Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Márcio Matos
Márcio Matos
19 Set, 2019 - 07:00

Bucareste: o pesado legado do passado e a esperança do futuro

Márcio Matos

A capital da Roménia vive ainda com alguns fantasmas do passado recente. mas já dá mostras de que o futuro pode ser risonho.

Bucareste Palácio

Bucareste é uma capital jovem, vibrante, mas que ainda guarda diversos sinais de anos e anos da ditadura de Nicolai Ceausescu, em que o país permaneceu quase que fechado ao exterior.

A Roménia das últimas décadas do século XX foi um país onde a cidadania era fortemente condicionada pela máquina do Estado e onde a iniciativa privada era pouco mais que inexistente.

O país nasceu já na segunda metade do século XIX, depois de muitos anos de guerra e invasões e tem na sua origem a unificação de três regiões: a Valáquia, a Moldávia e a Transilvânia.

Desde então, Bucareste tem crescido e florescido, com um centro histórico digno de visita e uma arquitetura e história dignas de nota e de reconhecimento. Ainda desconhecido para muitos, este é um destino cheio de atrativos, entre eles o de ser uma cidade barata e com muitas atrações culturais.

Bucareste, uma cidade por e para descobrir

Buscareste vista geral
Vista geral da parte antiga de Bucareste

1. História

Cada recanto de Bucareste conta um pouco da história da Roménia, país que embora tenha apenas cerca de 100 anos de existência, tem origens que remonta a tempos mais antigos. Por aqui já passaram romanos, daí a raiz latina da língua romena.

Estas terras também já tiveram a presença de tribos alemãs, eslavas, búlgaras e, até, tribos nómadas do norte da Índia. Este território fez parte do império otomano e do austro-húngaro e já foi invadido pelos russos.

Naturalmente que todo este passado contribui para uma mistura de influências e referências culturais bastante rica e interessante. Talvez também por isso este seja um destino muito marcado por estórias e lendas, como a do Conde Drácula, por exemplo.

2. Atrações e tours

Uma das vantagens desta cidade é o facto de muitas das suas obras de interesse se encontrarem espalhadas um pouco por todo o espaço público: edifícios, praças, ruas, vielas, parques, entre outros locais.

Naturalmente que, nestes casos, não precisará de pagar nada para usufruir da beleza deste património cultural, com a vantagem de que mesmo outros pontos de interesse pagos como museus e as Termas têm um custo relativamente acessível. Um destino indicado para turistas que adoram história e arte, mas não têm muito dinheiro para gastar.

Outra opção bem interessante para ficar a conhecer a cidade é fazer walking tours, disponíveis gratuitamente ou, então, à venda por um preço simpático. Alguns dos roteiros disponíveis são: BTrip Bucharest Free Walking Tours, Walk About Free Tours, Tour of Communism, Open Doors Travel, Jewish Trail e Good Living.

Bucareste Ateneu
O famoso Ateneu de Bucareste

3. Arquitetura

Sabia que Bucareste é, também, conhecida como “Little Paris” (pequena Paris)? Isso tem sobretudo a ver com o seu centro histórico, onde existe muita art nouveau ao gosto parisiense, além de ter o seu próprio Arco do Triunfo!

Em termos arquitetónicos, os edifícios modernos convivem lado a lado com os mais antigos, tudo em plena harmonia; as igrejas ortodoxas são belíssimas; a art déco marca presença em alguns locais; e há, ainda, edifícios conhecidos como tendo um “estilo comunista” e que remontam ao governo de Ceausescu.

4. Gastronomia

Pela cidade, há muitos restaurantes e cafés onde é possível e aconselhável provar as principais iguarias típicas da Roménia. São vários os estabelecimentos antigos e que servem comida de excecional qualidade.

Quem preferir, também poderá encontrar espaços mais modernos e gourmet, onde chefs romenos de renome mundial confecionam verdadeiras obras de arte.

5. Vida noturna

Para os turistas mais jovens ou que não dispensam a animação noturna, saiba que em Bucareste não falta oferta. Há bares com cerveja, futebol e shisha, mas também espaços mais requintados com rooftops de onde é possível admirar a cidade, bares intimistas, música ao vivo e festivais.

Bucareste Arco do Triunfo
O Arco do Triunfo romeno

Outras informações úteis

Preços

Como já fomos expondo, uma das grandes vantagens de Bucareste é que é uma cidade barata, sobretudo se comparada com outras capitais europeias. Do alojamento às refeições, não esquecendo os transportes e os principais pontos de interesse da capital, não faltam ofertas baratas para desfrutar. Um excelente destino para quem gosta de viajar, mas não tem muito dinheiro para despender.

Transportes

Além das viagens para este destino não serem muito caras, outra boa notícia é que os comboios, metro e táxis da cidade funcionam super bem e não custam uma fortuna, por isso são uma maneira muito prática e funcional de explorar a cidade que também se conhece muito bem a pé.

Já se desejar explorar as montanhas envolventes ou descobrir outras cidades vizinhas, a sugestão é para que alugue um carro (o custo da gasolina também é bem aceitável), ou que opte por um tour com guia.

Poucos turistas

As atrações de Bucareste são muitas, mas a verdade é que esta ainda não é uma das capitais europeias mais procuradas pelos turistas. Um dos aspetos positivos deste facto é não só o de não encontrar preços inflacionados, como o de conseguir explorar a cidade com mais tranquilidade, sem tanto barulho ou empurrões, e não encontrar filas para tudo e mais alguma coisa. Os habitantes locais são bastante hospitaleiros e acolhedores, mostrando-se bastante disponíveis para ajudar quem é de fora.

Veja também