ebook
GUIA DO REGRESSO ÀS AULAS
Prático e Descomplicado
Ekonomista
Ekonomista
08 Set, 2021 - 16:59

Cascatas de Vila de Rei: um passeio a não perder pelo interior

Ekonomista

Não perca uma incrível caminhada pelas Cascatas de Vila de Rei, rodeado de uma paisagem natural ímpar. Mergulhe no coração das aldeias do xisto.

cascatas de vila de rei

Pelas Cascatas de Vila de Rei é um percurso que vale a pena fazer em qualquer altura do ano. Os visitantes são, na sua maioria, amantes do turismo da natureza, mas a caminhada atrai cada vez mais famílias e grupos de amigos que optam por atividades de lazer ao ar livre.

Organizado pela ZêzereTrek, o percurso é adaptado às necessidades dos seus clientes. Qualquer que seja o tipo de passeio pretendido – desde passeios fotográficos a outros mais descontraídos, exigindo maior ou menor esforço físico – esta é uma caminhada que garante momentos de deleite em contacto com a Natureza.

Pelas Cascatas: tudo o que precisa de saber

O passeio pelas Cascatas de Vila de Rei pode ser feito durante todo o ano. O trilho propriamente dito começa no largo da Vila e passa ao longo da ribeira do Lavadouro, da ribeira do Vale Feito e ribeira da Vila. Ao longo do passeio poderá observar não só a formação de varias cascatas – que brotam da paisagem selvagem -, mas também a riqueza da fauna e flora da região. Tem a duração de aproximadamente 4 horas e os únicos requisitos são calçado confortável e boa disposição.

Vila de Rei pertence ao distrito de Castelo Branco e é o Centro Geodésico de Portugal. A 10 quilómetros da Vila poderá visitar a Aldeia do Xisto de Água Formosa, que se esconde entre a Ribeira da Corga e a Ribeira da Galega, numa encosta soalheira.

Cascata em Vila de Rei

Passadiços do Penedo Furado

Também em Vila de Rei ficam os Passadiços do Penedo Furado, que ligam a Praia Fluvial às quedas de água. Os trabalhos de construção demoraram cerca de 4 meses e constituíram um investimento superior a 90 mil euros. No fundo, estes passadiços vêm enriquecer um dos locais mais visitados do concelho, tornando a visita à zona mais agradável, segura e acessível.

O trajeto estende-se por 532 metros lineares, havendo uma ponte no final do percurso. Ao longo do trilho, pode encontrar plataformas para descanso, bancos e miradouros, de onde pode admirar a paisagem de serras, montes e casas, a ribeira do Codes e a albufeira da Barragem do Castelo do Bode.

Neste momento, já se encontram disponíveis alguns percursos e rotas pedestres, tais como: o Trilho das Bufareiras, Rota das Conheiras, Grande Rota da Prata e do Ouro e Grande Rota do Zêzere.

Vista aérea de Dornes
Não perca Dornes: a mítica aldeia do fim do mundo

Onde ficar?

Casas da Encosta

Situada na aldeia de Cunqueiros, a unidade de turismo rural Casas da Encosta está a recuperar três casinhas de xisto para oferecer aos seus hóspedes todas as comodidades necessárias para passarem uns belos dias na região.

Casa do Alecrim – Xisto Sentido

Localizada na Aldeia do Xisto de Martim Branco, no concelho de Castelo Branco, a unidade de turismo rural “Xisto Sentido” possui todas as comodidades para passar bons momentos nesta belíssima região do interior centro do país. Depois do passeio pelas Cascatas de Vila de Rei, aqui poderá descansar e desfrutar da tranquilidade das Aldeias do Xisto.

Onde comer?

Restaurante Bem Me Quer

Também na Aldeia do Xisto de Martim Branco, este restaurante tem um cardápio regional à sua disposição e o aroma do forno a lenha torna a comida ainda mais saborosa. Aconselhamos o cabrito no espeto ou assado, as bochechas de porco preto ou mesmo o galo da capoeira.

(As imagens deste artigo foram gentilmente cedidas pela Zêzere Trek)

Veja também