Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Luísa Santos
Luísa Santos
09 Dez, 2018 - 10:45

Como fazer GIFS: o passo a passo

Luísa Santos

Depois dos Vines, estes são, muito provavelmente, uma das modas mais virais da Internet. Por isso, ensinamos-lhe como fazer GIFS.

Como fazer GIFS: o passo a passo

A moda das imagens animadas propagou-se muito rapidamente na Internet, chegando mesmo a tornar-se viral e todos querem saber como criar pequenos vídeos – e quanto mais engraçados, melhor. Neste artigo, damos-lhe a conhecer as ferramentas mais rápidas e simples e ensinamos-lhe como fazer GIFS.

Como fazer GIFS: tudo o que precisa de saber

O que é um GIF? Se não sabe a resposta a esta pergunta é porque, provavelmente, não tem navegado na Internet ultimamente. Mas não se preocupe, pois vamos explicar-lhe tudo aquilo que precisa de saber – e de fazer. Graphics Interchange Format, ou GIF para os amigos, foi lançado em 1987, pela CompuServe.

Só com a proliferação da Internet e, consequentemente, com a maior facilidade de acesso à mesma, é que os GIFs se tornaram famosos – sobretudo graças a uma das características mais importantes que a World Wide Web permite: tornar conteúdos virais, que chegam a todos os cantos do mundo.

Um GIF é um formato de imagem de mapa de bits, usado em duas vertentes distintas: imagens fixas ou animações. Ou seja, pode tornar uma imagem estática em algo animado, ou então acrescentar outras características a animações já feitas que, no fim, acontecem em loop e dão vida a um GIF.

Graças a plataformas como as redes sociais, este formato foi ganhando cada vez mais fama, chegando mesmo a estar ao alcance de qualquer um, podendo, hoje em dia, ser criado por qualquer pessoa com uma ligação à Internet. As finalidades são imensas, passando, sobretudo, pelo divertimento e até por anúncios publicitários de marcas conhecidas.

como fazer gifs

Como fazer GIFS: online e offline

Hoje em dia, existem diferentes formas de fazer um GIF – muito rápidas e simples de concretizar, sobretudo graças aos softwares que a Internet disponibiliza. Por isso, apresentamos-lhe formas mais complexas e outras mais simples, para que possa aprender como fazer GIFs.

Na Internet

Existem várias plataformas onde pode, por um lado, fazer um GIF ou procurar um já existente para partilhar nas suas redes sociais ou blogue, por exemplo. Apesar de ligeiramente diferentes, todas seguem a mesma linha de pensamento.

As ferramentas online mais conhecidas e fáceis de usar são a GIPHY, a Make a Gif e a Gifs.com. Em qualquer uma, os passos a seguir são relativamente simples e idênticos entre plataformas. Para aprender como fazer GIFs, siga, então, os passos explicados de seguida.

1. Escolha um vídeo ou imagem com a qual se identifique. O objetivo principal de um GIF é relacionar uma situação conhecida (por si apenas ou por várias pessoas) a uma situação/momento pessoal. Pode utilizar um vídeo ou imagem seus ou recorrer a plataformas como o YouTube ou o Vimeo para procurar o excerto ideal;

2. Faça o upload do vídeo que escolheu. Este é um carregamento como outro qualquer, onde basta selecionar o vídeo ou imagem que tem guardado no seu computador. Se escolheu um vídeo de uma das plataformas indicadas no passo 1, então basta copiar e colar o URL do mesmo na plataforma de GIFs que escolheu;

3. Escolha a duração do seu GIF. Este é um dos pontos mais importantes deste guia “passo a passo”. Por definição, um GIF pode ter até 3 minutos de duração, mas aconselhamos a que não vá tão longe quanto isso, sobretudo se quiser um conteúdo partilhável e viral – para isso, defina essa duração entre 2 a 6 segundos;

4. Acrescente texto. Este é um passo totalmente opcional, pelo que o seu GIF está pronto sem a adição de texto. No entanto, e dependendo do contexto em que está a construir a sua animação, acrescentar texto pode ser ainda mais divertido;

5. Faça download do seu GIF. Este talvez é o passo mais simples, pois já chegou à parte onde pode descarregar a sua mais recente criação. Mas não se assuste ao abrir o ficheiro no seu computador e perceber que, afinal, ele não se mexe. Basta abrir o ficheiro num browser para que a animação arranque. Nesta fase, pode também escolher uma das opções de partilha nas redes sociais e/ou e-mail, disponibilizadas por qualquer plataforma.

No Photoshop

Para quem domina programas mais complexos, como é o caso do Adobe Photoshop, pode também optar por esta via para construir um GIF mais complexo e animado, de uma forma mais personalizada e detalhada. Para saber como fazer GIFs no Photoshop, pode assistir ao vídeo que se segue, que explica, por etapas, todos os passos que deve percorrer para criar a sua própria animação personalizada.

Atente que, no tutorial que se segue, são apenas abrangidas as versões do Photoshop disponíveis a partir do início de 2017 (todas as seguintes estão, naturalmente, incluídas). Nos anteriores lançamentos também é possível fazer estas animações, mas os passos e nomenclaturas podem ser ligeiramente diferentes.

Veja também