David Afonso
David Afonso
19 Nov, 2016 - 12:40
pneus para carros

Comprar pneus usados: um guia sobre o que deve ter em conta

David Afonso

Será que vale a pena comprar pneus usados? São uma compra segura? Veja o nosso guia com tudo o que deve ter em consideração antes de comprar pneus usados.

O artigo continua após o anúncio

Está a precisar de trocar os pneus do seu carro e pondera comprar pneus usados? Será que vale a pena pagar menos, quando se trata um dos componentes mais relevantes para a segurança do seu automóvel?

Tendo em conta que os pneus carecas têm menor aderência em piso seco, até que ponto haverá garantias de que os pneus usados nos oferecem segurança na condução?

Conheça a opinião dos especialistas nesta matéria e saiba se deve ou não comprar pneus em segunda mão.

VALE A PENA COMPRAR PNEUS USADOS? CONHEÇA OS PRÓS E CONTRAS DESTA DECISÃO

pneu de carro

Tal como todas as situações, existem vantagens e desvantagens na compra de pneus usados.

Os riscos associados são também grandes e devem ser ponderados. Contudo, havendo alguns conhecimentos prévios sobre pneus, pode encontrar pneus usados e semi-novos em excelentes condições e que possam ser usados por algum tempo.

Vantagens de comprar pneus usados

Mais baratos

O preço de aquisição é sem dúvida a maior vantagem no que toca a comprar pneus usados, podendo mesmo poupar entre 30 a 50% relativamente à compra de pneus novos.

Reduzir o desperdício ambiental

Outro grande benefício para a compra de pneus usados ​​é que causa menos desperdício ambiental. A reutilização de pneus ajuda a reduzir a quantidade de resíduos tóxicos para o ambiente.

Ao comprar pneus usados, está a incutir o espírito de reciclagem. Se pensarmos que, se todos os condutores comprassem sempre pneus novos, o número de pneus usados ​​desperdiçados seria enorme.

O artigo continua após o anúncio

Solução eficaz em caso de furo

Se, derivado a um furo que não tem reparação precisar de substituir apenas um pneu do carro, a compra de um pneu usado é uma boa forma de evitar a compra de um conjunto completo.

Se os outros pneus ainda estiverem em boas condições, isto é, caso ainda tenham mais do que 6mm de piso, um pneu usado em boas condições (do mesmo modelo e da mesma marca) poderá servir as suas necessidades.

Desvantagens de comprar pneus usados

Pneus Recauchutados

A recauchutagem é um processo relativamente simples que permite trocar a banda de rodagem do pneu sem ter que trocar a carcaça.

Numa situação de emergência, como por exemplo, uma travagem mais a fundo, utilizar pneus recauchutados, pode não garantir os mesmos níveis de aderência que pneus novos.

Algumas vezes, pneus recauchutados são vendidos como semi-novos, e deve estar alerta para estas situações.

Idade do pneu

À primeira vista pode parecer novo, mas ao comprar um pneu usado, um dos primeiros pontos a ter em conta é a idade do pneu e para isso nada como “saber ler a sua idade”.

A borracha de um pneu com idade superior a 6 anos começa a perder algumas propriedades de aderência, e como tal, não garante a mesma segurança.

Menores níveis de aderência

Sabemos que um pneu tem a sua máxima capacidade de aderência nos seus primeiros quilómetros de vida, como tal, comprando um pneu já usado, a performance deste poderá ser comprometida, e logicamente, haverá algumas limitações quando ao seu uso, nomeadamente em situações de piso molhado.

O artigo continua após o anúncio

Ainda nos pontos a considerar da compra de pneus usados, analisemos as conclusões de um estudo realizado pela DECO sobre esta temática.

SAIBA O QUE DIZ A DECO RELATIVAMENTE AO MERCADO DE PNEUS USADOS

Corria o ano de 2016 quando a DECO divulgou o último grande estudo referente à comparação dos benefícios entre a compra de pneus novos ou usados. Os resultados não poderiam deixar de ser bastante esclarecedores, isto é, nesta troca de intenções, não existe nada que beneficie o consumidor/cliente.

Fonte da DECO afirmou mesmo:

Dos 89 pneus usados que comprámos, 50 não deveriam ter sido vendidos por apresentarem falhas que punham em causa a segurança dos ocupantes da viatura. Destes, 18 revelaram menos de 1,6 mm de profundidade de piso (o mínimo legal), 17 tinham mais de 10 anos, 11 eram pneus de inverno e 5 exibiam remendos laterais ou rasgões. Estes resultados revelam que a compra de pneus usados é um risco, dada a falta de regulamentação. O consumidor não sabe a real qualidade do que compra.”

Os resultados são claros: comprar pneus usados não compensa! Contudo, e apesar dos resultados, a pergunta continuava a surgir: não compensa porquê?

Por que para serem vendidos com menos profundidade de piso, cada milímetro útil tem um custo duas vezes superior ao de pneus novos. Para um pneu usado compensar financeiramente terá de ter 4,5 mm de profundidade de piso ou mais.

Já um pneu novo tem cerca de 8 milímetros, ou seja, a diferença entre o preço de produção em nada é vantajoso neste modelo de negócio.

Perante este cenário, a DECO exigiu a criação de uma regulamentação para a área dos pneus.

O artigo continua após o anúncio

O que deve ter em conta ao comprar pneus usados

roda de carro

A) Profundidade

A profundidade do piso é a medida, em polegadas, do topo de um piso ao fundo do seu ponto mais profundo. Um pneu novo tem uma profundidade de piso de 8 mm e a profundidade de piso legal mínima é de 1,6 mm (significa que um pneu com um piso inferior a 1,6 mm é ilegal).

Nota: Um bom pneu usado deve ter pelo menos 5 mm da profundidade do piso restante (Se tiver esta profundidade, será capaz de fazer cerca de 10.000 km).

B) Condições da Parede Lateral do pneu

Um pneu usado em condições para venda deve ter uma faixa de desgaste uniforme, sem superfícies lisas (os chamados “pneus carecas”). Por sua vez, confira sempre as paredes laterais. Estas não devem apresentar rachas, lascas ou cortes.

Por isso, se for a comprar um pneu usado procure sempre por rasgos ou pequenos cortes nas paredes laterais. Isso pode até indicar que o pneu foi usado mesmo estando vazio.

C) “Remendos”

É verdade, não pense que são só remendados pneus de bicicleta, também pode acontecer com pneus de maior envergadura. Para conseguir identificar este tipo de situação, olhe para dentro do pneu em busca de sinais de “reparação”.

Se encontrar saliências de borracha coladas, o pneu foi consertado com um “taco”. Um taco é uma faixa de borracha que é inserido no pneu para reparar um furo.

D) Ler a idade do pneu (DOT)

Para ler a idade de um pneu usado só tem de:

  • Verificar a parede lateral inferior do pneu;
  • Procurar pelas letras “DOT”;
  • Ver, do lado direito das letras, um número de 4 dígitos. Os dois primeiros números indicam a semana em que o pneu foi feito (logo, até o número só pode ir até 52) e os dois últimos números indicam o ano.

E) Idade do Pneu

Aconselhamos a não comprar pneus cujo DOT indique uma idade superior a 6 anos.

Acima dessa idade é muito provável que a sua segurança na estrada em situações de travagem, baixe consideravelmente.

Conclusão

Efetivamente, comprar pneus usados tem algumas vantagens, mas será sempre uma compra mais arriscada do que comprar um conjunto de pneus novos.

Antes de partir para a compra, certifique-se que visita uma casa especialista nesta área, com vários anos de experiência e com reputação, e esteja atento a todos os parâmetros mencionados acima relativamente à condição em que se encontram os pneus usados.

Acima de tudo, certifique-se sempre que cumprem todos os requisitos de segurança.

Recorde que uma casa que vende pneus usados, por norma, terá que oferecer-lhe uma garantia sobre estes. Ao mínimo defeito ou problema que detete nos pneus usados, não hesite em consultar a casa que lhe vendeu os pneus.

Veja também