Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Helena Peixoto
Helena Peixoto
15 Jan, 2019 - 12:29

Trem de cozinha: saiba como escolher o melhor

Helena Peixoto

No meio de tanta escolha, sabe como escolher o melhor trem de cozinha? Estes são os instrumentos essenciais para a confeção diária dos alimentos.

utensílios de cozinha pendurados na parede

Saber como escolher o melhor trem de cozinha pode ser mais importante do que imagina. Um trem de cozinha é muito mais do que um conjunto de tachos e panelas e, dentro do que for razoável em termos de orçamento, deve fazer uma boa escolha.

Não é preciso comprar o mais caro do mercado, mas a qualidade é importante na aquisição destes conjuntos – não só porque sim, vai fazer a diferença no resultado final dos pratos mas também por uma questão de segurança alimentar. Estes instrumentos são sujeitos a temperaturas muito altas e têm de lhe dar alguma garantia. Para o ajudar, vamos dar-lhe algumas dicas sobre como escolher o melhor trem de cozinha.

Como escolher o melhor trem de cozinha em cinco passos

Tipo de material, preço, número de peças, referências externas… São vários os itens a considerar para saber como escolher o melhor trem de cozinha. Espreite uma mão cheia de tópicos que deve analisar antes de avançar para a compra propriamente dita.

como escolher o melhor trem de cozinha

Tipo de sistema

Inox, ferro, cerâmica ou de indução – estes são os principais quatro tipos de material de revestimento das peças de um trem de cozinha. E todos eles têm as suas vantagens e desvantagens. Cabe-lhe a si analisar cada uma delas e decidir o que se adequa melhor à sua situação.

O inox e o ferro por exemplo, são mais duráveis; já a cerâmica é excelente a proporcionar anti aderência aos alimentos. O caso das peças de indução são particularmente especiais – nem todos os fogões estão preparados para cozinhar neles – tem de garantir que são fogões de indução também!

Durabilidade

Qualquer trem de cozinha que seja minimamente de qualidade traz consigo um selo de qualidade e uma ‘garantia’. Opte por isso por um trem durável! Alguns deles garantem mais de 25 anos de bons cozinhados!

Número de peças

Para saber como escolher o melhor trem de cozinha, outro item essencial é analisar quantas peças vêm incluídas. Tem uma família numerosa? Com muitas refeições de grupo lá em casa? Cozinha com muita frequência? Então, um trem com apenas cinco peças talvez não seja suficiente.

Verifique bem as suas necessidades para a confeção dos alimentos e oriente a sua decisão. Até porque salvo raras exceções, não lhe vai compensar comprar depois avulso o que lhe faltar. O investimento no trem acaba por ser mais avultado, mas compensa quase sempre.

Preço

Este é, obviamente, uma das questões fulcrais na hora de saber como escolher o melhor trem de cozinha. Para muitos é até o fator mais importante! Mas não se esqueça de uma coisa: estamos a falar de um conjunto de várias peças que o vão acompanhar durante vários anos e que deve ter qualidade… se dividir o valor pelas centenas ou milhares de refeições que vai preparar nelas, percebe que o montante até é irrisório!

Existem trens para vários preços. Aqueles que são mesmo muito baratos, por norma poderão não garantir os standards ideais de qualidade. Na maioria dos casos, a qualidade paga-se! Um trem de cozinha completo da famosa Silampos, por exemplo, pode facilmente ascender aos 250€, mas também consegue comprar um bom conjunto por volta dos 100€.

Pode sempre recorrer a sites de comparação de preços, como o Kuanto Kusta, que lhe indicam o melhor preço para o conjunto específico que deseja adquirir.

Marca

No âmbito dos trens de cozinha, há marcas que falam por si e que desde há muitos anos conquistaram a confiança dos portugueses e a quota de mercado também. Já os nossos avós usaram e os jovens continuam a procurar por elas. Silampos, Celar e Tefal são algumas delas – o nome já é de si um selo de qualidade.

No entanto, devemos ficar atentos ao mercado àquilo que ele tem para oferecer já que existem algumas alternativas que vão aparecendo e que são recomendadas. Os trens de cozinha do IKEA, por exemplo, são um excelente aquisição em termos de qualidade/preço.

frigideira com legumes em cima de tábua de madeira
Veja também Quais as melhores frigideiras para os seus cozinhados

Sugestões de trens de cozinha

Para que fique com a vida mais facilitada, ajudámo-lo com algumas sugestões de trens de cozinha de diferentes preços, sendo que todos eles vão garantir um bom resultado na preparação alimentar e com uma boa durabilidade.

Até 55€

Trem de cozinha IKEA OUMBÄRLIG

Composto por quatro peças (dois tachos, uma caçarola e uma frigideira), todos os elementos deste trem oferecem uma base espessa com uma camada de alumínio entre duas camadas de aço inoxidável garantindo um um calor uniforme e eficiente, o que reduz o risco da comida queimar e pegar. Inclui tampa para os tachos e caçarola e podem ser utilizados no forno também.

Preço: 55€. Ver produto

De 50€ a 100€

Trem de cozinha Celar

Constituído por cinco peças (um tacho, uma panela, uma caçarola, uma frigideira e ainda um utensílio para aquecer coisas mais pequenas como leite ou água), este trem de cozinha Celar é uma excelente opção em termos de qualidade preço.

 

Preço: 100€ Ver produto

Mais de 100€

Trem de cozinha Silampos indução

Antes de mais, note que este trem de cozinha é de indução, pelo que só alguns fogões podem utilizá-lo. Composto por nove peças, é ideal para famílias grandes com muitas refeições e necessidades de preparação alimentar. Da marca Silampos, garante bons resultados e uma longa longevidade dos seus utensílios.

 

Preço: 219€. Ver produto

Veja também