Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Assunção Duarte
Assunção Duarte
21 Jun, 2018 - 16:22

Comprar iPhone 6: vale a pena?

Assunção Duarte

Afinal, comprar iPhone 6 vale a pena? Os especialistas dizem que pode haver algumas vantagens, especialmente se for a versão 6s ou 6s Plus.

Comprar iPhone 6: vale a pena?

Os especialistas no assunto são capazes de garantir: pode mesmo haver algumas vantagens em levar para casa esse gadget que, com três anos de vida, continua a ser a aposta de muitos. No entanto, há também pontos negativos a apontar. A pergunta que fica é, afinal, comprar iPhone 6 vale a pena? E porquê? Descubra todas as respostas aqui.

Comprar iPhone 6 vale a pena: em que situações e porquê

O iPhone 6 foi lançado em setembro de 2014 e corresponde à oitava geração dos telemóveis iPhone criados pela gigante Apple. Foi um caso de sucesso de vendas um pouco por todo o mundo e que voltou a repetir-se, um ano depois, com o lançamento dos seus sucessores, o iPhone 6s e o iPhone 6s Plus.

Muitos dos recursos que ainda hoje se mantêm nos dispositivos móveis mais recentes da Apple foram introduzidos por este modelo, o que testemunha o seu sucesso e justifica a resposta afirmativa à pergunta: ainda vale a pena comprar o iPhone 6, quando já há novos modelos no mercado e a marca vai fazer novos lançamentos?

A resposta mais significativa a dar a esta pergunta é simples: se, em 2018, a Apple continua a vender o iPhone 6s e o 6s Plus, ambos já quase com três anos de idade, vale a pena sim.

Especialmente, quando lembramos que a empresa apenas costuma apostar na venda de equipamentos da geração anterior ao lançamento de um novo modelo, deixando a comercialização dos modelos mais antigos para os seus revendedores.

Para a Apple continuar a apostar nestes dois modelos é porque o negócio ainda vale a pena, mesmo com o iPhone 8 e o iPhone X, os modelos mais recentes, a fazerem sucesso no mercado desde o seu lançamento em 2017.

Até sabermos o que os novos lançamentos deste ano vão trazer para o ecossistema da maçã, vejamos quais são as vantagens e desvantagens de ainda querer apostar numa compra do iPhone 6s ou 6s Plus.

comprar iphone 6s vale a pena

4 vantagens de comprar o iPhone 6s ou 6s Plus

Preço é bem mais baixo

Pode encontrar um iPhone 6 recondicionado por cerca de 300€. Já o iPhone 6s e o 6s Plus podem ser encontrados na loja online da Apple por 539€ ou 649€, respetivamente. Os preços praticados noutros revendedores como a Worten, a Fnac ou a Rádio Popular rondam estes valores, sendo que os preços médios apontados pelo site KuantoKusta são os seguintes:

iPhone 6: 349,99€.
iPhone 6s: 539,99€. Ver produto >>
iPhone 6s Plus: 649,99€. Ver produto >>

Quando comparados com os preços do iPhone 8 e do iPhone X, cerca de 799€ para o primeiro, e 1.100€ para o segundo, vemos que em termos de orçamento compensa bastante escolher os modelos mais antigos.

Especificações técnicas parecidas

Ao comparar as especificações técnicas com os dois modelos mais recentes, o iPhone 8 e o iPhone X, podemos ver que os iPhones 6s e 6s Plus não estão de todo atrasados no tempo.

A diferença mais significativa tem a ver com o novo chip que garante melhorias de performance nos modelos lançados em 2017, com os ecrãs com maior definição e as novas câmaras mais potentes.

No que diz respeito ao desempenho, os especialistas garantem que o chip Apple A9 dentro do 6s / 6s Plus ainda possui uma excelente performance quando comparado com o novo, e que mesmo depois de feito o upgrade para o mais recente sistema operativo da Apple, o iOS11, é raro acontecer algum abrandamento no seu funcionamento.

Mas, se for fã de câmaras sofisticadas, ou de ecrãs de alta resolução, aí há algumas diferenças significativas. Se for um utilizador médio-alto da máquina fotográfica do seu telemóvel, a câmara do 6s/ 6s Plus já é muito boa. Compare:

iPhone 6s e 6s Plus

Ecrã: 4,7’ a 1334×750 pixéis a 326 ppp e 5,5’ a 1920×1080 pixéis a 401 ppp
Câmara: 12 MP + 5MP / vídeo 4K

iPhone 8 e 8 Plus

Ecrã: 4,7’ a 1334×750 pixéis a 326 ppp e 5,5’ a 1920×1080 pixéis a 401 ppp
Câmara: grande angular e teleobjetiva de 12 MP + 7MP / vídeo 4K

iPhone X

Ecrã: 5,8’ a 2436×1125 a 458ppp
Câmara: Grande angular e teleobjetiva de 12 MP + 7MP / vídeo 4K

Design com mais cores e menos frágil

Se gosta de escolher a cor do seu telemóvel, verá que os modelos mais recentes da Apple variam pouco nas cores que oferecem: dourado, prateado e o chamado space grey. Se essa é uma desvantagem para si, a opção pelos modelos mais antigos vai mais ao seu encontro, porque pode escolher entre maior variedade de cores.

Mas o que é mais salientado pelos especialistas como vantagem no design é a estrutura de alumínio na parte de trás dos modelos iPhone 6. Quando comparada com a estrutura de vidro dos modelos iPhone 8 e X, ela é apontada como uma estrutura “todo o terreno”.

Numa queda, o metal pode ficar amolgado, mas aguenta a pressão. Já o vidro, pode facilmente partir-se, mesmo dentro de uma capa protetora mais resistente. Claro que se é fã de designs modernos, o iPhone X vai ter de ser a sua opção, já que é o modelo que mais inova nesta matéria.

Entrada de auscultadores e carregamento igualmente eficaz

Ao contrário dos modelos mais recentes, a geração do iPhone 6, 6s e 6s Plus foi a última a ser lançada com entrada física para ligar auscultadores, uma característica importante para muito utilizadores que ainda não foram conquistados pelos headphones wireless.

No carregamento, estes modelos conseguem a mesma eficácia dos novos modelos e até o seu carregador é idêntico. A única diferença é que, quer o iPhone 8 quer o iPhone X, trazem uma das mais recentes inovações dos fabricantes de smartphones: o carregamento rápido e sem fios.

Mas lembre-se que, mesmo que compre estes novos modelos para usufruir desta característica, os carregadores para estas duas modalidades são pagos à parte, e o preço não é tão barato quanto isso. Pode ter de gastar até 90€ extra.

3 desvantagens em comprar o iPhone 6s e 6s Plus

iphone 6 vale a oena

Não tem identificação pelo rosto

O Face ID do iPhone X é uma das bandeiras de venda do modelo topo de gama da Apple. Quer dizer que o dispositivo reconhece o rosto do seu utilizador e esse reconhecimento pode ser utilizado como identificação para desbloquear o telemóvel.

Se gosta destas novidades é, sem dúvida, um característica de peso, mas se não é fã, talvez não valha a pena gastar tanto do seu orçamento por causa do Face ID. É que já alguns utilizadores comentaram online que a experiência pode ser um pouco frustrante porque demora mais do que o simples Touch ID. Talvez esta característica venha a demonstrar melhores desempenhos nos futuros modelos.

Não tem Realidade Aumentada

Esta é outra das mais recentes inovações da Apple que, com o lançamento do iOS 11, introduziu o AR Kit, para permitir aos programadores criar aplicações para experiências de Realidade Aumentada (RA) para o iPhone.

A RA é uma tecnologia que projeta conteúdos (personagens, grafismo e imagens) no nosso mundo real. O famoso jogo Pokémon Go foi um dos primeiros grandes sucessos desta tecnologia, ao mostrar personagens virtuais que tinham de ser capturados no espaço físico real do jogador.

A RA oferece uma nova visão sobre o espaço real em que vivemos e combina-o com o mundo virtual, quer em jogos quer em atividades mais profissionais, como a decoração de espaços em 3D, a análise de máquinas industriais ou mesmo procedimentos médicos.

Esta parece ser a grande tendência do futuro e a Apple não quis ficar atrás. Resta saber se, como ainda estamos muito no início, compensa investir num equipamento que, por agora, apenas oferece aplicações que nos colocam a passear lado a lado com um dinossauro, ou nos ajudam a repensar a posição dos móveis lá de casa. Para muitos utilizadores não compensa o investimento extra.

Tem menos rapidez e não tem resistência à água

Esta é um das mais-valias dos novos modelos da Apple depois do iPhone 6. O ser resistente à água e à poeira é uma grande vantagem para quem gosta de proteger o investimento feito no iPhone. Este é dos grandes ‘contras’ para quem optar pelos modelos iPhone 6.

Veja também