Luís Vicente
Luís Vicente
16 Set, 2019 - 15:59
Vaud: apaixone-se pelas belas paisagens da Suíça

Vaud: apaixone-se pelas belas paisagens da Suíça

Luís Vicente

Renda-se às paisagens e gastronomia suíças explorando o cantão de Vaud. Nest artigo mostramos-lhe o melhor de Lausana, Montreux e Yverdon-les-Bains.

O artigo continua após o anúncio

Vaud é um cantão suíço colado a França e cujas cidades mais importantes são Lausana, Yverdon-les-Bains e Montreux. Além das atracções e gastronomia de cada uma destas cidades, as viagens entre as mesmas permitem observar a beleza natural desta zona ocidental do país.

Banhado a sul pelo Lago Lemán (também conhecido como Lago Genebra) e a norte pelo Lago de Neuchatêl, passear pelo cantão de Vaud garante a visita a uma panóplia de características geográficas e culturais que tanto identificam a Suíça.

A província também faz fronteira com o cantão de Genebra, pelo que, se quiser esticar um pouco a rota, pode ainda visitar uma das três maiores cidades do país.

Cantão de Vaud: visita à capital Lausana

Vaud Lausana

Trata-se da capital do cantão de Vaud e, por isso, tem uma grande oferta turística. Não apenas pelos seus mais de 600 restaurantes mas também pelos passeios junto ao lago, pela forte oferta comercial de lojas de marca e pela proximidade à montanha.

Além dos icónicos passeios de barco no Lago Leman, é recomendada a visita ao Museu Olímpico de Lausana. É uma actividade ideal para a família, onde é possível perceber melhor a história dos Jogos Olímpicos e a respectiva evolução até aos dias de hoje.

A cidade também é conhecida pela significativa quantidade de emigrantes portugueses. Por isso, na altura em que escolher um restaurante, ainda lhe pode calhar bacalhau com todos. De modo a garantir que experimenta a gastronomia local, muito influenciada pela proximidade a França e Itália, recomendamos-lhe dois restaurantes nesta cidade.

Onde comer

Situado na zona velha, muito próximo da Catedral, Vieux-Lausanne promete uma experiência de alta gastronomia suíça e europeia. O atendimento é tão cuidado como a apresentação dos pratos. É possível tomar as refeições também na esplanada.

Na pitoresca taberna e bar de vinhos Pinte Besson vai poder provar o tradicional fondue suíço. Peça um bom vinho regional para acompanhar (Vaud é também berço de excelentes vinhos) e garanta, desta forma, uma refeição totalmente local.

O artigo continua após o anúncio

Onde ficar

Se quiser uma experiência única e não se importar de abrir os cordões à bolsa, uma noite no Royal Savoy Hotel & Spa vai valer a pena. Trata-se de uma unidade hoteleira de 5 estrelas num edifício remodelado, construído em 1909. Está muito próximo do centro histórico da cidade e conta ainda com um restaurante premiado.

Por outro lado, apresentamos-lhe uma sugestão mais amiga da carteira, mas também de excelente relação qualidade/preço. O acolhedor Hotel Elite, de 3 estrelas, conta com alguns quartos com uma desafogada vista e ainda tem um aprumado jardim nas traseiras. Igualmente bem localizado, esta unidade está a apenas 250 metros do centro.

Cantão de Vaud: um giro por Montreux

vaud montreux

Pode parecer surpreendente para muita gente, mas a histórica banda Queen gravou nesta pequena cidade suíça várias obras da sua discografia. Tanto foi o impacto da banda britânica que uma estátua de Freddy Mercury está edificada nas margens do Lago Lemán. A cidade aproveitou a influência musical e é possível ter uma experiência num estúdio alusivo aos Queen.

Perto de vales e vinhas, muita gente opta por fazer um passeio nas redondezas de Montreux, aproveitando assim toda a beleza natural que a cidade tem para oferecer. A adicionar ainda à lista está a passagem pelo histórico e famoso Castelo de Chillon.

Onde comer

Com uma encantadora vista sobre o lago, não são só as vistas que justificam a ida ao restaurante Le Pavois. O cuidado na apresentação e a típica gastronomia suíça são outros destaques a acrescentar ao excelente atendimento.

No número 32 da central Avenida do Casino está La Brasserie J5. Trata-se de um restaurante de preço moderado que preza pelos grelhados à moda suíça. Apresenta um estilo descontraído, servindo também hambúrgueres clássicos; conta ainda com um bar.

Onde ficar

O Hôtel du Grand Lac Excelsior é uma excelente aposta de relação qualidade/preço. Sendo uma unidade hoteleira de 4 estrelas, a primeira característica mais marcante é a desafogada vista das janelas e varandas dos quartos, sobre o lago Leman.

Outra opção é o Golf Hotel René Capt. Igualmente com uma vista memorável, este empreendimento permite avistar o já mencionado Castelo de Chillon.

O artigo continua após o anúncio

Cantão de Vaud: paragem em Yverdon-les-Bains

vaud yverdon les bains

A meia hora de Lausana, e banhada por um outro lago, o de Neuchatêl, está Yverdon-les-Bains. Não é uma cidade muito conhecida para os turistas, mas na verdade é a segunda com mais habitantes em Vaud. Conhecida pelas suas termas, vale a pena passar para aproveitar os tratamentos terapêuticos dessas águas ricas em minerais. A cidade conta ainda com o Maison d’Ailleurs, um conhecido museu que  frequentemente muda as exposições, apresentando uma grande transversalidade cultural.

Onde comer

A apresentação e qualidade da comida fazem de Bistrot des Uttins, na rua com o mesmo nome, um lugar a visitar caso passe por Yverdon-les-Bains. O espaço é agradável e o atendimento impecável. O restaurante tem ainda esplanada, onde, no verão, se pode aproveitar o soalheiro e quente tempo suíço.

A 10 quilómetros de Yverdon, vale a pena visitar Le Colvert, em Yvonand. E não só pela saborosa comida: a vista para o lago é encantadora, sendo que em algumas mesas quase parece estamos mesmo ao lado da água. A origem gastronómica de Le Colvert é uma fusão das nacionalidades mais próximas: suíça, francesa e italiana.

Onde ficar

Afastado do centro da vila, o Grand Hôtel Des Bains é uma excelente opção para quem pretende relaxar e aproveitar as águas termais ali disponíveis.

O hotel de quatro estrelas situa-se num parque arborizado e está a pouco mais de um quilómetro de Yverdon-les-Bains, pelo que na altura de escolher, certifique-se que tem forma de transporte.

Já com três estrelas e a quatro passos do centro, o Hotel du Theatre é uma boa aposta para quem quer estar próximo do epicentro da vila. O espaço é moderno com uma decoração do estilo boutique hotel. Além de terraço e jardim, conta ainda com serviço de bicicletas e garagem para as mesmas.

Veja também
Partilhar Tweet Pin E-mail WhatsApp