Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Mónica Carvalho
Mónica Carvalho
22 Fev, 2019 - 14:34

Capitais europeias com melhor vida noturna: 11 destinos a conhecer

Mónica Carvalho

Londres, Berlim, Lisboa, Praga e outros destinos que vão surpreender. Saiba o que vai encontrar nas capitais europeias com melhor vida noturna e comece a planear a próxima viagem.

Capitais europeias com melhor vida noturna: 11 destinos a conhecer

Se está à procura de um próximo destino de viagem cheio de animação e quer saber quais são realmente as capitais europeias com melhor vida noturna, chegou ao sítio certo. Revelamos os 11 destinos imperdíveis para se divertir “all night long” com os seus amigos ou com as novas amizades que irá travar.

É certo que visitar monumentos, conhecer os melhores restaurantes e desfrutar das principais de uma cidade são excelentes formas de conhecer uma nova cultura. Todavia, não são as únicas. A animação noturna, sejam bares, discotecas e afins, é igualmente uma boa estratégia para descobrir mais sobre um novo local.

Top 11 das capitais europeias com melhor vida noturna

O continente europeu pode oferecer não apenas as melhores e as mais loucas opções de festas, mas também algumas bem acessíveis ao contrário do que possa pensar. Assim, descubra quais as 11 capitais europeias com melhor vida noturna.

1. Amesterdão, Holanda

amesterdão

Fonte: Max Pixel

Amesterdão é um dos locais preferidos dos mais jovens para visitar na Europa. A sua vida noturna arrojada e livre de preconceitos é um dos principais motivos para que tal aconteça.

Nos fins de semana, os bares ficam abertos até às 03h da manhã e as discotecas nunca fecham antes das 04h. Seja adepto de música techno, house ou eletrónica, pode optar por descobrir o enorme Warehouse Elementenstraat ou participar das festas no Sugarfactory, um local íntimo e polivalente com um ambiente sedutor, rodeado de cortinas vermelhas e luzes nebulosas.

É igualmente imprescindível uma visita ao famoso Red Light District, desde que o visite sem preconceitos e com toda a liberdade que a sua mentalidade permita.

2. Berlim, Alemanha

Berlim é considerada o epicentro da música techno no mundo. Mas isso é apenas uma parte do que coloca esta cidade na lista das imperdíveis para amantes de vida noturna.

Esta cidade não para nunca de festejar e há muitos motivos para isso: a cerveja é barata e os rapazes e raparigas são muito animados, ao contrário da ideia que temos da frieza e rigor alemão.

Os mais aventureiros devem frequentar a discoteca Berghain, a mais exclusiva da cidade e uma das mais antigas, onde existe, inclusivamente uma empresa discográfica.

3. Budapeste, Hungria

budapeste

Fonte: Max Pixel

As bebidas alcoólicas são muito baratas em Budapeste, o alojamento é bastante acessível e a vida noturna é uma das mais animadas da Europa: se estes não são motivos mais que suficientes para o levar a considerar viajar para Budapeste, então, não sabemos o que irá convencê-lo.

Talvez os bares, que tanto podem ser localizados num edifício típico, como nas ruínas de um prédio antigo ou numa zona totalmente artística, onde ao lado está a decorrer uma venda de garagem local. Cenários totalmente inesperados, mas que vão surpreender pela positiva.

4. Copenhaga, Dinamarca

Os dinamarqueses não são apenas o povo mais feliz do mundo, como também se sabem divertir à grande. Se não acredita, então acha que tem estofo para aguentar acordado até às 03h da manhã, altura em que abrem alguns dos bares mais irreverentes. Aí, a festa pode prolongar-se até às 10h da manhã – sim, leu bem!

E apesar da fama de ser uma cidade cara, há locais bastante acessíveis. Pergunte aos locais quais os sítios mais in e que não pode mesmo perder e, quem sabe, encontrará companhia para uma saída noturna que ficará na história.

5. Estocolmo, Suécia

estocolmo

A capital da Escandinávia é provavelmente uma das melhores cidades para se encontrar pessoas bonitas e atraentes e com grande capacidade para se divertirem, sem se deixar influenciar pelo quão caro pode ser uma saída noturna.

Siga a dica dos suecos: antes de sair de casa para ir para os bares, bebem um copo (ou mais), para entrarem no espírito mais animado, tal como a noite pede.

Os melhores bares e discotecas encontram-se em Södermalm e Stureplan, sendo que a única desvantagem é que a maioria dos estabelecimentos fecham às 03h da manhã.

6. Lisboa, Portugal

A capital portuguesa também tem as suas noites animadas, destacando-se de entre outras capitais europeias. Enquanto país latino, os portugueses são conhecidos por serem afáveis, animadas e por não virar as costas a uma boa festa.

A vida noturna portuguesa é um dos motivos pelos quais a capital portuguesa é um dos destinos mais procurados na Europa. E, para isso, em muito contribui o famoso Bairro Alto, mas também aspetos mais tradicionais, como as casas de fado de Alfama.

7. Londres, Inglaterra

londres

Fonte: Max Pixel

A vida noturna de Londres tem substância e variedade, em qualquer altura do ano e independentemente dos gostos pessoais, pois há sempre algo para qualquer pessoa fazer.

Nesta cidade, pode encontrar tudo o que quiser e tudo o que conseguir imaginar: desde espetáculos burlescos e clubes noturnos sofisticados e elegantes, como o Pacha e o Studio 338.

Mas se procura uma experiência mais autêntica, experimente o Corsica Studios, um local com duas salas com música de vanguarda com uma atitude crua e rebelde, fazendo lembrar os anos 70. Ou, então, o Maggie’s, um clube decorado com estilo de anos 80 e com inúmeras referências à dama de ferro, Margaret Thatcher, como áudios de discurso que tocam em loop.

8. Praga, República Checa

Praga oferece uma vida noturna surpreendentemente acessível e bastante completa. Mesmo não sendo um concorrente direto de outros destinos europeus, também tem o seu quê de atrativo e impressionante.

O Karlovy Lazne Club é a maior discoteca da região, com cinco zonas diferentes, cada uma com um tema, propósito e decoração diferentes.
Um pouco à semelhança do que acontece com Portugal, em Praga, também é habitual usufruir da vida noturna ao ar livre.

9. Reiquejavique, Islândia

reiquejavique

Nem só de encantos naturais, como a famosa aurora boreal, vive Reiquejavique. A capital islandesa possui a animação noturna típica de uma cidade mais pequena, onde todos parecem conhecer-se.

Por isso, em cada bar que entra parece ser um local que já conhece, que soa a familiar, mesmo que lá nunca tenha entrado. Os locais são excelentes anfitriões e as festas prolongam-se noite dentro e terminam, muitas vezes, só de manhã.

10. Roma, Itália

Roma não vive só de história nem de estórias. É uma capital europeia com uma animada vida noturna, especialmente no bairro Testaccio, onde encontrará dezenas de excelentes restaurantes e os túmulos dos poetas protestantes John Keats e Percy Bysshe Shelley.

Akab é uma discoteca marcante na cidade, por possuir uma pista de dança gigantesca e a atuação de DJs convidados, muitos deles verdadeiras estrelas internacionais.

Para uma atmosfera divertida e sociável, o espaço On the Rox atrai uma grande multidão de estudantes, ou não praticasse preços bastante simpáticos.

11. Varsóvia, Polónia

varsóvia

Fonte: Max Pixel

Se achar que Estocolmo é uma cidade demasiado cara para o seu orçamento, então, considere visitar Varsóvia, pois representa uma experiência semelhante e bem mais barata.

Tão barata quanto um copo de cerveja custar apenas 0,50 cêntimos e um shot de vodka um euro. O difícil mesmo vai ser aprender a controlar-se na bebida…

Divirta-se numa destas sugestões de capitais europeias com melhor vida noturna, mas sempre com precaução!

Veja também: