Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Teresa Campos
Teresa Campos
13 Nov, 2020 - 10:27

8 cuidados com o couro cabeludo que deve ter sempre

Teresa Campos

Tem cabelo oleoso, caspa ou queda? Confira os seguintes cuidados com o couro cabeludo que todos devemos ter e saiba se anda a tratar bem a sua raiz capilar.

colocar âmpola no couro cabeludo

Ter alguns cuidados com o couro cabeludo garante um cabelo mais bonito e saudável. Para isso, é importante, desde logo, utilizar champôs e demais produtos indicados para eventuais problemas que tenha, tais como couro cabeludo oleoso, escamação, queda de cabelo, caspa, entre outros.

Os cuidados com o couro cabeludo devem ser ainda mais profundos, em caso de psoríase ou dermatite seborreica. Nestas situações, devem ser usados produtos específicos para o tipo de escamação em causa, que pode ser de películas secas, oleosas ou em placa.

Portanto, tome nota dos principais cuidados com o couro cabeludo e fique com o cabelo mais forte.

8 cuidados com o couro cabeludo. Tome nota de todos eles!

Evitar banhos quentes e diários

Estes são dois elementos que podem prejudicar e muito o couro cabeludo. Isto, porque a água quente estimula as glândulas sebáceas. Logo, o couro cabeludo tende a ficar mais oleoso, se tomar banho com água muito quente. Já a lavagem diária vai retirar a oleosidade natural do cabelo, fazendo também com que as glândulas sebáceas produzam mais sebo para compensar essa oleosidade perdida.

Além de um couro cabeludo mais oleoso, o cabelo pode até ficar mais seco, já que os poros do couro cabeludo podem ficar obstruídos pela gordura, impedindo que esse óleo chegue aos fios e os hidrate.

Assim, um dos cuidados com o couro cabeludo é lavá-lo com água abaixo de 25ºC e, no mínimo, em dias alternados.

Lavar e enxaguar bem o couro cabeludo

Acumular produtos na raiz dos cabelos também pode entupir folículos pilosos do couro cabeludo e, consequentemente, prejudicar a hidratação do cabelo. É ainda importante não aplicar os condicionadores e os cremes na raiz, assim como enxaguar bem, no momento de remover o champô.

Além disso, é fundamental higienizar e massajar bem o couro cabeludo, sem esfregar em demasia, mas sem esquecer que esta é uma das zonas que mais é afetada pela agressão de agentes externos, como a poluição.

mulher a lavar o cabelo

Evitar dormir com o cabelo molhado

Um couro cabeludo húmido pode ser uma região propícia ao surgimento de bactérias.  Isso pode afetar o couro cabeludo, causando mau odor, prurido, caspa, entre outros problemas. Assim, um dos cuidados com o couro cabeludo é secar sempre o cabelo, depois de o lavar.

Nutrir para não descamar

As baixas temperaturas diminuem a sudorese, podendo causar o ressecamento do couro cabeludo e a sua escamação. Nestes casos, é aconselhado o uso de produtos que hidratem o couro cabeludo na medida certa.  Esses produtos devem ser específicos para o couro cabeludo e incluir ureia e lactato de amónio, pelo seu forte poder emoliente.

Mulher a usar champôs para couros cabeludos sensíveis
Veja também Os 5 melhores champôs para couro cabeludo sensível

Usar secador ou prancha

Outro dos cuidados com o couro cabeludo prende-se com o calor do secador ou da prancha, que causa danos nas raízes e no couro cabeludo. Mantenha o secador a uma distância mínima de 30 centímetros em relação à raiz dos cabelos e a prancha a 1,5cm do couro cabeludo. Sempre que possível, deve evitar recorrer à prancha.

Utilizar produtos químicos

Há vários procedimentos químicos executados no cabelo que prejudicam tanto os fios, como o couro cabeludo. Os produtos ácidos são capazes de queimar o couro cabeludo e provocar escamação.

Assim, deve evitar estes procedimentos ou privilegiar produtos de qualidade e profissionais tecnicamente aptos para os realizar. Além disso, é sempre importante fazer um teste prévio para perceber como o couro cabeludo reage a determinado produto.

Fazer uma alimentação saudável e equilibrada

Outro dos cuidados com o couro cabeludo começa na alimentação. Pode não acreditar, mas o cabelo também é constituído por substâncias que adquirimos através da nossa dieta. Portanto, é essencial fazer uma alimentação rica e variada, de modo a nutrir adequadamente o couro cabeludo.

Um cabelo forte e bonito precisa de aminoácidos e proteínas (carnes, ovos e leite), zinco (nozes, frutos do mar, gérmen de trigo e levedura de cerveja) e ómegas 3 e 6 (óleos funcionais).

Consultar um dermatologista

Pequenos problemas no couro cabeludo podem ter na sua génese doenças de pele mais complexas, que carecem de um tratamento específico e orientado por um especialista. Logo, em caso de dúvida, consulte sempre um dermatologista.

Veja também