise
Um guia para tempos complicados
Pedro Martins
Pedro Martins
08 Abr, 2021 - 14:48

Embraiagem dura: sinais de alerta, cuidados a ter e como resolver

Pedro Martins

Uma embraiagem dura é sinal de que algo se passa. Explicamos-lhe como pode prolongar a vida útil da embraiagem e evitar despesas extra.

pessoa a mudar mudança e a sentir embraiagem dura

Uma embraiagem dura requer atenção por parte do condutor. A embraiagem é um conjunto de peças imprescindíveis em carros de transmissão manual, que se encarrega da passagem de potência às rodas.

Existem diversas causas para uma embraiagem dura. Podem estar relacionadas, por exemplo, com utilização excessiva ou inadequada, fim de vida do conjunto ou eventual defeito de componentes.

O tempo de vida útil normal de um kit de embraiagem pode variar muito consoante a utilização. No entanto, a média apontada pelos fabricantes é de 150.000 km.

Tendo em conta a importância deste componente, descubra, então, quais os sinais a ter em atenção e que cuidados deve ter. Mais ainda, saiba como resolver o problema de uma embraiagem dura e, caso seja necessário, conheça os custos de trocar este elemento.

O que deve saber sobre a embraiagem dura

Sinais de uma embraiagem desgastada

O pedal da embraiagem com pisar duro pode significar que o próprio cabo, nos carros que ainda usam cabo de embraiagem, pode estar a chegar ao fim e em risco de se partir. 

Quando há dificuldade em trocar de mudança, pode significar que a embraiagem está em fim de vida útil ou estar a ficar queimada

Se o pedal de embraiagem estive duro e sentir vibração, ou se sente que a embraiagem está a “patinar”, então é sinal de que deve visitar a oficina assim que puder para uma reparação ou substituição. 

Quando arranca com o automóvel e este só inicia marcha quando larga o pedal da embraiagem muito acima, é muito provável que o nível de desgaste já seja adiantado.

Cuidados a ter

É certo que o desgaste da embraiagem é inevitável, pois é dessa forma que o conjunto de componentes cumpre a sua função.

Mas existem alguns cuidados que podemos ter para usufruirmos mais do automóvel e retardarmos a ida à oficina e despesas extra. São eles:

  • Não descansar o pé sobre o pedal da embraiagem. Isto implica desgaste prematuro do disco, além do aquecimento e consequente ineficácia no funcionamento;
  • Não largar o pedal da embraiagem repentinamente e evitar a engrenagem de mudanças bruscas;
  • Iniciar a marcha do veículo em primeira mudança e trocar as seguintes obedecendo à ordem natural da caixa de velocidades;
  • Não circular a baixa velocidade com a transmissão engrenada em mudanças altas. A maioria dos carros novos já apresentam sistemas que indicam qual a mudança correta a adotar. Assim, ao engrenar as mudanças nas alturas adequadas, estamos a contribuir para diminuir o consumo de combustível e o desgaste dos componentes;
  • Não pressionar o pedal da embraiagem quando o carro está parado, evitando esforço das peças envolvidas;
  • Privilegiar a utilização do travão de mão nos arranques em subidas. Apesar da insistência no domínio do ponto de embraiagem por parte de muitos condutores, usar o travão de mão acaba por revelar-se mais sensato e um contributo para a vida útil do kit de embraiagem.

Como resolver o problema da embraiagem dura

Além de seguir os nossos conselhos acima descritos para evitar problemas em utilização habitual, há momentos em que é inevitável a substituição do kit de embraiagem.

Esta tarefa deve sempre ficar a cargo de especialistas em manutenção automóvel, como Feuvert, Midas ou Norauto, por exemplo. Pode, também, recorrer ao concessionário da marca.

Para prolongar a vida da embraiagem, os condutores mais exigentes podem trocar aqueles componentes por outros mais resistentes. Existem peças de embraiagem em materiais mais resistentes, como kevlar ou carbono, por exemplo.

Estes podem ser uma alternativa, embora dispendiosa. Normalmente, adequam-se a automóveis desportivos ou com utilização intensiva, como em cidade ou com atrelados pesados.

Quanto custa trocar a embraiagem

No caso de ter a embraiagem dura e já demasiado desgastada, a melhor opção pode ser mesmo trocá-la.

Os preços dos conjuntos de embraiagem são um mundo, pois dependem do fabricante das peças, da marca do automóvel e do próprio concessionário onde se fizer a manutenção ou instalação.

É possível encontrar embraiagens por valores inferiores a 100€ para carros mais baratos, mas uma troca por técnicos especializados em estabelecimentos profissionais de manutenção automóvel pode rondar os 400€ ou 500€. 

Para além disso, há que entender que a embraiagem para um carro citadino é diferente da que encontramos num desportivo de marcas conceituadas. Algumas embraiagens podem custar, por exemplo, cerca de 2.000€.

Veja também

Aviso Legal

O Ekonomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro. O Ekonomista não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui qualquer garantia nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se pretender sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].