Ekonomista
Ekonomista
22 Jan, 2021 - 11:56

Como limpar o carro por dentro para o higienizar corretamente

Ekonomista

Um automóvel é um dos locais onde circulam mais micróbios e bactérias. Limpar o carro por dentro com frequência ajuda a evitar a propagação de doenças.

Interior carro Skoda

Em tempos de epidemia e pandemia, todos os cuidados são poucos. Se, por precaução deixou de usar transportes públicos e passou a utilizar o seu carro particular, saiba que isto só por si não o iliba de qualquer contágio. É igualmente importante saber como limpar o carro por dentro e, desta forma, mantê-lo sempre higienizado.

Locais como o volante, alavanca de velocidades e carpetes são alguns dos locais no interior de um automóvel onde ficam armazenados mais micróbios e bactérias provenientes das nossas mãos.

Sabia que no interior do carro existem milhões e milhões de partículas de pó e ácaros que podem ser prejudiciais para a sua saúde, sobretudo se tiver problemas respiratórios? Sabia que acumular lixo no carro é uma fonte enorme de micróbios?

Em média, cada português passa cerca de 1h20 do seu dia sentado atrás do volante, e parte deste tempo é partilhado com mais pessoas dentro do mesmo habitáculo, por isso manter o interior do carro limpo deveria tornar-se uma prática.

Assim, saber como limpar o seu interior e, acima de tudo, tornar isto uma rotina na sua vida, é extremamente importante. Não só o ajudará a que as horas passadas dentro do seu automóvel sejam mais prazerosas, como também estará a cuidar da sua saúde.

Saiba como limpar o interior do carro em 6 simples passos e transforme o seu carro num local mais espaçoso e limpo.

Como limpar o carro por dentro em 6 passos

1

Retire todo o lixo e objetos do carro

Se costuma acumular embalagens vazias de leite ou sumos, pacotes de bolachas ou papéis dentro do carro, e se também costuma deixar objetos e outros pertences pessoais, então tente perder este hábito.

Com o passar do tempo estes objetos começam a degradar-se e a libertar odores, que poderão ficar penetrados na pele ou tecido dos seus estofos. Para além disso, podem, inclusive, ficar manchados, obrigando-o depois a despender ainda mais tempo ao limpá-los corretamente.

Retirar todos os objetos carro fará com que todos os espaços de arrumação fiquem livres. Assim, pode detetar as zonas com maior sujidade e ver ao pormenor onde estão concentradas todas migalhas de comida deixadas pelos seus filhos. Desta forma garante que o seu carro fica com um interior como novo e livre de micróbios.

2

Limpe o tablier e a consola central

Depois de retirar todo o lixo, comece por limpar o tablier e a consola central. Estes são os locais por onde as suas mãos passam com mais frequência, nomeadamente o volante, a manete de velocidades, os controlos do ar condicionado e o travão de mão.

As nossas mãos estão em contacto com diversas coisas durante o dia e nem sempre temos tempo para as lavar corretamente antes de conduzir. Por isso, os objetos do interior do carro acabam por acumular muita sujidade, o que significa também acumular muitos micróbios.

Utilize um pano húmido para limpar o tablier. Isto vai garantir que todo o pó e sujidade são limpos e ficam agarrados ao pano. Se quiser ser mais minucioso, pode utilizar um cotonete ou uma escova de dentes para limpar as áreas de mais difícil acesso, como o painel de instrumentos ou os botões do sistema de infoentretenimento. 

É importante não esquecer os cinzeiros das portas laterais, onde muitas vezes costumamos colocar alguns objetos, também eles um alvo fácil para acumular muita sujidade.

Limpar volante de carro
3

Limpe os estofos

Os estofos deverão ser a 3ª etapa da limpeza, e esta ordem deverá ser respeitada, pois seguramente estará sentado neles quando estiver a limpar a consola central e o tablier.

Se forem em tecido, costumam acumular muitas partículas de pó. Se, por outro lado, forem em pele, acumulam muita sujidade. Por isso, estes devem ser aspirados (e tenha particular atenção às zonas das costuras pois é onde fica acumulada a maior parte da sujidade) e depois limpos com recurso a um líquido próprio para limpar estofos (existem para os estofos de tecido e de pele).

4

Retirar e aspirar os tapetes

Seguindo a sequência lógica, enquanto aspira e limpa os estofos alguma sujidade poderá cair para cima do tapete. Por isso mesmo este é o 4º passo do nosso tutorial de como limpar o carro por dentro. 

Os tapetes são provavelmente um dos locais mais sujos do carro, sobretudo quando se tem crianças. Entre areia, terra e migalhas de comida, sacudir os tapetes deverá ser uma tarefa (pelo menos) semanal. Assim garante que, quando liga o ar ou abre os vidros, estas partículas de sujidade não são espalhadas pelo resto do carro.

Sempre que fizer uma limpeza mais profunda ao carro, perca algum tempo a aspirar bem os tapetes, e se possível, limpe-os também com um líquido para limpar carpetes. Isto fará com que o sítio onde coloca os pés fique totalmente limpo e incentive os passageiros a sacudir bem os pés antes de entrar no seu carro.

5

Aspirar todo o chão do carro e a bagageira

Já que tem o interior do seu automóvel todo “despido”, aproveite e aspire todos os cantos e recantos.

Coloque os bancos na posição mais recuada possível e aspire bem o chão do condutor e do pendura. Depois faça o processo inverso e aspire o chão no espaço traseiro. Não se esqueça, também, da zona lateral dos bancos, pois costuma acumular muita sujidade.

Antes de completar a limpeza total ao interior do seu veículo, não se esqueça também de aspirar o piso da bagageira. Transportamos malas, carrinhos de bebé, ou outros objetos que contêm sujidade e esta superfície acaba por ficar bastante suja com frequência.

Geralmente o piso da bagageira pode ser retirado, e caso o do seu carro seja, tente limpá-lo com o mesmo detergente que utilizou para limpar os seus estofos.

6

Usar toalhitas desinfetantes

Este é o último dos passos, mas é aquele que deve ser tido como uma rotina diária.

Sempre que andamos na rua e visitamos algum lugar, acabamos por tocar em objetos menos higienizados, contaminados de bactérias e micróbios. Na impossibilidade de lavarmos as mãos sempre antes entrar no carro, acabamos por transmitir esses mesmo germes para o interior do veículo.

É, por isso, de extrema importância manter sempre no interior do porta-luvas um gel desinfectante (para passar nas mãos sempre que entramos no carro) e um conjunto de toalhitas desinfectantes para, pelo menos uma vez por dia, passar nos locais onde tocamos com maior frequência:

  • Volante
  • Alavanca de velocidades
  • Travão de estacionamento
  • Manípulos das portas
  • Controlos do rádio e infotainment
  • Alavancas de comando no volante (piscas, escovas limpa-vidros, limitador de velocidade)
  • Apoios de braço
  • Controlos de posição do banco
  • Moldura da porta 
Veja também