Pedro Andrade
Pedro Andrade
10 Mai, 2019 - 08:00
Como funciona o PayPal: custos, segurança e sinais de alerta

Como funciona o PayPal: custos, segurança e sinais de alerta

Pedro Andrade

Não sabe como funciona o PayPal, mas não quer ficar de fora deste sistema de e-commerce que revolucionou todo o mundo? Nós temos a resposta que procura.

O artigo continua após o anúncio

Estávamos em dezembro de 1998 quando o mundo viu chegar o Paypal, uma empresa de e-money que revolucionou a forma como interagimos com o dinheiro. Duas décadas depois, é um dos sistemas de e-commerce mais reconhecidos e prestigiados em todo o mundo. Mas afinal de contas, como funciona o PayPal? A resposta é bastante simples.

Todas as transações são feitas de forma bastante rápida, afinal de contas só precisa de associar um cartão de crédito ou débito, conta bancária ou multibanco a uma conta de e-mail.  Com mais de 267 milhões de contas em todo o mundo, está visto que o Paypal é uma das formas favoritas para o envio de dinheiro através da Internet ou para fazer compras online.

Os números são impressionantes e, em Portugal, a PayPal viu a atividade crescer 40% no espaço de três anos, com o número de utilizadores ativos a superar a fasquia dos 700 mil no final de 2017, enquanto os comerciantes associados à plataforma já ascendem a “dezenas de milhares“.

Neste momento, o PayPal está disponível em cerca de 19 milhões de lojas em todo o mundo e, no ano passado, o volume de pagamentos gratuitos cresceu 49% para os 139 mil milhões de dólares.

Como funciona o PayPal?

como funciona o paypal

O PayPal é um serviço intermediário de compras e vendas pela Internet. Pode, ainda, enviar e receber dinheiro e é sempre garantido que nenhuma das partes envolvidas tem acesso às informações bancárias de terceiros.

Disponível em 202 países e regiões, o PayPal aceita 25 moedas. Se não está familiarizado com este serviço e não quer arriscar-se em “grandes aventuras”, o ideal é transferir quantias exatas para a sua conta PayPal.

Este sistema permite-lhe adicionar apenas o montante que necessita para garantir o pagamento de determinada compra. Assim sendo, sabe exatamente qual o valor que está a disponibilizar para realizar as suas compras ou transferências de dinheiro.

Existem custos associados sempre que uso a conta PayPal?

O serviço é totalmente gratuito. Assim que é criada a conta PayPal, o cliente não tem de se preocupar com custos associados ao envio de dinheiro para outros utilizadores ou até mesmo para fazer compras online.

O artigo continua após o anúncio

Sem custos mensais associados, as compras e as transferências na zona Euro e na Suécia não têm qualquer custo extra. Noutros países é paga apenas a conversão da moeda.

As taxas deste serviço são cobradas apenas aos vendedores e vão desde 1,9% a 3,4% mais uma tarifa fixa de 0,35€ por transação. Ainda assim, o PayPal cobra apenas ao receber os pagamentos. É utilizada uma fórmula para calcular a sobretaxa a faturar e, por isso, quanto maior o volume de vendas, menos paga o vendedor.

PayPal é seguro?

como funciona o paypal

Os números comprovam a segurança do sistema. Com milhões de clientes satisfeitos em todo o mundo, o PayPal tem uma das taxas de burla mais baixas do mercado, a rondar os 0,3%.

O processo de implementação deste serviço é bastante simples o que leva muitos sites de e-commerce a optar pelo PayPal como forma de pagamento. A empresa fornece todos os widgets e aplicações necessários ao funcionamento no site do vendedor e liga-se a uma página de código Paypal que trata de tudo o resto, redirecionando cada utilizador para um servidor seguro.

Todas as transações são confirmadas por e-mail e o titular da conta de PayPal é sempre avisado de qualquer movimentação. Além disso, todas cada transação é monitorizada e encriptada por este serviço para garantir a segurança de todos os clientes.

Quais os sinais de alerta a que devo estar atento?

Se é vendedor, e agora que sabe como funciona o PayPal está a pensar em utilizar este serviço, é importante que esteja atento a possíveis situações de risco. Eis alguns sinais para os quais deve estar alerta:

1. A morada de envio corresponde a localizações de alto risco;

2. O pedido é superior ao normal;

O artigo continua após o anúncio

3. O cliente pede para mudar a morada de envio depois de efetuar o pagamento. Há burlões que inicialmente introduzem moradas válidas para que os sistemas antifraude não os consigam detetar, e depois contactam o vendedor para efetuar a alteração da morada.

4. A chegada de um número invulgar de pedidos internacionais em pouco tempo;

5. A chegada de um número invulgar de pedidos numa altura do dia incomum;

6. Vários pedidos de diferentes clientes com a mesma morada de envio;

7. Pagamentos em excesso. Uma fraude bastante comum é alguém pagar demasiado por um pedido e, em seguida, pedir que a diferença seja devolvida por transferência. Faça todas as devoluções sempre por PayPal.

8. Um pedido composto por vários pedidos do mesmo artigo;

9. Solicitações para o envio urgente ou para entrega no dia seguinte;

10. Clientes com endereços de e-mail suspeitos;

O artigo continua após o anúncio

11. Pedidos onde são apresentadas moradas de envio suspeitas. Não se esqueça de verificar sempre os dados do pedido do cliente antes de enviar qualquer artigo.

Veja também: