Luana Freire
Luana Freire
19 Fev, 2019 - 18:34
limão, esfregão e escova de lavar copos numa mesa

Detergente enzimático: o que é e como usar em casa

Luana Freire

Já ouviu falar de detergente enzimático? Quais são as vantagens associadas à sua utilização? Saiba mais sobre o tema e descubra como fazê-lo em casa.

O artigo continua após o anúncio

Biodeagradável, com alto poder de limpeza e sem provocar irritações à pele, o detergente enzimático tem sido falado por ser um produto diferente dos habituais e muito, muito eficaz – sendo, aliás, usado para realizar a limpeza de objetos em ambiente hospitalar. É fácil, portanto, entender por quais motivos vai gostar de conhecê-lo um pouco mais.

Detergente enzimático: o que é, afinal?

mulher a ler embalagem de detergente

Limpa, mas limpa melhor e é também por isso que se diferencia dos outros detergentes. Mas, afinal porquê? É simples de explicar: porque tem na sua composição uma combinação de enzimas, tensoativos e pH. E o que isso quer dizer? Quer dizer que limpa mais profundamente, sem ser corrosivo, sem provocar irritações e é amigo do ambiente.

Também o uso comum que é dado ao detergente enzimático torna-o diferente: é utilizado em contexto de ambiente hospitalar e odontológico, auxiliando na limpeza de vestuário e de material instrumental, e ainda na dissolução de material orgânico – como sangue, muco, fluidos corpóreos, etc. Compreendemos, assim, porque é conhecido por ser realmente mais potente nas limpezas.

O detergente enzimático foi, aliás, especialmente desenvolvido para ter um efeito de limpeza acima do que antes era visto no mercado, sendo um produto de alta eficácia.

Como funciona o detergente enzimático

As enzimas, isoladamente, não têm eficácia enquanto agentes de limpeza. O que elas fazem é permitir que exista uma ação sobre as sujidades, ação esta que ajuda a “quebrar” a resistência das mesmas, tornando possível a sua remoção.

Portanto, as enzimas, quando associadas a uma composição de detergente, garantem que a limpeza seja mais profunda e efetiva.

 Cuidados a ter com o detergente enzimático:

  • não misturar outros produtos químicos com o detergente enzimático;
  • seguir as instruções do fabricante.
detergente de loica
Também lhe pode interessar 14 usos para o detergente da louça que nunca imaginou

Como é utilizado o detergente enzimático em hospitais e clínicas odontológicas

Geralmente, os instrumentos que necessitam de limpeza são imersos numa solução com detergente enzimático por um determinado período de tempo – o suficiente para permitir que haja a degradação de qualquer material orgânico presente.

O artigo continua após o anúncio

Considerado pela classe médica como um grande avanço no mercado da limpeza, o detergente enzimático tem sido cada vez mais utilizado neste tipo de contexto porque, além de ter uma poderosa capacidade de limpeza, consegue atuar nas partes menos acessíveis dos objetos instrumentais. Para somar mais uma vantagem, a sua composição não danifica os equipamentos.

Importante será destacar que, apesar de ser um grande aliado das limpezas, o detergente enzimático não tem poder de esterilizar objetos – ou seja, o seu uso não dispensa outros passos para a eliminação de microorganismos.

Detergente enzimático em casa: como fazer e onde usar

Como fazer detergente enzimático em casa: 6 passos

Vai precisar de:
1 escova ou esponja de lavar a louça para lavar verduras e legumes
1 faca
1 funil (grande)
1 garrafa de refrigerante
1 coador
1 recipiente hermético
1 borrifador

  1. Lave e corte cascas frescas de frutas cítricas. De seguida, enxágue-as e esfregue o exterior das cascas com uma esponja ou escova, de forma a retirar impurezas. Depois, seque as cascas com papel de cozinha ou uma toalha limpa e corte tudo em cubos de, aproximadamente, 1,5 cm. Lembre-se que esses pedaços devem caber na passagem da entrada de uma garrafa pet de refrigerante.
  2. Misture todos os ingredientes na garrafa limpa (com capacidade para 2 litros). Para isso, coloque um funil grande na entrada, junte as cascas cítricas, acrescente o açúcar, a água e a levedura. Depois, retire o funil, feche bem a garrafa e mexa tudo com força durante alguns minutos (o suficiente até o açúcar dissolver-se). Quando reparar que o açúcar está completamente dissolvido, deve retirar a tampa da garrafa para reduzir a pressão no seu interior. Volte a fechar e armazene.
  3. Abra a garrafa com a mistura várias vezes ao longo dos dias seguintes, a fim de evitar que o recipiente expluda.
  4. Para dar início à fermentação, deixe a garrafa em local morno (35º Celsius é a temperatura indicada). Pode colocar a garrafa em cima do frigorífico, por exemplo. Deixe assim durante um período entre duas semanas a três meses – quanto mais tempo deixar, mais potente será o seu detergente enzimático.
  5. Por fim, coe a mistura, que deve estar opaca.  Passe o líquido, sem as casas dos cítricos, para um recipiente hermético.

4 usos do detergente enzimático em casa

Achou que, pelo nome ainda pouco conhecido e pela comum utilização em ambientes de saúde, o detergente enzimático seria algo pouco possível de ter aí em casa? Engana-se. Claro que pode utilizar o detergente enzimático nas suas limpezas habituais e fazer uso das suas muitas capacidades. Da lavagem da roupa à limpeza da louça de de superfícies, verá o seu enorme poder.

Como usar o seu detergente enzimático caseiro em casa:

  1. para a limpeza de superfícies deliciadas – utilize um borrifador para misturar uma parte de detergente enzimático para 20 partes de água; limpe assoalhos e carros depois de misturar bem;
  2. para ter um detergente enzimático multiusos – misture, também num borrifador, 120 ml de um detergente enzimático com 1 litro de água, feche bem e misture tudo a abanar o recipiente; repita este último passo sempre que for utilizar o seu detergente enzimático caseiro; utilize esta mistura para limpar superfícies da casa de banho, cozinha, espelhos, tapetes e afins.
  3. para ter um detergente mais potente em casa – se o que precisa é de um detergente com super poder de limpeza, misture uma parte de detergente enzimático com 4 partes de vinagre de maçã; transfira a mistura para o borrifador e limpe, com a ajuda de um pano, locais com muita sujidade (na cozinha ou na casa de banho, para retirar humidade, cheiros ou manchas amareladas, por exemplo);
  4. para ter um detergente enzimático para usar na máquina de lavar louça – utilize 60 ml do seu detergente enzimático caseiro no compartimento da máquina.
Veja também