Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Luísa Santos
Luísa Santos
05 Nov, 2019 - 12:40

Como escolher o melhor tablet

Luísa Santos

A oferta é vasta, de tamanhos diferentes, com distintas especificidades, mais ou menos memória. Mas, afinal, como se escolhe o melhor tablet?

Para saber como escolher o melhor tablet é imprescindível que tenha em consideração a finalidade que lhe quer dar. De facto, esse é o fator mais importante que deve anteceder a escolha e a seleção final.

Como escolher o melhor tablet: passo a passo

Independentemente do tablet que, no final deste guia, decidir comprar, é essencial que saiba qual a finalidade que lhe quer dar: para trabalhar, pesquisar na Internet, para ver Netflix… Seja o que for, tenha em mente essa necessidade e descubra os passos seguinte.

1. Estabeleça um orçamento

É importante que o faça e que não o exceda. Dizemos isto porque, nos dias de hoje, a oferta é imensa e há tablets para todos os preços. Por isso, não gaste mais do que aquilo que, efetivamente, precisa.

Defina as características que não podem faltar ao equipamento e tenha em conta algumas extra que poderão ser benéficas. Depois, ajuste a oferta ao seu orçamento, optando por uma escolha inteligente.

2. Defina as suas prioridades

Para que é que precisa de um tablet? Faça esta pergunta a si mesmo. A partir daí, verá o processo de escolha largamente facilitado. Hoje em dia, há diferentes tipos de tablets à venda, por isso é necessário que saiba quais as suas prioridades de utilização.

Hoje em dia, há equipamentos tão avançados que chegam mesmo a substituir os computadores portáteis convencionais. Mas será que é isso que precisa ou apenas necessita das funcionalidades de trabalho mais básicas?

rapariga a usar tablet

3. Dê importância às características internas

É certo que o exterior de um produto tecnológico é a primeira coisa que vemos antes de o comprar, podendo ser mais do nosso agrado do que outro modelo, por exemplo.

Mas, nesse processo, é importante que não se esqueça de verificar as características internas, relacionando-as com a forma como irá utilizar o tablet. Quanto maior o ecrã, maior será o preço, por exemplo.

O mesmo acontece no caso da memória, tanto a interna como a RAM. Quanto maior for a capacidade, mais espaço terá para guardar fotografias e outros ficheiros, e também maior será o preço.

Se procura um equipamento rápido, o melhor é que tenha em atenção a RAM, que em muito contribui para a rapidez de resposta de um tablet (e, na verdade, de qualquer outro equipamento tecnológico).

4. De que extras precisa?

Algumas funcionalidades extra são sempre bem-vindas, tal como acontece no caso dos acessórios. Hoje em dia, para saber como escolher um tablet, é igualmente importante que saiba quais os “extras” de que vai precisar.

São muitos os tablets que vêm equipados com canetas, como é exemplo o Apple Pencil. O mesmo acontece com aqueles que têm a opção de anexar um teclado que, através do Bluetooth, permite que replique tudo aquilo que escreve num computador.

De igual forma, a utilização das pens anteriormente mencionadas, pode constituir uma grande vantagem. Para além de poder navegar no equipamento, pode também escrever, fazer desenhos ou outros trabalhos relacionados com a sua profissão.

Veja também