ebook
Ebook Finanças (s)em Crise
Um guia para tempos complicados
Marvin Tortas
Marvin Tortas
21 Jan, 2021 - 16:04

As regras de etiqueta que deve cumprir ao abastecer combustível

Marvin Tortas

Estes são as regras de etiqueta ao abastecer combustível que deve cumprir. Assim, evita ao máximo o risco de contágio de doenças e bactérias.

mulher a abastecer com luvas

Portugal está, novamente, em confinamento obrigatório. No entanto, para aqueles que não podem fazer teletrabalho e têm mesmo de se deslocar utilizando o automóvel, há uma lista de regras de etiqueta para abastecer combustível que deve cumprir. Estes são passos de higiene que deve seguir para evitar o contágio pelo novo coronavírus.

Para além de manter o habitáculo do seu automóvel sempre limpo e higienizado, deve evitar boleias e parques de estacionamento subterrâneos com alguma concentração de pessoas.

E no que toca a deslocações aos postos de abastecimento, apesar da oscilação de preços que se tem vindo a registar nos combustíveis fruto, também, da pandemia da COVID-19, estas devem ser limitadas apenas ao estritamente necessário e devem incluir algumas regras de higiene.

4 regras de higiene e etiqueta para abastecer combustível: para cumprir sempre

abastecer combustível

Especialistas indicam que a resistência dos vírus depende da temperatura e da humidade do ar, estando confirmado que podem manter-se ativos durante vários dias em superfícies como metal, plástico e aço inoxidável. Ora, esses são materiais que encontramos, por exemplo, em qualquer posto de combustível.

Sendo os postos de abastecimento, por norma, locais com grande afluência, o risco de contágio pode ser elevado. Por isso, atente nas seguintes regras:

1

Opte pelas bombas automáticas

Em tempos de pandemia global, deve evitar ao máximo o contacto humano.

Assim, dê preferência aos postos com pagamentos automáticos e lembre-se de desinfectar sempre as mãos antes de sair da viatura.

2

Mantenha a distância para o automóvel da frente

Enquanto espera pela sua vez de abastecer, deixe o seu automóvel a pelo menos 5 metros do terminal de pagamento da bomba que vai utilizar.

Deve fazer isto não só por uma questão de respeito e privacidade para com o cidadão que está a abastecer, mas para evitar qualquer hipótese de contágio. Aguarde sempre a sua vez com as janelas do carro fechadas.

3

Utilize luvas descartáveis no abastecimento e no pagamento

Na hora de utilizar o terminal de pagamento e as pistolas de combustível para abastecer o seu automóvel, é imperativo o uso de luvas descartáveis presentes na grande maioria dos postos de abastecimento de marcas premium.

No caso dos postos de combustíveis low cost, onde este equipamento é menos frequente, poderá em alternativa utilizar um lenço de papel descartável. Apesar de menos eficiente (e menos prático), impedirá pelo menos o contacto direto das suas mãos com as superfícies do posto de combustível.

Caso não lhe seja possível abastecer num posto de pagamento automático, deverá também utilizar uma luva descartável ou outro lenço de papel para tocar nos botões do terminal multibanco quando estiver na cabine de pagamento.

Finalizada a tarefa, deve sempre retirar a luva a partir do pulso em direção à ponta dos dedos, deitando-a imediatamente no lixo virada do avesso. Caso utilize um lenço descartável, este nunca deverá ser reutilizado.

4

Desinfete novamente as mãos

Por último, mas não menos importante, sempre que finalizar o abastecimento e entrar novamente no seu automóvel, desinfete novamente as mãos com uma substância anti-bacteriana de álcool gel.

Encare estes passos de higiene e etiqueta com seriedade, para evitar ao máximo o risco de contágio por este (e qualquer outro) vírus. Crie este hábito não só nestes tempos, mas como uma constante que deverá aplicar sempre cada vez que abastece o seu automóvel.

É nosso dever e obrigação garantir que os espaços públicos são locais limpos, livres de micróbios e bactérias. Desta forma, estes pequenos gestos que fazemos no dia-a-dia vão contribuir para uma sociedade melhor.

Veja também

Aviso Legal

O Ekonomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro. O Ekonomista não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui qualquer garantia nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se pretender sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].