Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Ekonomista
Ekonomista
23 Out, 2020 - 15:56

Cantinas escolares em greve geral na próxima segunda-feira

Ekonomista

Sindicatos prevêem grande adesão à greve, com centenas de cantinas encerradas e escolas que não vão ter aulas.

Trabalhadora de cantina escolar a servir almoço

Os trabalhadores da cantinas escolares vão fazer uma greve nacional na próxima segunda-feira, dia 26 de Outubro.

A informação foi avançada pela Federação dos Sindicatos do setor (FESAHT), que prevê uma grande adesão à greve, com centenas de cantinas escolares encerradas e escolas que não vão ter aulas.

De acordo com a estrutura sindical, 90% dos trabalhadores das cantinas escolares têm vínculos de trabalho precários, contratados ao trimestre ou a tempo incerto, e este ano estão confrontado com despedimentos ou condições ainda piores que em anos letivos anteriores.

Responsabilizam, por isso, a Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE) e as câmaras municipais pela degradação das condições e das relações de trabalho a que o setor chegou, uma vez que grande parte das cantinas escolares estão concessionadas a empresas externas que, por sua vez, ainda vão recrutar trabalhadores a empresas de aluguer de mão de obra.

A federação destaca, pela negativa, o exemplo da Uniself, concessionária do serviço de refeições da esmagadora maioria das cantinas, que está a deixar desempregados trabalhadores com dezenas de anos de serviço nas cantinas escolares, ao mesmo tempo que reduz a carga horária e retira direitos adquiridos aos que mantém.

Dada a situação, o melhor é informar-se junto do agrupamento da escola dos seus filhos sobre o impacto que esta greve terá nas atividades letivas e salvaguarde as alternativas necessárias.

Veja também