Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Catarina Milheiro
Catarina Milheiro
09 Mar, 2020 - 14:16

Carta de apresentação para estágio: saiba os pontos a abordar

Catarina Milheiro

Saiba como deve elaborar uma carta de apresentação para estágio e destaque-se dos outros candidatos.

jovem a pensar no que escrever na carta de apresentação

Uma vez que não tem qualquer tipo de experiência em contexto empresarial, é extremamente importante que dê valor à sua carta de apresentação para estágio.

Mas o que é afinal, a carta de apresentação para estágio? Trata-se de um documento que acompanha o CV no processo seletivo. O objetivo é apresentar o perfil do candidato de forma breve e sucinta, onde devem constar aspetos da sua vida académica e profissional. Desta forma, o recrutador conseguirá perceber melhor se o seu perfil se adequa à função em questão.

No fundo, quando se candidata a uma vaga para um estágio, espera ser chamado para uma entrevista. Afinal, só assim poderá dar a conhecer um pouco mais de si ao recrutador.

Contudo, para que consiga ser selecionado para uma entrevista, é necessário que elabore de forma simples e breve, uma boa carta de apresentação para estágio. Assim, as suas hipóteses de criar uma primeiro contacto com a entidade, aumentam.

CARTA DE APRESENTAÇÃO PARA ESTÁGIO: ALGUNS ASPETOS IMPORTANTES A CONSIDERAR

É essencial que crie um CV com toda a sua formação e com experiências anteriores que possa ter tido, mas o especial enfoque deve ser na sua carta de apresentação para estágio.

Se vai concorrer a uma vaga para estágio, existem alguns aspetos que deve ter em consideração, bem como como erros mais comuns a evitar.

Quando se trata de um estagiário, principalmente, a elaboração de uma carta de apresentação para estágio deve ser vista como um exercício de marketing pessoal.

Ou seja, assim como acontece quando elabora a SWOT pessoal, a carta de apresentação irá exigir que se foque nas suas conquistas académicas, possíveis cursos ou workshops que tenha realizado, experiências no exterior ou até mesmo no trabalho voluntário.

E todos estes aspetos são altamente importantes num CV de um jovem que tenha acabado recentemente os seus estudos, porque apesar de não ter qualquer tipo experiência em ambiente empresarial, é crucial que demonstre interesse no programa de estágio.

Para que o recrutador consiga identificar facilmente as suas habilidades e competências, existem algumas dicas para fazer uma boa carta de apresentação.

jovem a escrever carta de apresentação

O QUE ESCREVER NA CARTA DE APRESENTAÇÃO PARA ESTÁGIO

Independentemente do tipo de estágio que se tratar, a carta de apresentação para estágio pode ser utilizada em duas situações diferentes: ao fazer uma candidatura espontânea ou em resposta a um anúncio.

Se tem dúvidas quanto à forma como deve escrever a carta, deve pensar que quanto mais sucinta, melhor, não esquecendo nunca os pontos fulcrais que devem constar.

É importante ainda relembrar que cada carta que escrever, deve estar personalizada para o emprego ao qual se está a candidatar. Opte por uma escrita clara e concisa, sem qualquer tipo de erros gramaticais e ortográficos.

1

Dirija-se à pessoa certa

Não sabe por onde começar? Um bom ponto de partida é começar por se dirigir à pessoa certa. Este tipo de atitude demonstra que teve o cuidado de enviar a carta a uma determinada pessoa.

De outra forma, o recrutador poderá pensar que se trata de um modelo que escreveu para enviar a diversas empresas, de forma geral.

Assim, no topo da sua carta deverá constar uma rubrica do assunto, onde esclarece o objetivo da sua carta e claro, menciona a referência do anúncio, no caso de não se tratar de uma candidatura espontânea.

2

Apresente-se

Não tem experiência de trabalho? Não há problema. Fale sobre si. Refira os seus pontos fortes, mas não esconda os pontos mais fracos.

Acima de tudo, seja sincero, mas procure sempre demonstrar o seu interesse e a sua vontade de aprender.

Explique quais os motivos que o levam a querer um estágio na organização e aquilo que o motiva. Não seja maçador, mas procure demonstrar ao recrutador que o seu trabalho pode ser uma mais-valia para a organização.

3

Faça uma carta de apresentação personalizada

Uma coisa que tem de aprender, desde já, é que no que toca a procura de emprego e, neste caso de estágios, é que é extremamente importante que procure enviar informações da forma mais direcionada que lhe for possível.

A carta de apresentação deve então ser algo adequado e direcionado à organização para a qual está a enviar.

Adapte o discurso ao perfil da empresa, de modo a que a sua carta de apresentação para estágio esteja adequada à entidade em questão.

4

Destaque a sua experiência académica e refira algumas experiências extracurriculares

Como estamos a falar de uma carta de apresentação para estágio, o enfoque deve estar na experiência académica.

Portanto, deve indicar de forma clara o seu curso, o período vigente e o nome da instituição. Se já concluiu o curso, deve informar o mês e o ano da conclusão.

Para quem ainda está a estudar, é importante referir em que regime está a concluir os seus estudos: diurno, noturno. Desta forma, o recrutador tem conhecimento da sua disponibilidade.

Além disto, é importante que indique se já foi estagiário noutro local. Aproveite para falar daquilo que aprendeu durante a experiência.

Em relação às experiências extracurriculares, será interessante, por exemplo, colocar experiências de trabalho voluntário em que tenha adquirido competências relevantes.

5

Utilize palavras-chave

Cada área de atuação possui um vocabulário de termos e siglas bastante específico. É possível que o recrutador utilize palavras-chave como primeiro filtro para descobrir os candidatos mais adequados.

6

Procure incluir testemunhos

Testemunhos de colegas ou de professores podem ajudar a valorizar a sua carta de apresentação, mas seja original na forma como os inclui na mesma. Procure fazer com que esses testemunhos não tornem a sua carta de apresentação enfadonha.

A título de exemplo, se refere alguma caraterística sua que considera ser do interesse do recrutador, corrobore-a utilizando o testemunho de um colega ou professor.

7

Evite erros

Evite, a todo o custo, erros sintáticos e de ortografia! Releia a carta de apresentação as vezes que forem necessárias ou peça a alguém para a ler. Não quer que a sua primeira impressão seja uma carta de apresentação com erros, pois não?

Veja também