Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Ana Graça
Ana Graça
06 Ago, 2018 - 09:00

Colostro: saiba tudo sobre o primeiro leite produzido pela mãe

Ana Graça

Muitas mamãs estranham a cor e a consistência do primeiro leite que produzem, o colostro. Este leite é muito rico e ajuda a proteger o recém-nascido.

Colostro: saiba tudo sobre o primeiro leite produzido pela mãe

A decisão de amamentar deve ser uma opção consciente da mulher, sabendo que o leite materno tem a composição nutricional ideal para a alimentação do bebé e para garantir as suas necessidades de crescimento e desenvolvimento. O primeiro leite produzido pela mãe é o colostro.

O que é o colostro?

Após o parto, as glândulas mamárias produzem uma substância chamada colostro que contém os elementos essenciais para o bebé. Até ao início da produção do leite materno, a mãe deve alimentar o seu bebé com o colostro.

Assim sendo, nos primeiros dias após o parto produz-se o colostro, leite de cor amarelada ou transparente, espesso, rico em cálcio, potássio, proteínas, vitaminas e anticorpos. No 1º dia a quantidade de colostro (leite que é produzido nos primeiros dias) que o bebé mama é reduzida, mas contém todos os constituintes que o bebé precisa. Há situações em que nas últimas semanas da gravidez, a mãe começa a produzir colostro, antecipando a chegada do bebé.

O leite de transição (intermédio, em composição, entre o colostro e o leite maduro) surge entre o 4º e o 10º dia pós-parto. Tem uma cor acinzentada e um aspeto aguado e a sua constituição química muda ao longo da mamada: inicialmente tem vários nutrientes e no final possui maior teor de gordura vital para o bebé.

Por sua vez, o leite maduro é produzido desde o 10º dia pós-parto até ao final da lactação. Produzido em maior quantidade devido ao contínuo crescimento e aumento de peso do bebé, tem um aspeto mais denso e branco.

O colostro é importante!

O colostro é importante!

O colostro reúne uma grande quantidade de proteínas e de agentes de defesa contra infeções, facilita a digestão e a eliminação intestinal do bebé. São conhecidos os inúmeros benefícios deste primeiro leite materno, como podemos ver abaixo.

  1. É a primeira e a melhor vacina que se conhece: tem benefícios antibacterianos;
  2. É de fácil digestão;
  3. Tem uma função protetora do tubo digestivo do bebé;
  4. Tem um efeito laxante;
  5. Promove a maturação do intestino;
  6. Diminui o risco de icterícia no bebé;
  7. Reduz o risco de síndrome de morte súbita do lactente.

Cuidados importantes a não esquecer!

  • Use soutien e roupa adaptada à amamentação;
  • Sempre que consultar um médico lembre-se de referir que está a amamentar;
  • Evite, se possível, dar chupetas ou tetinas ao bebé porque isto pode dificultar a adaptação do bebé à mama;
  • Não dê água nem outros alimentos ao bebé, que não leite materno;
  • Adote um estilo de vida saudável.

Veja também: