Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Ekonomista
Ekonomista
14 Out, 2020 - 11:15

Maioria dos cartões de crédito cobra juros máximos

Ekonomista

Apenas três em cada 10 cartões de crédito cobram uma taxa de juro abaixo do limite autorizado pelo Banco de Portugal, revela estudo.

Cartões de crédito numa mesa

Mais de 70% dos cartões de crédito existentes no mercado cobra os juros máximos permitidos, aplicando uma taxa anual de encargos efetiva global (TAEG) de 15,3%.

Além disso, a maior parte dos cartões de crédito ainda exige uma anuidade aos clientes e metade a chamada taxa de gasolineira (por cada transação numa estação de serviço), revela um estudo realizado pela plataforma ComparaJá.

Isto significa que 7 em cada 10 cartões de crédito cobram a taxa de juro mais alta autorizada pelo Banco de Portugal, que durante este trimestre é de 15,3%, o que perfaz uma TAEG média de mercado de 14,6%.

Segundo o estudo, dos 78 cartões de crédito existentes no mercado português, apenas 30 não cobram qualquer anuidade aos clientes. O custo anual de deter um cartão de crédito pode mesmo chegar aos 50 euros, em 17% dos cartões comercializados em Portugal.

Os dados revelam ainda que 7 em cada 10 cartões cobram taxa de gasolineira, que na generalidade dos casos tem o valor de 50 cêntimos. Esta taxa é cobrada sempre que os clientes recorrem ao cartão de crédito para fazer pagamentos em postos de abastecimento de combustível.

Veja também