Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
André Freitas
André Freitas
11 Out, 2019 - 18:09

Como aumentar a segurança do carro: dicas e equipamentos

André Freitas

Procura formas de aumentar a segurança do carro e tornar as suas viagens mais cómodas? Temos 11 dicas para reduzir o risco de sinistros.

cadeirinha de criança

A segurança do automóvel é um aspeto fundamental para garantir a segurança e conforto do condutor, dos seus passageiros e de todos que circulam nas estradas, incluindo peões. Há várias formas de garantir e até aumentar a segurança do carro. Este é um aspecto que deve, sempre, ser tido no momento de compras de um automóvel e na sua manutenção.

Sim, a compra é um momento crucial para a segurança do automóvel. Isto porque ao adquirir um carro, há equipamentos que devemos ter em conta que irão auxiliar a condução, e torná-la mais segura e cómoda.

Independentemente do número de quilómetros percorridos, há elementos que devemos ir verificando, regularmente, para garantirmos um bom funcionamento do carro, e consequentemente, uma maior fiabilidade e segurança do carro.

Tendo isto em consideração, apresentamos algumas dicas e sugestões de equipamentos que o ajudam a garantir, e a aumentar a segurança do carro.

11 Dicas para aumentar a segurança do carro

criança numa cadeirinha

1. Faça a revisão regularmente

Fazer a revisão automóvel regular é absolutamente essencial. Não fazer a manutenção do automóvel pode conduzir a vários problemas, tais como: maior risco de acidentes e de avarias e diminuição do tempo de vida do motor.

A revisão deverá ser realizada a cada 10.000 quilómetros, ou de seis em seis meses (optar pela opção que for atingida em primeiro lugar).

2. Pressão dos pneus

controlar pressão dos pneus

Verifique a pressão dos pneus todas as semanas, ou, pelo menos, de duas em duas semanas. Mantenha os pneus na pressão adequada e recomendada pelo fabricante. Isso irá mantê-lo seguro, e ainda irá permitir-lhe economizar um pouco de combustível.

Conduzir com os pneus com a pressão correta maximiza a segurança do automóvel na estrada e também prolonga a vida útil dos pneus. Tenha em atenção que os pneus tendem a perder mais pressão durante o tempo frio. 

3. Líquidos

Verifique os diferentes líquidos do automóvel com bastante frequência. Estes líquidos, como o óleo do motor, o anticongelante, o óleo da direção assistida, o óleo dos travões, por exemplo, devem ser substituídos sempre que necessário. Esteja atento a qualquer fuga e ao aspeto destes fluidos.

4. Travões

travões do carro

Para além de ter em atenção se o óleo dos travões se encontra em bom estado, deve também testar, com regularidade, a eficácia dos travões. Se reparar que a travagem do automóvel é mais demorada ou se ouvir algum barulho estranho, dirija-se a uma oficina, assim que possível.

Travões com problemas são um verdadeiro perigo, pois podem condicionar o controlo do condutor sobre o carro e causar acidentes, mesmo em situações aparentemente “fáceis” de resolver.

5. Luzes

Certificar-se que todos os faróis se encontram em bom estado e todas as luzes estão a funcionar, é outro dos pontos a verificar no carro. Para além disso, deve garantir os faróis limpos, para não condicionar a visibilidade na estrada.

6. Limpa pára-brisas

Para além do líquido do limpa pára-brisas, deverá também estar atento ao estado das escovas e do próprio vidro.

As escovas devem ser substituídas sempre que necessário. No início do outono, quando se prevê que será necessário usar com frequências as escovas, deverá verificar a necessidade de as trocar. Para além disso, o material das escovas pode estar danificado devido à exposição prolongada ao sol.

Em relação ao vidro, verifique se não se encontra com algum tipo de resíduo (por exemplo, seiva das árvores) e garanta assim que estes resíduos se espalhem por todo o vidro ao usar a escova do para-brisas. Um vidro sujo diminui a visibilidade e aumenta a probabilidade de ocorrência de sinistros.

7. Câmaras

câmara estacionamento

Ideais para o estacionamento, podem ajudar até aquelas pessoas menos “desenrascadas”. Hoje em dia, a utilização de câmaras é já muito comum.

Estejam colocadas apenas na traseira, na traseira e na frente, ou à volta de todo o carro (360º) são uma ótima ajuda para realizar uma manobra (estacionamento ou não) com maior segurança. A possibilidade de visualizar todos os objetos em redor do carro, e de até seguir as linhas de previsão da manobra, tornam estas manobras cada vez mais fáceis.

8. Sensores de colisão

Estes são sensores detetam a proximidade com algum objeto (outros automóveis ou peões, por exemplo) e emitem um sinal sonoro para alertar o condutor de que deve abrandar, ou até mesmo parar. 

Estes sensores são auxiliares de condução muito importantes, e uma mais valia para as situações em que algo surge no caminho de repente ou existe alguma distração, por parte do condutor. Alguns sistemas ativam até a própria travagem, protegendo assim os que circulam dentro e fora do automóvel.

9. Sensores ângulo morto

Por muito bem ajustados que estejam os espelhos laterais, continuará sempre a existir o perigo que é o ângulo morto. 

Aquando de uma mudança de faixa, é necessário ter muita atenção aos carros que circulam no mesmo sentido, e que podem estar quase ao nosso lado, sem nos apercebermos disso. Aqui entram os sensores ângulo morto para dar uma ajuda preciosa.

Estes sensores detetam os carros que se encontram à direita ou esquerda. Emitem um sinal sonoro e luminoso que indicam perigo, chamando à atenção do condutor para o os veículos que nos rodeiam e que podem representar perigo.

10. Pneus de inverno ou correntes de neve

pneu com corrente de neve

Caso necessite conduzir na neve, investir nuns pneus de inverno ou correntes de neve é fundamental. Os pneus de neve são feitos com uma borracha mais macia e flexível, e têm cortes mais profundos e em padrões específicos para permitir uma melhor tração.

Não se esqueça que estes pneus devem ser usados apenas quando as condições climatéricas e, consequentemente, o piso da estrada o exigir, e que é sempre necessário mudar para pneus de verão, todos os anos.

As correntes de neve são exatamente o que o nome indica: correntes de metal que se colocam, de forma ajustada, nos pneus e que aumentam a aderência dos pneus à neve para garantir maior estabilidade e segurança

11. Kit de emergência

Qualquer automóvel deve estar equipado com um kit de emergência composto por vários objetos. Uns obrigatórios e outros nem tanto, mas todos com o propósito de serem uma ajuda caso alguma contrariedade aconteça.

Alguns dos objetos a incluir neste kit são:

  • o pneu sobressalente
  • o triângulo
  • o macaco hidráulico
  • uma pequena caixa de ferramentas
  • uma lanterna
  • um kit de primeiros socorros
  • água potável
  • alguns alimentos não perecíveis
  • um carregador multi-usos


Veja também