Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Júlia Rocha
Júlia Rocha
05 Mar, 2018 - 15:30

Como fazer uma boa apresentação: 6 dicas

Júlia Rocha

Já todos passámos por apresentações com a sensação de que poderia ter sido melhor. Siga as nossas dicas de como fazer uma boa apresentação.

 

Como fazer uma boa apresentação: 6 dicas

Como fazer uma boa apresentação? Em público não é fácil, mesmo para oradores natos e com experiência – afinal, enfrentar uma audiência, conhecida ou não, apresenta novos desafios.

Quer estejamos a abordar uma apresentação do ponto de vista académico, quer seja algo profissional, é importante aprender alguns truques, dicas e sugestões para melhorar a sua exposição. O que está na base do sucesso é, sem dúvida, a preparação prévia.

Existem mil e uma formas de fazer uma boa apresentação, a depender, claro, do estilo pessoal e da respectiva área de atuação. Falar em público não é fácil para toda a gente e nem todos os temas são iguais. Fique com os nossos conselhos e prepare-se para impressionar.

6 conselhos de como fazer uma boa apresentação

1. Preparação

Este é o ponto essencial: estar bem preparado vai facilitar todo o resto do processo. Saber muito bem do que está a falar, tentar conhecer a audiência de antemão e antecipar possíveis perguntas são passos importantes para fazer uma boa apresentação. Com uma preparação sólida, o caminho está pavimentado para uma apresentação bem-sucedida.

placeholder-1x1

2. Conteúdo correto e conciso

Caso se aplique e dependendo da área e temáticas de atuação, certifique-se que o conteúdo a apresentar é seu, que não há erros de qualquer tipo, e que o domina. Se não dominar o conteúdo, ou se o mesmo não tiver qualquer substância, não será nada fácil conseguir captar a atenção da sua audiência – o que é sempre notório. Não se alongue mais do que é necessário e faça-se apoiar por dispositivos visuais.

3. Coerência do início ao fim

Estar nervoso/a numa apresentação é completamente normal, mas completamente dispensável – afinal, muitas vezes, a ansiedade provoca perdas de raciocínio e falta de coerência no que está a ser dito. Respire fundo e mantenha a calma. Concentre-se na mensagem que quer transmitir. Manter uma corrente de ideias coerente é bastante importante.

4. Interação com o público

É sempre positivo interagir com o público. A imagem que a audiência fica de si também determina e classifica uma boa apresentação. Caso o tema propicie, crie um diálogo com o público e faça-o sentir parte da apresentação, de forma a conseguir manter os níveis de atenção sempre altos.

placeholder-1x1

5. Utilização de dispositivos visuais

No caso de ter um suporte físico que contenha grande parte da informação, não fique estático a olhar para os slides e a ler. Tente manter o dinamismo e use os dispositivos como uma bengala, não como uma cadeira.

6. Dificuldades

Não tenha medo de possíveis problemas que possam surgir e/ou erros que possa cometer – afinal, os enganos acontecem. Admiti-los e seguir em frente é o melhor que pode fazer, anotando mentalmente o que  pode melhorar para a próxima apresentação. Esta atitude ajuda-o a quebrar o gelo com a audiência e a gerar empatia.

Preparado para uma apresentação de sucesso?

Veja também: