Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Márcio Matos
Márcio Matos
29 Ago, 2018 - 12:30

5 audiobooks para ouvir no trânsito e usufruir da viagem

Márcio Matos

Seleccionámos audiobooks para ouvir no trânsito e aproveitar ao máximo o tempo morto, passado em filas e semáforos no vermelho.

5 audiobooks para ouvir no trânsito e usufruir da viagem

Os áudio-livros ainda são um raridade em Portugal. Contudo, seleccionámos alguns audiobooks para ouvir no trânsito que, em bom português, lhe vão fazer a melhor companhia e ajudar a rentabilizar o tempo passado em filas e filas de automóveis. A caminho do trabalho ou de casa ouça as melhores narrativas literárias e tire partido de tudo o que elas têm para ensinar. Desligue o rádio e coloque estes interessantes audiobooks para ouvir no trânsito.

audiobooks para ouvir no trânsito e relaxar

audiobooks

Nunca Almoce Sozinho, Tahl Raz e Keith Ferrazzi

Com este livro, acabe com as suas dificuldades de relacionamento inter-pessoais. Quer com colegas, quer com amigos, aprenda a ser apoiado e, também, a apoiar todos os que estão à sua volta. Este é um verdadeiro guia com truques essenciais para construir a sua rede de contactos e concretizar os seus objetivos pessoais e profissionais.

A Hora da Estrela, Clarice Lispector (Maria Bethânia e Pedro Paulo Rangel)

Esta obra de despedida de Clarice Lispector, é narrada integralmente por Pedro Paulo Rangel e conta com dedicatória de Maria Bethânia. Lançada em 1977, esta história relata a vida triste de Macabéa, que pontua a sua existência solitária e vazia, com o “Você sabia?” da rádio Relógio. O livro estabelece uma reflexão sobre a escrita e sobre a morte da própria escritora Clarice, alter-ego de Rodrigo, condenado por uma doença terminal. Desta forma, dois níveis de existência se fundem e dialogam entre si – a vida estéril da personagem incapacitada pela pobreza e as condições sociais, e a vida fértil do escritor, mestre do destino das suas personagens, mas tão vítima quanto eles da Sorte maior e inexorável.

Caderno Vermelho, Paul Auster

Pela voz de Maria Isabel, é narrado um conjunto de pequenas histórias que tiveram lugar no quotidiano do escritor americano Paul Auster ou dos seus amigos. Ele assegura a veracidade de todas e como as coincidências fazem parte do quotidiano. Por isso mesmo, cada história descreve uma coincidência, como a do encontro de duas pessoas em Taipan, que descobrem que as suas irmãs vivem em apartamentos vizinhos, no mesmo edifício de Manhattan. A prosa é simples e as histórias fascinantes.

O Velho que Lia Romances de Amor, Luís Sepúlveda

Vítor Nobre conta a história que Luís Sepúlveda escreveu em 1989 e que ganhou o título de um dos 20 melhores livros de 1992 e, mesmo, da década de 90. Este é um romance de aventura, centrado no universo amazónico. António Proaño, um homem que vive numa aldeia isolada no interior da floresta, é forçado a partir em perseguição de um predador que assola as proximidades, atacando pessoas e animais. Esta obra já foi traduzida em mais de 14 países e adaptada ao cinema.

Passageiros em trânsito, José Eduardo Agualusa

Prepare-se para vinte contos, compilados em 2006, e que se tratam de histórias desligadas entre si, contadas serenamente e compostas por personagens que viajam por África e nos transportam para diferentes lugares, à descoberta do mundo. A aventura, o fantástico e a inquietude marcam estas narrativas, que refletem a nostalgia da partida e a procura de quem somos.

Agora que já conhece alguns audiobooks para ouvir no trânsito disponíveis no mercado, trate de fazer a sua escolha e deixe de desesperar nas longas filas de carros que enfrenta todos os dias. Se tem pouco tempo para ler, aproveite esta oportunidade que os audiobooks para ouvir no trânsito lhe dão e rentabilize o tempo passado no automóvel, ouvindo algumas das mais belas histórias, sempre na língua de Camões.

Veja também: