Júlia Rocha
Júlia Rocha
28 Jun, 2017 - 09:18
Como ter uma reforma antecipada... e milionária

Como ter uma reforma antecipada e milionária

Júlia Rocha

Reforma aos 50 anos com uma quantia generosa para desfrutar, parece algo irreal nos dias de hoje. Mas não é. Saiba que pode ter uma reforma antecipada.

O artigo continua após o anúncio

O segredo da reforma antecipada já não está só em loopholes e falhas na legislação ou pedidos especiais. Com algum rigor, organização, e sobretudo um bom planeamento, é possível chegar aos anos de ouro da vida um pouco mais cedo.

A reforma antecipada baseia-se em três conceitos que são a base para suceder neste plano: ganhar dinheiro, poupar e investir os seus ganhos. Deve também estabelecer objetivos para cada um destes três passos fulcrais, durante a vida ativa.

Ganhar dinheiro e poupar para a reforma antecipada

Para começar, é importante estar disposto a planear tudo conforme a fase da vida em que encontra. O orçamento é o primeiro passo: estabeleça um valor que quer acumular para a reforma antecipada e trabalhe para ele.

O importante é aumentar a distância entre o que ganha e o que gasta. Parece muito óbvio, mas exige alguma organização. Expanda as possibilidades de carreira, lute por promoções e pela oportunidade de progressão no emprego.

Claro que isto aumentará o seu salário, mas não garante poupanças. Não é aconselhável gastar acima das possibilidades em cada fase da vida ativa, e não descure ajustar o orçamento pessoal e familiar a cada uma dessas fases.

reforma

Planos poupança-reforma (PPR) são uma ajuda útil. Além de estar a direcionar parte dos seus ganhos para uma conta em que não toca, está a ajustar o seu orçamento automaticamente.

Investimento é chave

Além de planear e estabelecer objetivos cuidadosamente, a chave para o sucesso da reforma antecipada é investir. Começar, desde cedo, a investir os ganhos. Claro que colocar o dinheiro num PPR já significa algum investimento. Mas baseando-nos numa mentalidade de evolução e realização profissional, investir como instrumento de carreira é fulcral.

O timing em que o investimento ocorre é importante, daí exigir também algum planeamento, mas quanto mais cedo isto acontecer melhor. Quanto mais tempo o seu investimento “render”, mais dinheiro poderá ganhar.

O artigo continua após o anúncio
planear

É inteligente começar a investir as poupanças cedo após começar a vida profissional ativa. Bloguers do mundo económico dizem que os primeiro 5 anos de vida ativa são importantes para isto e que não se deve esperar muito até investir as primeiras poupanças. Comece aos poucos, em ações ou produtos, começando por algo nacional.

O mercado português pode ser intimidante para estas atividades, por isso tenha em conta duas sugestões: se possível, mantenha um rendimento extra à sua atividade profissional principal e evite créditos e dívidas.

Reformar-se aos 50 anos é uma possibilidade bastante atrativa, se estiver disposto a trabalhar para isso.

Veja também