ebook
Ebook Finanças (s)em Crise
Um guia para tempos complicados
Ekonomista
Ekonomista
27 Jan, 2021 - 17:54

Computadores chegam às escolas, mas terão de ser devolvidos no final de cada ano

Ekonomista

No âmbito do programa Escola Digital, os 335 mil computadores prometidos pelo Governo vão ser distribuídos ainda no segundo período.

Menino a ter aula de matemática online

Recentemente, num email enviado às escolas, através da Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares, o Ministério da Educação deu indicação às escolas para se prepararem para o ensino à distância.

Apesar de os alunos de todos os graus de ensino estarem de férias até ao dia 5 de fevereiro, há indicações que as aulas não presenciais podem regressar já a 8 de fevereiro.

Neste sentido, e no âmbito do programa Escola Digital, o Executivo prepara-se para começar a distribuir os 335 mil computadores anunciados no final de 2020, informa o Jornal Público. No topo das prioridades da tutela, estão os alunos pertencentes a grupos carenciados.

Recorde-se que, durante o primeiro período do atual ano letivo, foram entregues 100 mil computadores aos cerca de 366 mil estudantes com Ação Social Escolar.

Computadores terão de ser devolvidos no final do ano

À imagem do que já aconteceu com os manuais escolares, os computadores distribuídos pelos alunos para fazerem face às necessidades do ensino à distância, terão de ser devolvidos no final de cada ciclo.

Por esta razão, como avança a SIC Notícias, alguns alunos com Ação Social Escolar não estão a fazer o levantamento dos equipamentos. Isto porque, recorde-se, eventuais danos terão de ser pagos pelos pais. Também a impossibilidade de as crianças instalarem programas podem estar na origem do problema.

Assim, pais e diretores das escolas estão preocupados com as condições dos alunos no regresso ao ensino à distância e têm partilhado estas preocupações com o Ministério.

Veja também