Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Márcio Matos
Márcio Matos
29 Jan, 2019 - 11:16

Atenção passageiros: estas são as 18 coisas que nunca deve fazer num voo

Márcio Matos

Viajar de avião não precisa de manual de instruções, mas há coisas que deve evitar fazer num voo e, assim, garantir o seu bem-estar e segurança.

Atenção passageiros: estas são as 18 coisas que nunca deve fazer num voo

coisas que nunca deve fazer num voo. Quem o diz são os profissionais das companhias aéreas, mas também médicos e investigadores que se debruçam sobre as condições de voo oferecidas pelas companhias aéreas. E não pense que os germes são um exclusivo das companhias low-cost. Eles proliferam em todas e, por isso, há mesmo coisas que não deve fazer num voo para garantir que evita contactar diretamente com esses bichinhos invisíveis, mas muito indesejáveis.

18 coisas que nunca deve fazer num voo

1. Andar descalço

Além de não saber quem pisou aquele chão, na carpete do avião já houve de tudo, desde vómito a sangue. Para além dos germes, há copos que se partem e, por isso, corre o risco de que algum vidro se espete no seu pé ou o corte.

2. Pedir gelo na sua bebida

aviao

Em 2004, um estudo concluiu que apenas 15% das reservas de água dos aviões passavam no teste de qualidade. Isso fez com que, desde 2009, tenha deixado de ser servida água proveniente desses reservatórios – e antes água engarrafada. Porém, os cubos de gelo são feitos com água dos reservatórios – antigos e ricos em bactérias. Por essa razão, não peça bebidas com gelo.

3. Estar todo o tempo do voo sentado

Nas viagens de avião mais longas, o risco de desenvolver uma trombose intra-venosa aumenta, pelo que é importante tomar algumas medidas preventivas, tais como: movimentar-se; caminhar; pôr-se de pé; levantar alternadamente os joelhos, enquanto está sentado; e, também muito importante, usar roupas largas que não dificultem ainda mais a circulação sanguínea.

4. Ter lentes de contacto

Não é obrigatório, mas é um bom conselho. O ambiente na cabine do avião é muito seco o que pode causar irritação ocular. Além disso, caso adormeça, é sempre mais seguro estar com óculos do que com lentes, não acha?

5. Desligar o ventilador do seu lugar

Os médicos recomendam que, durante o voo, o ar esteja sempre ajustado para o nível médio ou alto, pois isso afasta os germes. No caso de sentir frio, é preferível vestir mais uma camisola a desativar o ventilador.

6. Comer alimentos que tenham caído na mesa-tabuleiro

A regra é simples. Se não desinfetou você mesmo a mesa de apoio, não toque nela – e, ainda mais importante, não coma nada que lá tenha caído. Esse suporte não é desinfetado entre voos e pode ser utilizado para tudo o que você possa imaginar – até para mudar fraldas ou pousar os pés! Se ainda tem dúvidas, fique a saber que um estudo detetou nesses mesmos tabuleiros indefesos há cerca de 2155 colónias de bactérias por cm2. Inacreditável, não?

7. Usar os cobertores e almofadas das companhias aéreas

São tentadores, mas estes itens não são lavados entre utilizações, o que significa que pode estar a tapar-se com um cobertor onde alguém espirrou ou a encostar a sua cabeça numa almofada onde alguém esteve a dormir um sono profundo, enquanto salivava… Estes elementos já não parecem tão tentadores, pois não?

8. Não se hidratar

Todos sabemos que a hidratação é fundamental em qualquer circunstância. Porém, quando se está a voar a 6000 ou a 8000 pés de altitude, beber água faz ainda mais sentido e é mesmo uma questão premente de saúde. É caso para dizer: beba com ou sem vontade, mas beba!

9. Beber café ou chá

Mais uma vez, a qualidade da água de reserva dos aviões não inspira confiança e, embora neste caso, seja fervida é sempre preferível optar por uma bebida engarrafa, nem que seja simplesmente água. Além disso, a cafeína contribui para a desidratação que é tudo o que você deve evitar, especialmente durante uma viagem de avião.

10. Beber bebidas alcoólicas

O álcool é extremamente desidratante, por isso é a última coisa de que precisa num voo. Além disso, em altitude o efeito do álcool é mais forte. Para ter uma noção, um copo de vinho numa viagem de avião afeta o nosso organismo como dois copos de vinho bebidos em terra firme.

Finalmente, o álcool em demasia fragiliza o sistema imunitário e isso é algo muito pouco aconselhado quando se viaja em pleno ar.

11. Tocar no botão do autoclismo

Como em qualquer outro espaço público, deve evitar tocar no botão do autoclismo, assim como na maçaneta da porta, quando for sair do WC. A técnica a seguir é muito fácil. Lave bem as mãos e seque-as com o papel. Depois, use essa folha de papel para carregar o botão do autoclismo e, de seguida, para abrir a porta. Assim, irá prevenir o contacto com milhões e milhões de germes.

aviao

12. Adormecer encostado à janela

Este comportamento é um classic, certo? Mas, por isso mesmo, significa que muitas e muitas pessoas o fazem e, por isso, aquele pedaço de vidro esteve em contacto com muitos e muitos germes. Leve consigo uma almofada de apoio para o pescoço e descanse encostado ao seu banco. É mais seguro e, sobretudo, mais higiénico.

13. Ter braços e pernas à mostra

Não se esqueça que a roupa funciona como um protetor da pele, não só em relação ao frio, mas também no que respeita aos germes. Se viajar de calças e camisola, vai evitar que partes do seu corpo como pernas ou braços toquem diretamente nos assentos do avião e em outras zonas potencialmente sujas e contaminadas. Não custa assim tanto, pois não?

14. Não dizer à assistente de bordo que está indisposto

Os assistentes de bordo estão preparados para lidar com todo o tipo de urgências – até um trabalho de parto! Por isso, não hesite em transmitir que não se sente bem e verá que o vão ajudar da melhor maneira.

15. Conformar-se com o lugar do meio

O lugar do meio, entre cadeiras, não é apreciado pela maioria dos passageiros. Há alguns sites e aplicações, como o expertflyer.com que permite que você registe o seu número de voo e tipo de lugar preferido. Assim, caso fique vago algum lugar que cumpra os requisitos que você pretende, receberá um email a notificá-lo e, depois, só tem de proceder à troca no site da companhia aérea.

16. Não pôr cremes faciais

A pressão atmosférica muito seca do avião obriga a que hidrate a sua cara com o seu creme habitual, caso contrário irá sentir secura e até comichão na pele. Não se desleixe.

17. Adormecer antes de descolar

No momento da descolagem, é útil usar o truque da pastilha elástica e mastigá-la de forma a contornar o aumento da pressão atmosférica e as repercussões que tal pode ter nos ouvidos. Depois da descolagem, pode dormir à vontade, mas não sem antes deitar fora a pastilha elástica, claro!

18. Beber bebidas gaseificadas

Em elevada altitude, os gases intestinais aumentam em 30%, o que significa que deve evitar bebidas com gás e privilegiar água lisa, a bem do seu estômago. Esta é, por isso, uma das coisas que não deve fazer num voo ou, pelo menos, evitar ao máximo.

Surpreendido com algumas destas coisas que nunca deve fazer num voo? Vai evitar algumas delas no seu próximo voo? Esperamos bem que sim. No fundo, apenas precisa de ajustar alguns hábitos e verá como a viagem vai decorrer de forma segura e bem tranquila.

Adote de forma natural estas novas práticas e usufrua a 100% da viagem, depois de saber quais as coisas que nunca deve fazer num voo.

Veja também: