ebook
Ebook Finanças (s)em Crise
Um guia para tempos complicados
Júlia Rocha
Júlia Rocha
05 Abr, 2021 - 14:19

10 carros históricos da Fórmula 1

Júlia Rocha

As corridas que fazem parte do imaginário dos amantes das quatro rodas, de velocidade e de condutores incríveis. Conheça 10 carros históricos da Fórmula 1.

um dos carros históricos da Fórmula 1

Queremos dar-lhe a conhecer 10 carros históricos da Fórmula 1, conduzidos por pilotos igualmente incríveis, que deixaram a sua marca na história.

As origens da Fórmula 1 levam-nos aos anos 50, a década em que começámos a sonhar com as autênticas máquinas de potência, velocidade e adrenalina que enchiam as medidas aos amantes do automobilismo.

Da Ferrari à Mercedes, passando pelos feitos de Schumacher, Senna ou Barrichello, fique, então, com as máquinas que ilustraram as corridas.

Carros históricos da Fórmula 1: 10 modelos icónicos

1

Lotus 72

Criado por Colin Chapman, o Lotus 72 competiu entre 1970 e 1976, participando em 75 corridas.

O motor V8 da Ford dá-lhe lugar neste grupo de carros históricos da Fórmula 1, pois permitiu vencer 20 corridas e chegar ao pódio em 39.

2

Ferrari F2002

Este foi um dos carros que mais ajudou o alemão Michael Schumacher a ser campeão de Fórmula 1. Foi atrás do volante do Ferrari F2002 que teve maior impacto, visto ter tido sempre lugar no pódio.

Para além disso, também marcou pelas inovações técnicas e incrível design a que a Ferrari habituou todos os fãs da modalidade.

3

McLaren MP4/4

O McLaren MP4/4 foi um dos carros históricos da Fórmula 1 pelo domínio que este teve quando participou na competição.

Em 1988, o carro participou em 16 corridas e ganhou 15. O carro, com um motor V6 da fábrica da Honda, teve um sucesso praticamente inigualável.

Para além disso, foi conduzido pelo ícone Ayrton Senna.

4

Mercedes W05

A marca deste carro já tem um impacto mais recente. Ajudou o britânico Lewis Hamilton a esmagar a competição em 2014.

O carro ganhou 16 de 19 corridas. Um modelo impressionante que escapa às habituais gigantes Ferrari e McLaren.

A carreira foi curta, mas não deixa de ser um dos carros históricos da Fórmula 1.

5

Benetton B195

Outro carro conduzido por Schumacher, que venceu o seu título de 1995 ao volante deste Benetton. O carro venceu 11 de 17 corridas e, infelizmente, só correu durante esse ano.

Deixou a sua marca não só nas provas, mas também no design.

6

McLaren MP4/2

Este automóvel correu entre 1984 e 1986. Foi com ele que Niki Lauda venceu o título em 84, e que Alain Prost também o conquistou nos dois anos seguintes.

Tinha algumas especificidades técnicas que o distinguiam da restante competição: os travões de carbono e um depósito de combustível maior.

7

Red Bull RB7

Se falamos em carros históricos da Fórmula 1, então não se pode esquecer o carro que ajudou Sebastian Vettel a ganhar o segundo título consecutivo. Mais ainda, em 2011, o carro venceu 12 de 19 corridas.

Para além disso, entre as utilizações de Vettel e do australiano Mark Webber, conseguiu chegar ao pódio 27 vezes.

8

Ferrari 500 F2

Vamos recuar um pouco no tempo para recordar o carro vencedor da temporada de 1952. O reino Ferrari estava a começar depois da saída da Alfa Romeo da competição. Quem o conduziu neste ano foi o italiano Alberto Ascari que, assim, venceu 7 das 8 corridas.

O 500 F2 impressionava pelo motor de 4 cilindros que, da forma que estava montado no veículo, permitia uma distribuição do peso mais equilibrada.

9

Ferrari 2001

Mais um Ferrari nesta lista de carros históricos da Fórmula 1, uma vez que a marca dominou o início da década de 2000. Mesmo com a adaptação às novas regras que foram impostas, este modelo marcou o ano, dando a Michael Schumacher o seu quarto título.

10

Mercedes F1 W07 Hybrid

Recentemente, a Mercedes fez por merecer outro lugar na lista dos carros históricos da Fórmula 1.

O W07 só fica atrás no McLaren MP4/4 em termos de domínio nas provas. Foi, para além disso, o primeiro Mercedes a incluir o sistema híbrido, de acordo com as novas regras de 2016.

Veja também

Aviso Legal

O Ekonomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro. O Ekonomista não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui qualquer garantia nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se pretender sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].